Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

QUERO DE NOVO

Por: melzinha - Categoria: Traicao

QUANDO ENTRAMOS NAQUELA TRILHA QUE MAL CABIA O CARRO SENTIA COMO QUE VOLTAR NO TEMPO LEMBRANDO MINHA INFÂNCIA NAQUELE SITIO DE MEUS AVÓS E AGORA DEPOIS DE ANOS RETORNARIA ALI VENDO POUCAS MUDANÇAS NA PAISAGEM E COM O CORAÇÃO DOÍDO POR SABER QUE VOVÔ NÃO ESTAVA MAIS CONOSCO QUANDO ATRAVESSAMOS AQUELE CÓRREGO COM ÁGUAS CRISTALINAS SENTI ALGO QUENTE ESCORRER REPENTINO EM MINHA XOXOTA PORQUE FORA ALI QUE PERDIA A VIRGINDADE COM UM PRIMO E ISSO DESPERTOU UM REPENTINO TESÃO FICANDO FRUSTRADA PORQUE MEU MARIDO NÃO QUIS PARAR O CARRO PARA EU OLHAR MELHOR PARECENDO VER EU SENTADA NO BARRANCO COM MEU PRIMO EM PÉ DENTRO DA ÁGUA MANDANDO MEU CABAÇO PRA CUCUIA E QUEM SABE UMA RAPIDINHA. PARA MINHA DECEPÇÃO NEM ME DEIXOU PEGAR EM SEU CACETE ALEGANDO JÁ ESTA ESCURECENDO E QUE TÍNHAMOS QUE CHEGAR LOGO SEGUIA O MAPA QUE MAME FEZ E NÃO QUERIA SE PERDER. DEPOIS DA CALOROSA RECEPÇÃO ONDE CHOREI MUITO ABRAÇADA COM VOVÓ FOMOS PARA A SALA COLOCAR A CONVERSA EM DIA COM MEU MARIDO E MEU PAI SÓ QUERENDO ENCHER A CARA DE CACHAÇA. APESAR DO INSUPORTÁVEL CALOR NOS MANTÍNHAMOS DENTRO DE CASA DEVIDO A GRANDE QUANTIDADE DE MOSQUITOS E SENTADA ENTRE MAME E VOVÓ LEMBRÁVAMOS O PASSADO ONDE MINHA MÃE FAZIA QUESTÃO DE LEMBRAR O QUANTO EU ERA SAPECA E O TRABALHO QUE DAVA PARA ELA QUANDO LEMBROU DE RODRIGO O FILHO DO VIZINHO AO ME QUESTIONAR SE JÁ FIQUEI COM ELE A ME VER SEM GRAÇA VOVÓ INTERVEIO FALANDO QUE ELE ERA UM TREMENDO GALINHA REVELANDO PARA TODOS QUE ELE PEGOU MAME VARIAS VEZES E SEM GRAÇA DESCONVERSOU MUDANDO DE ASSUNTO QUANDO PAPAI CHEGOU E ASSIM RINDO E LEMBRANDO O PASSADO FICAMOS ATÉ DE MADRUGADA CONVERSANDO E LEMBRANDO O ACONTECIDO ENQUANTO MORÁVAMOS ALI. NO QUARTO ATÉ MEXI COM MEU MARIDO QUE DORMIA COMO MORTO E ASSIM MAIS UMA VEZ NA MÃO DORMIR COMO NUNCA TAMANHO SILENCIO E MAGIA DO LUGAR. DIA SEGUINTE ACORDEI JUNTO COM VOVÓ DEIXANDO MEU MARIDO NO QUARTO MORTO DE RESSACA TENDO UMA CONVERSA MUITO GOSTOSA E PROVEITOSA COM MINHA VOVÓ ONDE MAGOAS FORAM DESFEITAS COM ELA ME DANDO MUITA PAZ E ESPERANÇA NOS DIAS VINDOUROS, A TARDE RESOLVI IR À CASA DE UMA AMIGA DE INFÂNCIA PORQUE VOVÓ GARANTIU QUE OS PAIS DELA AINDA MORAVA NO MESMO LUGAR E CONTRARIANDO SUAS ORIENTAÇÕES RESOLVI CORTAR CAMINHO MESMO PORQUE ERA O CAMINHO QUE COSTUMAVA FAZER QUANDO IA NA CASA DELA POREM PELA PRIMEIRA VEZ DIRIGINDO ACABEI ATOLANDO O CARRO PARA PIORAR NÃO SE VIA UMA VIVA ALMA POR ALI E ASSIM QUANDO TRANCAVA O CARRO TENCIONANDO SEGUIR A PÉ VOLTEI PARA DENTRO TRANCANDO AS PORTAS AO VER TRÊS HOMENS CHEGANDO E COM A NÍTIDA INTENÇÃO DE AJUDAR ACABEI RELAXANDO E CONVERSANDO COM UM DELES AO MEU LADO FIQUEI SEM GRAÇA QUANDO ELE OLHOU PARA O MEIO DE MINHAS PERNAS QUASE CONSEGUINDO VER MINHA CALCINHA E SEM GRAÇA NEM PENSEI QUANDO MANDOU ME DESCER PORQUE IAM TIRAR MEU CARRO DALI POREM QUANDO DESCI ELE ME AGARROU CHEGANDO A ENTRAR NO MEIO DE MINHAS PERNAS E ME SEGURANDO PELOS CABELOS COM SUA MÃO EM MINHA NUCA AMEAÇOU ME BATER SE GRITASSE E QUANDO TENTOU ME BEIJAR SOLTEI O CORPO CAINDO SENTADA NO CHÃO DO CARRO E MAIS QUE DEPRESSA O FILHO DA PUTA TIROU O CACETE PARA FORA ESFREGANDO EM MINHA CARA MANDANDO ME CHUPAR LASCANDO UM FORTE TAPA EM MINHA CARA QUANDO RECUSEI E COM LÁGRIMAS ESCORRENDO EM MINHA FACE CHEGAVA A ME ENGASGAR ENQUANTO ELE FODIA MINHA GARGANTA NUM VAI VEM FRENÉTICO FAZENDO A VONTADE DE CHORAR AUMENTAR JUNTO COM O DESESPERO AO VER OS OUTROS DOIS NOS OLHANDO ALISANDO SEUS CACETES ME DEIXANDO PREOCUPADA POR UM DELES PARECIA UM CAVALO E MAIS QUE DEPRESSA COMECEI A SER GENTIL PORQUE MINHA ESPERANÇA ERA GANHAR ELES NA CONVERSA E CONVENCER O PINTUDO A NÃO METER EM MIM QUANDO DE REPENTE O RAPAZ ME PUXOU PARA CIMA ME FAZENDO ARQUEAR O CORPO NO BANCO FICANDO DE COSTAS PARA ELE ENQUANTO COM AJUDA DOS OUTROS CARAS TIVE MEU VESTIDO ARRANCADO DE MIM JUNTO COM MINHA CALCINHA E QUANDO IA IMPLORAR AQUELE CACETE ESCORREGOU GOSTOSO PARA DENTRO DE MINHA XOXOTA COM ELE COMENTANDO QUE PUTINHA ERA TUDO IGUAL E ENQUANTO METIA ME ESFORÇAVA DEMAIS PARA NÃO DEMONSTRAR O PRAZER QUE ESTAVA TENDO POREM QUANDO O OUTRO SENTOU NO BANCO A MINHA FRENTE ME PUXANDO PARA ELE ME FAZENDO ABOCANHAR SEU CACETE ESQUECI A VIDA ME ENTREGUEI AO PRAZER NÃO SABENDO SE ME CONCENTRAVA NA CHUPETA OU CURTIA AS CUTUCADAS DAQUELE CACETE COM MAESTRIA EM MINHA BOCETA COM MEU GEMIDOS AGORA DESPUDORADOS AUMENTANDO JUNTO COM UM ORGASMO AVASSALADOR PRINCIPALMENTE AO VER DE RELANCE OUTRAS PESSOAS PASSANDO POR ALI O QUE ME DEIXAVA ENLOUQUECIDA DE PRAZER TANTO É QUE NEM LIGUEI CHEGANDO A EMPINAR MAIS A BUNDA QUANDO O CARA CACETUDO SE AJEITOU ATRÁS DE MIM ME DANDO UMA PISCADELA QUANDO PEDI QUE FOSSE DEVAGAR E TIVESSE CUIDADO COMIGO ME ELOGIANDO DANDO TAPINHAS EM MINHA BUNDA ENQUANTO OS OUTROS INCENTIVAVA O CARA A ENTRAR EM MIM PORQUE A GLANDE ESCORREGAVA QUANDO ELE ACERTAVA A ENTRADA DE MINHA XOXOTA MELADA QUANDO SENTI UMA DORZINHA INCOMODA AS BOLAS BATIAM EM MINHA BUNDA COM A GLANDE TOCANDO MEU ÚTERO E NUM VAI VEM CADENCIADO EXPLODI EM ORGASMOS DESCONTROLADOS COM O PRAZER IMENSAMENTE MAIOR QUE A DOR ENQUANTO AQUELE CAVALO SEGURAVA EM MINHA CINTURA CHEGANDO A CRAVAR AS UNHAS EM MINHA PELE PARA ME MATAR DE PRAZER ME DANDO ORGASMOS INTERMINÁVEIS COM ESTOCADAS FUNDAS RÁPIDAS E VIGOROSAS EM MIM QUASE ME VIRANDO AO AVESSO E JÁ TONTA COM O CORPO MOLE E DOLORIDO ELES ME CARREGARAM PARA UM QUARTINHO NO MEIO DE UM MILHARAL SE REVESSANDO DENTRO DE MIM TENDO UMA HORA QUE ME COLOCARAM SENTADA NA PICONA DO CARA E SEM FORÇAS ATÉ PARA GEMER TIVE OUTRO ORGASMO POREM QUANDO O OUTRO ENTROU EM MEU CU DOEU DEMAIS SENDO UM POUCO GOSTOSO QUANDO O QUE METIA EM MINHA BOCETA FICAVA PARADO E O QUE ESTAVA EM MEU CU METIA RÁPIDO PARECENDO UM MOTORZINHO POREM QUANDO O PRAZER PARECIA QUERER EMERGIR A DOR NÃO DEIXAVA SÓ SENDO GOSTOSO QUANDO UM DELES ME CHUPAVA ENQUANTO OS OUTROS DISPUTAVAM MEUS ORIFÍCIOS E ASSIM JÁ COM O SOL A PINO MEU PAI OS AMIGOS E ALGUNS VIZINHOS ME ENCONTRARAM DESACORDADA E LEVADA AS PRESSAS PARA O HOSPITAL FUI INDUZIDA AO COMA E OPERADA AS PRESSAS DEVIDO A HEMORRAGIA INTERNA PARA PIORAR TIVERAM QUE TIRAR MEU ÚTERO E DAR PONTOS EM MEU ÂNUS E VAGINA POREM MESMO COM SACO CHEIO DE TANTO SER INTERROGADA NÃO DENUNCIEI NINGUÉM MESMO TENDO A IMAGEM CLARA DELES ENQUANTO ME COMIAM E DESDE ENTÃO SÓ CONSEGUI TRANSAR COM MEU MARIDO DEPOIS DE SEIS MESES GRAÇAS A TERAPIA INTENSIVA QUE FAZIA E DESDE ENTÃO MINHAS ROUPAS PASSARAM A SER CURTAS DECOTADAS E GRUDADAS AO CORPO AS CALCINHAS FORAM TROCADAS POR FIO DENTAL OU FIOZINHOS TENDO NOITES QUE TENHO ORGASMOS ESPONTÂNEOS CHEGANDO A URINAR NA CAMA O QUE DEIXA MEU MARIDO DOIDO DE VONTADE DE METER EM MIM E NUMA DESSAS TEVE QUE ME PEGAR A FORÇA ME FAZENDO GOZAR DEMAIS E ASSIM SONHO EM BREVE RETORNAR A CASA DE MINHA VOVÓ PARA QUEM SABE SER ‘JUDIADA’ NOVAMENTE POR AQUELES TARADOS E ISTO ESTA ME CONSUMINDO DE PRAZER.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2020 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados