Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

Comi a novinha e minha mulher

Por: Marcos1001 - Categoria: Fantasias

Mais um conto meu das antigas, e dessa vez com uma ninfetinha linda e inacreditável de se comer. Essa história aconteceu no litoral. Viajamos eu e minha esposa apenas para um apartamento em Ubatuba. Era nosso final de semana. Chegamos na sexta à noite e só colocamos as malas no apartamento e fomos para a praia passar a noite. ficamos em um bar pé na areia e começamos a beber. Como fomos a pé não me preocupei em dirigir. Minha esposa, uma morena muito da gostosa estava de vestidinho curto, sem sutiã, um tesão. Muitos caras olhando pra ela, mas eu nem ligava. Ela se exibia e sabia que muitos a cobiçavam.
Bebemos muito e fomos andar pela praia. Estava muito deserto mas continuamos a andar, até chegar em um local bem afastado e sem ninguém. Começamos a nos beijar e o sexo rolou ali mesmo. Tirei a calcinha dela e coloquei no bolso, já que era bem pequena mesmo. ficamos numas pedras e ela me chupou gostosamente. Ela quando bebe vira vadia. Me chupou e depois sentou no meu pau, ficou cavalgando e me enlouquecendo. Olhei tudo em volta e não tinha ninguém. Numa loucura só arranquei o vestido e deixei ela peladinha. Ela cavalgava e gozava, até que apareceu um casal na praia, mas estava muito escuro e eles passaram olhando e ela nem ligou, continuou dando. Gemia alto e gozava feito vadia. Depois que goze ela ainda correu na água peladinha e molhou os pés. Eu fiquei das pedras olhando e ela voltou. Colocou o seu vestido e voltamos para o apartamento.
No outro uns amigos que estavam numa casa ali perto nos chamaram para dar um pulo lá para um churrasco. Estavam em família e amigos que nós conhecíamos. Chegamos e ficamos numa boa a tarde toda. Bebemos muito e todos já estavam pra lá de bagdá. Minha esposa gostosa como sempre, foi tirada pra dançar e um amigo tirou uma casquinha de leve. Tudo bem. Percebendo isso, uma ninfetinha de uns 20 aninhos só espiava nossa movmentação e eu notei. Ela começou a me olhar e a rir. Num momento que eu estava sozinho ela encostou do meu lado e disse que minha esposa era muito bonita e se eu não tinha ciúmes. Disse que sim, mas éramos liberais. Ela se espantou e perguntou como assim?
Contei que não rolava isso de ciúmes com amigos e não fazíamos nada com amigos tb, mas longe dali tudo podia acontecer. Conversávamos e minha esposa chegou, toda empolgada e viu minha atenção com a garotinha. Ela uma menina branca, de 1,65, uma blusinha bem decotada e seios fartos, de shortinho e coxas grossas. Um tesãozinho. Ela me perguntou se eu gostei e disse que sim. Logo pediram pra eu buscar umas músicas no meu carro pra por pra tocar. Fui pegar e voltei. Dançamos mais um pouco e escureceu. O pessoal me pediu pra pegar mais cds de música e falei que tinha, mas estava no apartamento. Apesar de ser perto, não queria ir buscar, mas minha esposa insistiu pra eu ir. então fui, sozinho. Sabia que ela queria aprontar.
Mas ao sair encontro que lá fora? A gostosinha. me perguntou onde eu ia e falei e ela pediu pra ir junto. Sem pensar topei e levei ela comigo. Ela se interessou no nosso papo de liberais e eu falei que saíamos com algumas pessoas. Ela se abriu e disse também que gostava de homens mais velhos. Eu parei o carro, olhei pra ela e perguntei: assim igual eu? Ela disse que sim, mas eu conhecia o pai dela e disse que não podíamos. Ela só falou uma coisa: foda-se e me beijou. Já estávamos quase na porta do prédio e falei que ia buscar o cd. ela pediu pra subir junto e fomos. Entramos no apartamento e fui buscar os cds no quarto, nas malas. De repente ela entra atrás de mim e diz que me quer. já peguei ela e coloquei na cama. Tirei totalmente minha roupa e fui tirar a dela. Qual tirei aquela roupa, eram os seios mais lindos, mais turjos que não via há muito tempo. Grandes, duros e uma xaninha peladinha, branquinha, com um grelinho rosa. Mamei gostoso naquele grelo e fiz ela gozar como uma louca. Ela me implorou pra comê-la e fui por cima e bem devagar ajeitei meu pau na entradinha daquela bucetinha e enfiei gostoso, sem camisinha, na loucura. Meti forte. Ela gemia, se contorcia, pedia mais e gozou de novo. Pediu pra vir em cima de mim e dava como uma louca. Era uma ninfeta de 19 anos em cima de mim. Meteu muito e depois me fez um belo boquete. Coloquei ela de quatro e soquei, e com muito vai e vém fiz ela gozar de novo. Segurei ela pelos cabelos e dei uns tapas na sua bunda e ela pedia pra bater mais e chamar de vadia, de puta e eu socando com força.
Falei que ia gozar e ela rapidamente tirou a bucetinha do meu pau e virou e mamou gostoso, e eu gozei naquela boca que mamava como se estivesse se alimentando.
Colocamos a roupa e fomos embora. Na esquina deixei ela e cheguei sozinho novamente. Entreguei os cds e fui ficar com minha esposa. Ela de cara me perguntou porue demorei, mas não falei o porque, inventei outra história.
Depois a ninfetinha apareceu e ficou nos olhando. Minha mulher disse se eu queria aquela menininha eu respondi que adoraria. Mas que a minha demora era porque ela tinha ido comigo buscar os cds. Ela falou se ela era gostosa de trepar e eu disse que sim, apesar da idade metia muito gostoso.
Fomos embora e na rua, bem na esquina da casa, encontramos ela e demos um tchauzinho. Minha esposa perguntou se eu tinha feito ela gozar e disse que sim, mais de uma vez.
me pediu para irmos ao mesmo lugar da noite anterior, e repetimos a dose. Ela deu mais gostoso ainda. Como uma ninfeta mais gostosa que eu já peguei e a mulher mais bucetuda e metedora que eu tinha todos os dias. O final de semana foi extremamente cansativo, mas queria outro assim.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados