Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

Comi minha mãe

Por: qzc - Categoria: Incesto

Depois de ficar com medo das consequências de comer minha irmã e acabar comendo mesmo assim e ainda quase transar com a minha mãe, eu decidi que ia fazer e pronto, ia continuar comendo minha irmã e fazer de tudo pra comer minha mãe.
Nos dias seguintes depois que minha mãe me viu comer minha irmã e rolar um clima estranho com minha mãe eu mantive a calma e fingi que nada aconteceu, resolvi não co star nada pra minha irmã e ver o que acontecia. Minha mãe e eu ficavamos sozinhos em casa de noite durante a semana, chega vamos os dois do trabalho por volta das 5 e minha irmã só chegava perto das 22, namorado da minha mãe só vinha nos fins de semana, durante os dois duas que se seguiram minha mãe mau falou comigo, no terceiro dia eu cheguei e fui tomar um banho, logo depois de minha mãe, Ass que liguei o chaveiro minha mãe entro no banheiro e disse que ia usar o espelho, eu só disse "ta bom" e comecei meu banho, mas o clima estranho me fez ficar pensando no aconteceu duas noites antes e eu fiquei com muito tesão, minha mãe quebrou o silêncio e disse que tinha esquecido uma calcinha dentro do box, eu disse que depois entregava pra ela pois estava com shampoo no cabelo e caiu um pouco no olho, ela disse que não tinha problema e abriu o box, eu estava com o olhos meio aberto apenas mas Ou de ver que ainda estava de toalha mas tirou pra entrar. Eu tirei o sabão do olho o mais rápido possível pra admirar aquele corpo de novo, ela passou na minha frente e se abaixou impinando a bunda, pegar a calcinha foi só uma desculpa, assim que fez esse movimento sua bunda tocou meu pau que estava latejante de tão duro, eu podia ver sua buceta claramente e fiz com que meu pinto tocasse nela, minha mãe demorou um pouco e levantou passando por mim pra pegar a toalha que deixou no chão, eu me me mantive colado nela, assim quando se abaixou de novo e impinou a bunda eu levei meu caralho de novo e deixei que deslizace pelos lábios de sua buceta, ela levantou e se virou e pediu pra tirar o sabão do meu olho que eu já tinha tirado, mas só disse que sim, ela passou a toalha no meu rosto e eu coloquei uma mão em sua cintura e alisei até sua bunda, ela saiu do box e eu terminei meu banho super rápido pois ela ainda estava usando o espelho pra pentear o cabelo, quando saí me enxuguei e passei por trás dela pra sair do banheiro mas não coloquei a toalha e quando cheguei perto de sua bunda, fiz que ia pegar um cotonete de dentro do espelho e grudei meu corpo no dela, meu pau encaixou em sua virilha e ela pressionou a bunda em minha direção, eu me atrapalhei um pouco pra pegar o cotonete pra curti aquilo, ouvi minha mãe ofegante e saí do banheiro, fui pro meu quarto e me vesti, nos jantamos por volta das 8 e eu fui pro meu quarto, minha mãe entrou no meu quarto logo em seguida e me chamou pra ver um filme, é eu aceitei, desde o banho ela estava usando apenas uma camisola, era possível ver até os bicos dos seus peitos por ela, eu sentei no sofá pra assistir o filme é ela sentou do meu lado e colocou as pernas no meu colo, o filme rodou e eu só conseguia olhar pra aquelas pernas, comecei a passar a mão nas coxas e fui subindo até chegar na calcinha, ela não disse nada por um tempo, mas ai me pediu pra puxar o sofá pra frente ora ter espaço pra deitar, e então deitamos, mas o nosso sofá quando esticado tem espaço pra deitar pra frente, mas ela deitou de atravessado e eu deitei junto atrás dela.
Meu pau estava bem em sua bunda e ela se entregava levemente nele, começamos a nos esfregar de vagar, mas em pouquíssimo tempo estávamos nos esfregando com mais força e velocidade, meu pau estava explodindo, a camisola da minha mãe já estava na altura da barriga e eu tirei meu pau pra fora pra passar na bunda, ficamos em silêncio total, só se podia ouvir o filme é nossas respirações, eu levei minha mão que até então estava em sua cintura pra parte da frente, enfiei e sua calcinha e pude sentir a buceta de minha mãe com a mão pela primeira vez, comecei uma satírica e é a respiração dela virou gemido, ela então quebrou o silêncio dizendo " eu quero que você me coma filho, come sua mãe" eu disse que ia buscar uma camisinha mas ela disse " não, eu quero sem, me come vai".
Eu tirei minha roupa e ela a dela é eu enfiei meu pau com tudo em sua buceta e comecei a bombar , eu apertava seus peitos enquanto metia, não demorou e ela estava tendo orgasmo, ela então sentou no meu colo e começou a cavalgar e grudou seu rosto com o meu e começou a me beijar, eu não aguentei muito mais é avisei que ia gozar e ela me pediu pra gozar dentro, ao que ela eu obedeci. Ela caiu sobre mim, não olhava pra mim é nem dizia nada, estava envergonhada, então eu puxei seu rosto e beijei ela novamente, quando terminamos o beijo ela finalmente falou " foi muito bom, mas é tão errado" eu respondi " eu sei, deve ser por isso que é tão bom". Ela riu, ainda faltava uma hora pra minha irmã chegar então eu fui tomar outro banho pra dormir.

Comentarios

Isso é verdadeiro amigo, muito massa, tenho esse desejo.

Por:Ribeiro em 03/03/2019 09:21
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto
foto avatar usuario qzc
Por: qzc
Codigo do conto: 15761
Votos: 4
Categoria: Incesto
Publicado em: 02/03/2019

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login

Mais contos desse usuario

Minha irmã

Comi minha irmã, minha mãe viu.

Acampamento em família


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2020 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados