Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

MEU SOBRINHO VAI JOGAR NA ESPANHA E APRENDEU ESPANHOL COM MINHA MULHER

Por: Giltozzi - Categoria: Cornos-Cuckold

Um primo meu que não vejo há anos ligou para mim perguntando se Sandra, minha esposa, ainda leciona Espanhol. Respondi que sim pois Sandra é professora desse idioma em uma universidade aqui de São Paulo. Esse primo explicou que seu filho Wesley joga futebol e acabou de ser contratado pelo Sevilla, clube espanhol, devendo embarcar dentro de 30 dias para iniciar as atividades no novo clube. Wesley tem apenas 18 anos recém-completados e precisa ter o melhor conhecimento possível da língua espanhola para não ter maiores problemas de adaptação. Combinamos que Wesley viria em casa para vermos o melhor horário para os estudos e adiantei ao meu primo que nada seria cobrado. Wesley pertencia a um grande clube de SP desde os 14 anos, onde foi campeão como sub-15 e foi convocado pela CBF para a seleção sub-17, ocasião em que o Sevilla adquiriu prioridade em sua contratação.
Eu e Sandra lembrávamos de Wesley quando era um garoto louro e franzino e chegamos a orientar meu primo para que Wesley jamais descuidasse dos estudos porque a carreira de futebolista nem sempre dá certo. Wesley veio a nossa casa no domingo cedo, chegando em sua motocicleta. Hoje ele é um rapaz muito bonito, claro com cabelos também claros, quase 1,80m e porte atlético conseguido com os exercícios no clube. Wesley concluiu o Ensino Médio e em razão de sua ida para a Espanha parou de estudar. Ficou acertado que Wesley teria 20 aulas de duas horas cada, cinco vezes por semana, sempre a partir das nove da manhã, numa espécie de ‘intensivão’. Sandra garantiu que Wesley chegaria a Sevilla pronto para enfrentar qualquer situação quanto ao idioma. Quando Wesley saiu Sandra comentou comigo que ficara impressionada com o rapaz, pela sua educação e gentileza e ainda disse: “Mas como ele ficou bonito...”
Na manhã seguinte, antes de sair para trabalhar percebi que Sandra estava bastante animada e, para esperar o sobrinho-aluno, colocou um vestido levezinho, curto e de alças. Esse é um daqueles vestidos que eu peço para Sandra colocar quando sai comigo porque assim chama a atenção dos homens e minha mulher sabe que isso me dá enorme prazer. Sandra está com 43 anos, 1,64m, cabelos castanhos que descem pelos ombros e fazem, aquela voltinha para cima. Seus 60 kg são bem distribuídos, seios bonitos e pernas e bunda que considero maravilhosos. Nosso único filho estuda nos Estados Unidos e desde que ficamos sós em casa temos conversado muito sobre a possibilidade de Sandra ter um amante a que eu não me oporia e até gostaria. Minha mulher diz que nenhum dos professores da faculdade a atraem e que não há necessidade de procurar alguém e que quando menos esperamos as coisas acontecem. Pelo vestido que Sandra colocou eu disse a ela que estava sentindo algo no ar. Ela sorriu como quem concorda e nada comentou, mas o sorriso confirmava a intenção maliciosa.
Eu estava saindo para o trabalho quando Wesley chegou em sua vistosa Honda XRE-300. Desejei boa aula e Sandra o levou para o escritório. Enquanto dirigia fiquei imaginando qual seria a artimanha que Sandra usaria para seduzir Wesley e se isso aconteceria logo no primeiro dia de aula. Minha esposa não teve pressa e procurou não só conhecer melhor Wesley como também ganhar sua confiança. Contou-me que com a proximidade com o sobrinho ficara molhadinha mas que decidiu deixar para o dia seguinte a provocação, quando ele já estaria mais à vontade e ela poderia se insinuar melhor. Só de ouvir Sandra falar desse jeito meu pau ficou duro e demos uma bela trepada, eu dizendo a ela: “Fode, meu amor, fode com o Wesley. Imagine o pau dele dentro desta sua buceta gostosa”.
Na terça-feira sai mais cedo para o trabalho e antes vi que Sandra vestiu um vestido ainda mais convidativo, com um decote ainda maior que deixava perceber que ela estava sem sutien. As coxas lisas de minha mulher estavam mais de um palmo de fora e tive certeza que homem nenhum resistiria a ela, ainda mais um adolescente como Wesley. O sobrinho chegou e Sandra ofereceu o rosto para que ele a beijasse, momento em que Wesley olhou acintosamente para os seios de Sandra que imaginou que ele fosse agarrá-los, de tanto que os olhava. Foram para o escritório onde Sandra ministrou meia hora de aula e pediu para que Wesley escrevesse em Espanhol numa folha algumas palavras que ela ditaria em Português.
Sandra foi à cozinha e quando retornou se posicionou atrás de Wesley e se abaixou atrás dele para melhor ler o que o sobrinho havia escrito. Ao fazer isto encostou levemente os seios nas costas de Wesley enquanto seu rosto ficou junto ao rosto do aluno. Depois o abraçou por trás dizendo: “Muito bom, Wesley, muito bom”, referindo-se aos exercícios escritos. Chamou Wesley então para se sentarem no sofá para exercícios orais. Sandra pedia a ele para repetir frases como “Me gustas tu de verdad”; “Tu eres muy bonito”; “Me da placer estar contigo”. E pediu para Wesley construir frases parecidas. Ele então disse: “Eres maravilhosa”, sendo corrigido por Sandra: “Eres maravillosa” e Wesley então pegando nas mãos de Sandra falou: “Em Português ou em Espanhol você é maravilhosa, Sandra” e abraçou minha mulher beijando-a avidamente. Sandra colocou a mão sobre o pau de Wesley e viu que ele estava duro, querendo saltar para fora da bermuda. Sandra levantou-se, pegou Wesley pela mão e o levou para o quarto.
Sandra ficou só de calcinha e Wesley de cueca esticada na frente por seu pau duro. Sandra pediu a ele que tirasse sua cueca e também sua calcinha. O sobrinho obedeceu e deu apenas um beijo na buceta dela, deitando-a na cama pronto para meter o pau na tia. Sandra então falou: “Querido, ainda não”. E apontando para a própria buceta disse: “Beija aqui primeiro, bastante, querido”. Sandra sabia que Wesley era pouco experiente nessas coisas de sexo e queria ensiná-lo mais do que apenas Espanhol. Enquanto ele beijava sua buceta ela dizia: “Chupa, querido, chupa gostoso, enfia a língua toda, mordisque os lábios, toque meu grelo, brinque com essa buceta que é sua”. Wesley aprendeu depressa e depois de alguns minutos, com o rosto melado do sumo de Sandra perguntou se poderia meter nela. Sandra apenas abriu as pernas para que ele se deliciasse.
O pau de Wesley tem uns 18 cm, segundo Sandra é maior que o meu, e isso deu a ela enorme prazer, mais ainda por estar ensinando os movimentos mais sensuais ao sobrinho, pedindo a ele para que contivesse o gozo. Mas Wesley estava tão excitado que não ficou mais que dois minutos dentro de Sandra, logo gozando. Ela passou as mãos pelos cabelos de Wesley e disse. Vamos continuar a aula aqui na cama mesmo. Meia hora depois Sandra colocou a mão no pau de Wesley que começava a endurecer. Segurou-o como se o punhetasse e depois passou a chupá-lo, coisa que ela estava louca para fazer. Chupou tão deliciosamente que em instantes sentiu que o pau de Wesley stava latejando e ele gozaria novamente. Ele fez menção de retirar o pau mas Sandra segurou-o na boca e sentiu o jorro de porra inundar sua garganta enquanto Wesley emitiu um “Ahhhhhhhh” interminável. Naquela manhã a aula terminara. Wesley foi embora e passou o resto do dia contando as horas para, no dia seguinte, ter outra aula, de Espanhol e de sexo.
Sandra me relatou tudo e então disse: “Vou ter muita coisa para ensinar a ele. E aquele pau no meu rabinho vai doer um pouco, mas eu quero”. Aquilo me enlouqueceu e naquela noite fodi o cuzinho de Sandra duas vezes dizendo a ela que quem a estava comendo era nosso sobrinho. Na manhã seguinte tornei a sair antes de Wesley chegar para deixá-lo à vontade. A aula de Espanhol foi mais curta no escritório e mais longa na cama, com Wesley aprendendo palavras como ‘culo’, ‘conã’, ‘cachonda’ e outras.
No quarto dia de aula Sandra e Wesley já foram direto para o quarto e foi nesse dia que ela se deitou com a bunda para cima, arrebitando-a e dizendo ao sobrinho: “Me faça feliz assim, Wesley, me coma o cuzinho”. Deu gel a ele pedindo para lubrificar seu pau e o ânus dela e sentiu aquela vara duríssima invadi-la pouco a pouco. Aquilo era demais para o jovem que rapidinho ejaculou no cu de Sandra. Pena que Wesley ainda não contivesse o gozo por mais tempo, mas em compensação conseguia ter outras ereções seguidas, fodendo Sandra pelo menos três vezes. Chegava e logo trepava com ela, dando uma segunda algum tempo depois e a terceira antes de ir embora.
Na última semana de aula Wesley já falava Espanhol bastante bem e fodia ainda melhor, nem parecendo o jovem inábil e desajeitado dos primeiros dias. Mas estava triste porque deixaria de foder Sandra, dizendo isso a ela e chegando a dizer que pensava até em desistir de ir para a Espanha. Minha mulher respondeu que sua carreira era mais importante e que ela o esperaria a cada vez que viesse para o Brasil, em férias, para continuarem as aulas de Espanhol. Wesley então disse: “Mas aí eu já não vou mais precisar...” E Sandra respondeu: “Aí você é quem vai me ensinar, querido...”
Wesley viajou, fomos ao aeroporto e meu primo, pai de Wesley e sua esposa agradeceram muito a Sandra que nem sabia o que responder. Wesley e Sandra se comunicam por vídeo, ocasiões em que eu fico de lado vendo os dois, ela nua e ele se masturbando e falando mil bobagens em Espanhol para ela. Wesley se tornou seu amante virtual e eu que fora corno real agora o sou também virtualmente com meu sobrinho comendo Sandra on-line.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto

foto avatar usuario Giltozzi
Por: Giltozzi
Codigo do conto: 17478
Votos: 0
Categoria: Cornos-Cuckold
Publicado em: 01/12/2019

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login

Mais contos desse usuario

TIO VALDEMAR COMENDO MINHA ESPOSA

QUASE CORNO: UM CONTO MÓRBIDO

UMA SEMANA COM O PINTOR ME COMENDO

GOL DE PLACA NA MINHA SOGRA

O VIZINHO VIOLONISTA COMEU MINHA MULHER

O COROA TARADO COMEU MINHA MULHER

EXAME DA OAB E MEU PRIMO DEU AULA LÁ EM CASA

COMENDO A DIARISTA DA PRAIA

AMOR SÓ DE MÃE E COMO É BOM!

MEU CUNHADO COMENDO O CU DA MINHA MULHER

MINHA PRIMA BEBEU SEM MODERAÇÃO E EU ENTREI EM AÇÃO

O PADRE QUE GOSTAVA DE LEVANTAR A BATINA

REPRESENTANTES COMERCIAIS REALIZAM ‘LUA-DE-MEL’

O CORRETOR ‘PEGOU’ DONA CLÁUDIA

COMO O TENENTE VIROU CORNO

UM TEMPORAL NO GUARUJÁ ME FEZ VIRAR CORNO!

EU, AMANTE DE MINHA AVÓ DE 68 ANOS

O ELETRICISTA SE LIGOU NA MINHA MULHER

OS TIOS COROAS SÃO OS MAIS PERIGOSOS

COMO ME TORNEI BISSEXUAL

MINHA TIA LETÍCIA PAGANDO O QUE ME DEVE

AS APARÊNCIAS ENGANAM E COMI A PROFESSORA DE HISTÓRIA

DOIS CUNHADOS E UMA DUPLA PENETRAÇÃO NA CUNHADA

A SEXÓLOGA ENSINOU E MINHA MULHER ME COMEU

CHEGOU A MINHA VEZ DE COMER O CU DA MINHA CUNHADA

EUNICE, MINHA VIZINHA, ATÉ QUE NÃO É DE SE JOGAR FORA

EU E RAQUEL CONSOLANDO NOSSO AMIGO RAFAEL

O PADRASTO COMEU A ENTEADA E A MADRASTA DEU PARA O ENTEADO

O VIZINHO VOYEUR E MINHA ESPOSA SONIA

MEU CUNHADO COMEU MEU CU NA CHÁCARA

MEU CUNHADO ME VESTE COM ROUPAS DE SUA ESPOSA E ME COME ASSIM

MEU COLEGA DE TRABALHO CONQUISTOU E COMEU MINHA MULHER

O MOÇO DA OPERADORA VEIO FAZER A INSTALAÇÃO E MEU MARIDO VIROU CORNO

MARCOS, MEU IRMÃO, COMEU MINHA MULHER

COMO MINHA MULHER APRENDEU A DAR O RABO


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados