Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

O MINEIRINHO TRAÇOU O SEGURANÇA.

Por: oliveira10 - Categoria: Bisexuais
Pau Cavalo

Olá,há alguns meses venho adorando os contos depois de encontrar esse site,e o que vou descrever é verdadeiro,sempre tive vontade de contar isso pra alguém,mas não tenho coragem e essa seria uma boa oportunidade.

Então vamos lá,sou conhecido como Lico, hj tenho 45 anos,auto 1,80m,100kls,moreno me acho bonito e forte pois todos falam isso,estava trabalhando em uma empresa de segurança,prestando serviço em uma outra empresa e gostava de trabalhar ali,sempre fui comunicativo com amigos,colaboradores e clientes,em um final de tarde estava no portão da empresa me despedindo dos funcionários,uma tarde de calor bem agradável e uma amiga tropeçou ao sair já na calçada em frente e eu prontamente fui ajudá-la a se recompor mas um rapaz que passava tbm veio ao seu encontro com a mesma finalidade,ajudamos nossa amiga e ele perguntou a ela se não queria um pouco de água eu prontamente peguei água pra ela e se foi agradecidamente, ele ficou ali,eu o agradeci pela ajuda e ele permaneceu mais um pouco,achei estranho sua permanência e ficamos conversando,eu como segurança armado não podia ficar de papo no portão,fechei o mesmo e ficamos conversando pela grade,ele se apresentou como Marcio,mineiro de Juiz de Fora mais novo que eu,ele é claro olhos castanhos,magro era até bem simpático um porte atlético, tinha seu charme mas eu não tinha interesse algum pois sou casado minha vida é pra família e trabalho,não se passava em minha mente em me interessar por outra ou outro em minha vida,então ele disse que era novo na cidade e gostava de fazer caminhada e queria conhecer outras pessoas e fazer amizades,trocamos um numero de telefone e voltei aos meus afazeres,trabalhava dia sim dia não e passou se uns dois a três dia e recebo um telefonema e já havia esquecido até do rapaz,ele falou seu nome que tbm não veio na mente... e perguntei do que se tratava,ele me fez lembrar e achei estranho e esquisito um homem me logando,blz,conversamos e ele queria tomar um café e fazer com que nos conhecêssemos melhor mesmo assim achei estranho,marcamos no dia seguinte,estaria de folga mesmo e fiquei trabalhando pensativo,cheguei a conclusão de que o cara fosse apaixonado por caras fardados coisa assim.

dia seguinte as 14:oohs estava eu na pç principal da minha cidade esperando um cara pra conversar...puts ,ele chegou em seu carro e me chamou para irmos no bar da praça mais a frente,entrei e conversamos e ao invés da praça irmos em sua casa ali perto,concordei e fiquei pensativo...esse cara quer me dar rabo,essa porra e gay,vamos ver até onde vai essa porra.

Entramos em sua casa,por sinal muito bem arrumada,disse morar só,matei a charada mas continuei tranquilo,ficamos conversando e até que ele chegou no assunto,me serviu um pouco de aguá e pediu pra sentar,me acomodei em um sofá e continuamos,papo vai papo vem ele se levanta e vem em minha direção,pois é agora que eu vou dar um jeito de rapar fora...me levantei tbm e com as palavras na ponta da linguá já me aprontando,ele veio e segurou na minha cintura pediu pra ver a toba e tirou o seu pau tbm de dentro da bermuda,gente fiquei sem saber o que fazer,sem jeito fiquei ali e ele segurou minha toba passou a mão sobre meus ombros, nas minhas pernas e eu arrumando um jeito de sair,uma brecha,mas continuava me passando a mão e seu pau foi crescendo,crescendo e notei que o meu já estava duro ele ficou na minha frente e colocou o seu pau ao lado do meu segurou os dois com uma só mão e falou que gostava de fazer aquilo.

Eu então pensei,''É viado e quer que eu o coma''ele me chamou pro quarto e foi tirando a roupa,eu sem saber como sair daquilo decidi relaxar,dou uma rapidinha e depois meto o pé,vou embora,(pensei assim comigo),foi quando ele me segurou por traz com delicadeza fazendo com que eu deitasse na cama,ele se virou e apanhou um pacote de camisinhas e mandou que eu virasse de costas,pro meu espanto,não acreditava que estava ouvindo aquilo,então entramos em discussão por um tempinho,eu achei que vc queria que eu metesse em você ,-ele sorriu e exclamou que ele é quem iria fazer todo o serviço,já levantei da cama e dizendo que iria embora,sou casado amo minha esposa acho que confundimos as coisas,ele me pediu desculpas mas reparei que seu pau era maior que o meu,cabeçudo e longo eu meio sem graça e ele passando a mão em mim retribui o carinho e na conversa ele me fisgou,me senti um tolo mas cedi,deitei na cama e ele me fez uma massagem muito gostosa e falando em meu ouvido que sempre pega uns caras assim como eu,eu entrei na dele,sei lá,me deixei levar,ele pós a camisinha e se deitou em cima de mim,fechei os olhos no travesseiro e deixei a coisa acontecer,sua piroca estava dura e ele não colocava a mão nela,isso estava me incomodando,machucando,então eu peguei aquilo e coloquei na portinha e falei,vai de vagar não tenho costume de fazer essas coisas,ele foi muito carinhoso e introduziu seu mastro em meu cu,comecei a ver estrelas e pensando,que situação é esse que eu fui me meter...

Seu pau custou pra entrar e ele me falando umas coisas,me envolvendo com aquilo,massageando minha bunda e logo aquela piroca se alojava dentro de minhas entranhas,doía muito,não tem noção,mas a coisa foi ficando melhor,um vai e vem gostoso e ele fando em meu ouvido me traçou gostoso,(mineirinho filha da puta) ele metia com maestria,me fazendo delirar,me dava uns tapas na bunda,me elogiando o tempo todo,depois me virou pra cima e foi ainda mais delirante,sua piroca era meio de lado e batia la no fundo,logo logo ele começou a intensificar as estocadas e disse que iria gozar eu a essa altura   já não aguentava mais aquilo,e ele gozou e gozou,senti lá no fundo sua cabeça se movendo enquanto gozava,ele tirou seu mastro de dentro de mim e vi uma quantidade enorme de esperma,ele gozava muito,depois disso tomamos um banho,ele me serviu um café e fui embora,no caminho fiquei pensando o pq disso tudo acontecer,fiquei meio que arrependido e não parava de me culpar por isso.

Dia seguinte fui trabalhar,o dia seguia normal quando de repente sinto uma ereção,blz até ai normal,mais cada vez que isso acontecia ficava mais tempo do que o normal,passei aquele dia todo pensando no que acontecera no dia anterior e o pau duro o dia todo,passado um bom tempo,dias,semanas,ele liga pra saber como estava,eu não me contive e num instinto sem pensar chamei ele pra outra foda e marcamos outra e outras vezes.logo estarei contando mais sobre esse mineirinho safado.
Hoje mudei de cidade mas gostaria de me comunicar com uns caras tipo o mineirinho safado....

Comentarios

muito bom cara continuei

Por:pesquisador21 em 13/02/2020 11:46
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto
foto avatar usuario oliveira10
Por: oliveira10
Codigo do conto: 17852
Votos: 3
Categoria: Bisexuais
Publicado em: 31/01/2020

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login



Pau Cavalo

Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2021 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados