Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

PUTINHA IGUAL MAMÃE.

Por: melzinha - Categoria: Heterosexual

DE REPENTE MAME COMEÇOU A PRESTAR MAIS ATENÇÃO EM MIM O PIOR ERA QUE ME TRATAVA COMO SE AINDA FOSSE VIRGEM NÃO SABENDO QUE JÁ DAVA MAIS QUE CHUCHU NA SERRA PARA QUEM QUISESSE ME COMER SENDO UM DELES MEU PROFESSOR DE SOCIOLOGIA QUE QUANDO ME PAGAVA PASSAVA ORAS CHUPANDO MINHA XOXOTA ME FAZENDO VER ESTRELAS PARA DEPOIS METER SEU CACETE SEM DÓ EM MINHA BOCETA E COM O DEDO EM MEU CU AFIRMAVA QUE ESTAVA ME PREPARANDO PARA O ANAL O QUAL AGUARDAVA ANSIOSAMENTE NÃO DEIXANDO QUE OUTROS NEM TOCASSE NELE. ESTE PROFESSOR A QUEM CHAMAREI DE GIL NÃO TINHA PRESSA EM ME COMER AO CONTRARIO DA MOLECA QUE ME PEGAVA ENTRAVA DE UMA SÓ VEZ ME CHACOLHAVA E GOZAVA MUITAS VEZES ME DEIXANDO COM MAIS VONTADE POREM GIL NÃO TINHA PRESSA EM ME CONQUISTAR ELOGIANDO MEU CORPO ESGUIO E CURVILÍNEO COM OS SEIOS AINDA EM FORMAÇÃO CINTURINHA FINA BUNDINHA REDONDA E ARREBITADA E ATENDENDO SEU PEDIDO AS CALCINHAS DE ALGODÃO FORAM SUBSTITUÍDAS PELAS MENORES POSSÍVEIS PORQUE UMA COISA QUE GIL ADORAVA ME DEIXANDO LOUQUINHA ERA CHUPAR MINHA BOCETA POR HORAS POR CIMA DA CALCINHA ME DEIXANDO ALUCINADA E DESESPERADA TAMANHA VONTADE DELE METER LOGO EM MIM PORQUE QUANDO A CALCINHA PARECIA GRUDAR EM MIM FICANDO TRANSPARENTE DE MOLHADA QUE ELE DEIXAVA COM SUA BABA E MEU PRAZER COM A LÍNGUA ELE TENTAVA AFASTAR ELA DE MIM E QUANDO CONSEGUIA FAZENDO ME SENTI SUA LÍNGUA QUENTE PELE COM PELE ENFIANDO EM MINHA BOCETA E LAMBENDO MEUS LÁBIOS ERA UMA LOUCURA QUANDO ME VIA REVIRANDO OS OLHOS DE PRAZER GIL VINHA BEIJAR MINHA BOCA DIVIDINDO COMIGO MEU GOZO E ENTRANDO COM CALMA SEM PRESSA E COM TODO O AMOR DO MUNDO ME FAZIA URRAR COM SEU CACETÃO ATOLADO EM MINHA BOCETA PELA LATERAL DA CALCINHA OU VEZ OU OUTRA COM ELA ARRIADA FICANDO NO MEIO DA BUNDA O QUE DEIXAVA GIL ALUCINADO DE PRAZER DESCONTANDO EM MIM TODO SEU TESÃO ME DEIXANDO MORTINHA DE TANTO ME FAZER GOZAR ATÉ ENCHER MINHA BOCETA DE PORRA TERMINANDO DE GOZAR EM MINHA BOCA QUE FAMINTA DEIXAVA GIL LIMPO E EM ALGUMAS VEZES EM PONTO DE BALA PARA METER MAIS EM MIM. FODA FOI QUANDO GIL COMEÇOU A ME EVITAR E MESMO SABENDO QUE ERA O CERTO A FAZER NÃO CONSEGUIA ME CONTROLAR QUERENDO MATAR SUA ESPOSA QUE VEZ OU OUTRA IA BUSCAR ELE NO COLÉGIO E ASSIM NOSSOS ENCONTROS ESTAVAM CADA VEZ MAIS ESCASSOS COM ELE ME COMENDO SOMENTE QUANDO FORÇAVA A BARRA AMEAÇANDO CONTAR PARA TODOS O QUE ELE FAZIA COMIGO ATÉ O DIA QUE IMPLOREI PARA COMER ME O CU COMO PROMETERA PORQUE ESTE TEMPO TODO GUARDEI O PARA ELE E COM UM BRILHO DIFERENTE NOS OLHOS GIL ME LEVOU PARA O TERRAÇO DO PRÉDIO E ME PRENSANDO NA PAREDE RASGOU MINHA CALCINHA DEIXANDO ELA PENDURADA EM UMA DAS PERNAS E MANDANDO ME ABRIR A BUNDA SEGURANDO A SAIA LEVANTADA CHUPOU MEU CU ME FAZENDO VER ESTRELAS E UNTANDO CUSPINDO NELE ENTROU SEM DÓ TENDO QUE TAPAR MINHA BOCA PARA CONTER MEUS GRITOS TAMANHA DOR DILACERANTE QUE ESTAVA TENDO POREM QUANDO TENTEI FUGIR DELE TENDO QUE APOIAR AS MÃOS NO CHÃO PARA NÃO CAIR COM ELE GRUDADO ATRÁS DE MIM METENDO SEM DÓ ENQUANTO TERMINAVA DE TIRAR MINHA ROUPA SEM IMPORTAR COM O PESSOAL DOS PRÉDIOS AO LADO PODENDO NOS VER A DOR SUMIU COMO QUE MAGICA E ALUCINADA COM O IMENSO E INTERMINÁVEL PRAZER QUE GIL ME DAVA URREI DE PRAZER EM ORGASMOS INTENSO DIFERENTE DE TODOS QUE JÁ TIVE NA VIDA TOMANDO TODO MEU SER E CAINDO COM GIL DE PÉ TERMINANDO DE JOGAR O RESTO DE PORRA DE SEU CACETE JUNTO COM A CAMISINHA CHEIA EM CIMA DE MIM SE LIMPOU E SAIU CORRENDO AO VER O ZELADOR CONVERSANDO COM ELA QUERENDO SABER O QUE FAZIA ALI E ME DEIXANDO CAÍDA AO CHÃO COMO QUE MINHA VIDA SAINDO DE MIM NEM CONSEGUIA CHORAR TAMANHA TRISTEZA QUE SENTIA E JÁ COM A NOITE ALTA LEVANTEI ME LIMPANDO COMO DEU E PARA MEU DESESPERO O FILHO DA PUTA HAVIA TRANCADO A PORTA E PUTA DA VIDA MAIS COM GIL PORQUE SABIA QUE ESTAVA ALI E NÃO FEZ NADA QUANDO TENCIONAVA DESCER PELO PARAPEITO ATÉ UMA JANELA PRÓXIMA EM SEGUNDO O LOCAL ENCHEU DE CURIOSOS COM BOMBEIROS E AMBULÂNCIAS QUANDO ME SOCORRERAM NADA FALEI PARA DESMENTIR UM CARINHA QUE AFIRMOU QUE ESTAVA TENTANDO ME MATAR E AGARRADA EM MAME CHORAVA MAIS POR VER ELA CHORAR ME SENTINDO MAIS LEVE QUANDO GIL VEIO SE DESPEDI PEDINDO QUE DESSE UM TEMPO PARA ELE PORQUE SUA ESPOSA ESTAVA DESCONFIANDO ME FAZENDO RIR QUANDO FALOU QUE FICASSE NA MINHA PORQUE ME COMERIA SEMPRE E MESMO SABENDO QUE ERA SÓ ISSO QUE PODIA ME DÁ ME SENTI EM PAZ E FELIZ NOVAMENTE.MAME ESTAVA CADA VEZ MAIS ATENCIOSA COMIGO CHEGANDO A SER CHATA E COM NOSSA AMIZADE MAIS AFINADA DESCOBRI SEM QUERER QUE O VIZINHO DO NOSSO CONDOMÍNIO PEGAVA MAMÃE ME FAZENDO RIR AO VER CARA DE SANTA DELA TANTO É QUE SE NÃO SOUBESSE NUNCA ACREDITARIA QUE ESTAVA METENDO CHIFRES NO BOBÃO DE MEU PAI QUE PARECIA UM CORDEIRINHO FAZENDO TUDO O QUE ELA MANDAVA. MESMO DANDO PARA OS AMIGOS TENDO VEZES QUE FAZIA ISSO DE TRÊS A QUATRO VEZES AO DIA MINHA XOXOTA SENTIA A NECESSIDADE DA PICA DE GIL E SENTINDO ELA FORMIGAR DE DESEJO CHEGUEI A MELAR A CALCINHA QUANDO SOUBE QUE GIL HAVIA VIAJADO COM A ESPOSA PARA SUA CASA DE PRAIA E POR TERMOS CASA NA PRAIA VIZINHA CONVENCI SEU ARNALDO DE LEVAR MAME PARA A PRAIA QUANDO IA PERGUNTAR POR MEU PAI FALEI QUE IRIA SOMENTE EU E MAME EU E ELE O QUE ATENDEU PRONTAMENTE E DOIS DIAS DEPOIS MINHA XOXOTA FALTOU POUCO BATER PALMA QUANDO MAME VEIO COM CONVERSINHA QUE PRECISÁVAMOS DE UM TEMPINHO JUNTAS ME DEIXANDO FELIZ E MOLHADA AO ME CONVIDAR PARA IRMOS PARA A PRAIA E DANDO UMA DE INOCENTE QUANDO PERGUNTEI QUEM NOS LEVARIA PORQUE ELA NÃO GOSTA DE DIRIGIR POR MEDO ME FALOU QUE PEDIU PARA SEU ARNALDO NOS LEVAR FICANDO SEM GRAÇA DESCONVERSANDO QUANDO FALEI QUE SEU ARNALDO IA PASSAR BEM COM TUDO AQUILO, MOSTRANDO SEU CORPO MARAVILHOSO. NAQUELA NOITE QUANDO CHEGAMOS NA PRAIA NÃO ACREDITEI QUANDO MAME ME DEIXOU IR SOZINHA TOMAR SORVETE ONDE APROVEITEI PARA PASSAR VARIAS VEZES EM FRENTE A CASA DE GIL VENDO SOMENTE SUA ESPOSA E OUTRAS DUAS PESSOAS POR ALI E QUANDO VOLTEI SENTI MAME UM POUCO ESBAFORIDA POREM NÃO VI SEU ARNALDO COM ELA MENTINDO QUE ELE HAVIA IDO EM BORA O QUE SOUBE DEPOIS QUE ELE HAVIA SE INSTALADO NO HOTEL PRÓXIMO DALI RAZÃO PELOS VÁRIOS SUMIÇOS DE MINHA MÃE. NUM DESSES ME VENDO SOZINHA VESTI UM BIQUINI FIO DENTAL BEM CURTINHO E ENTERRADO QUASE NÃO CONSEGUINDO COBRIR MEUS LÁBIOS VAGINAIS SALIENTANDO MINHA BOCETA DEIXANDO ELA MAIS ESTUFADINHA DE TÃO APERTADO QUE ERA O FIO DENTAL E OS SEIOS FICAVAM QUASE A MOSTRA UMA BOLSINHA DE MÃO COM O CELULAR E ALGUM DINHEIRO COBRI A BUNDA COM UMA CANGA E SAI ANDANDO PELA PRAIA ME SENTINDO A RAINHA DO PEDAÇO TENDO QUE ENTRAR VEZ OU OUTRA NA ÁGUA TAMANHO MEDO DE ME VEREM MOLHADA E MESMO UM POUCO ENVERGONHADA ME ANIMEI A TIRAR A CANGA QUANDO VI GIL E ESPOSA SE PEGANDO PARECENDO QUE IAM TRANSAR ALI MESMO NA BEIRA DA ÁGUA E ME VENDO TEVE TRABALHO PARA ME OLHAR SEM A PIRANHA DE SUA ESPOSA VER E JÁ ALGUNS METROS A SUA FRENTE FINGI NÃO VER ELE E ESPOSA CAMINHANDO ATRÁS DE MIM ME DEIXANDO DE BOCETA INCHADA DE VONTADE DE SEU CACETE ME DANDO EXCITAÇÃO FORA DO COMUM SÓ EM SABER QUE ELE ESTAVA ME QUERENDO E NÃO LIGANDO PARA TRÊS RAPAZES QUE ME CUMPRIMENTAVAM FALANDO GRACINHAS VOLTEI AO VER GIL ENTRANDO NA TRILHA DA BICA PUXANDO A ESPOSA PELA MÃO DANDO IMPRESSÃO QUE ELA NÃO QUERIA IR E ENTRANDO ATRÁS NÃO ME DEI CONTA QUE OS RAPAZES TAMBÉM ENTRARAM POREM QUANDO GIL E ESPOSA MERGULHOU SAINDO NA ILHA SEM PENSAR EM NADA MERGULHEI ATRÁS SEM IMPORTAR COM DOCUMENTO E CELULAR FICANDO MAIS CALMA E DE BOCETA EM BRASA AO SABER QUE SÓ ESTAVA NÓS TRÊS POR ALI E DE ESPREITA COM O CORPO ARQUEADO ATRÁS DE UMA PEDRA MORRI DE INVEJA DA PIRANHA AO VER GIL ENCOSTADO COM ELA AJOELHADA EM SUA FRENTE SEGURANDO SEU CACETE COM ELE BRIGANDO COM A VADIA PARA CHUPAR DIREITO QUANDO GIL PEGOU ELA COM BRUTALIDADE IGUAL FAZ COMIGO FAZENDO ELA FICAR MEIO DEITADA NA PEDRA TENDO QUE TIRAR SEU BIQUINI A FORÇA DEIXANDO ELE NO MEIO DA BUNDA DELA E METENDO PARECENDO ESTA COM RAIVA DA VADIA QUANDO ME DEI CONTA MEU BIQUINI ESTAVA NO CHÃO PRESO EM UM DOS PÉS E COM A MÃO QUASE ATOLADA NA BOCETA ALISAVA MEU GRELO DESEJANDO A PICA DE GIL E QUASE GOZANDO LEVEI UM BAITA SUSTO QUANDO UM CARINHA ME SEGUROU ME DEIXANDO SEM AÇÃO TANTO É QUE QUANDO GIL OLHOU ME ESCONDI ATRAS DO CARINHA QUE ME AGARRANDO TENTOU BEIJAR MINHA BOCA ME DEIXANDO FRUSTRADA POR DESISTI FÁCIL POREM QUANDO METEU A BOCA EM MEU SEIO LAMBENDO BEIJANDO E CHUPANDO DEMOSTRANDO MUITA HABILIDADE NO QUE FAZIA TIVE QUE SEGURAR SUA MÃO COM SEUS DEDOS EM MINHA BOCETA ME TOCANDO COMO NUNCA NINGUÉM ME TOCOU ANTES E GOZANDO MOLHEI A MÃO DO CARA COM MEU PRAZER PORÉM QUANDO QUIS METER NÃO DEIXEI POR ESTAR SEM CAMISINHA E RECUSANDO METER EM MEU CU COMO SUGERI ELE METEU UM TAPA EM MINHA CARA E ARRANCANDO A PARTE DE CIMA DO BIQUINI ME JOGOU AO CHÃO ME DEIXANDO ALUCINADA QUANDO TIROU A BERMUDA MOSTRANDO UM CACETE DE UNS VINTE E CINCO CENTÍMETROS E SEM CONSEGUI PENSAR EM MAIS NADA A NÃO SER AQUELE CACETE DENTRO DE MIM FOMOS SURPREENDIDOS POR GIL QUE METENDO PORRADA NO CARA PÔS ELE PARA CORRER E ME AJUDANDO A ME RECOMPOR COM SUA ESPOSA ME ABRAÇANDO PERGUNTANDO SE ESTAVA BEM SEM SABER QUE MEU CHORO ERA PARA SEGURAR A VONTADE DE METER A MÃO NA CARA DELES QUE NA BOA INTENÇÃO, MAIS POR CIUMES DE GIL ME DEIXARAM NA MÃO E ASSIM DE VOLTA PARA CASA ONDE ENTREI AS PRESSAS NO BANHO ENQUANTO MAME PREPARAVA ALGO PARA COMERMOS, NAQUELA MESMA NOITE SEGUI ELA DESCOBRINDO ONDE SEU ARNALDO ESTAVA E DE MADRUGADA ASSIM QUE MAME DORMIU COLOQUEI UM VESTIDINHO SEM NADA POR BAIXO E FUI PARA O APTO DE ARNALDO ONDE ELE MUITO TARADO SÓ ME DEIXOU IR EMBORA QUANDO O DIA AMANHECIA ME FAZENDO PROMETER DAR PARA ELE MAIS VEZES. HOJE MESMO NOIVA COM ARNALDO E GIL CONVIDADOS PARA SEREM MEUS PADRINHOS QUASE NÃO VEJO MAIS GIL PORQUE AGORA MINHAS VONTADE ESTÃO TODAS COM ARNALDO QUE CONTINUA SENDO AMANTE DE MAMÃE POREM VEZ OU OUTRA TEM QUE ME SATISFAZER TAMBÉM POREM ISSO PROMETO CONTAR OUTRA HORA. BEIJOS. MEL.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2020 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados