Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

O FILHO DA DONA MARIA

Por: melzinha - Categoria: Traicao

CONVERSANDO COM MINHA VIZINHA SOBRE O CANSAÇO DE MEU MARIDO ELA FALOU ATÉ COM CERTA MALICIA QUE O SEU TEVE ESTE MESMO PROBLEMA E RESOLVEU TOMANDO UM CHÁ DE ERVA QUE DONA MARIA TEM EM SEU QUINTAL. DONA MARIA É UMA SENHORA BENZEDEIRA DE QUASE OITENTA ANOS E ME INCENTIVANDO A IR BUSCAR A ERVA AFIRMANDO QUE VAI FAZER UM BEM DANADO PARA MEU CASAMENTO ME ALERTANDO QUE DEVIA PEGAR COM O FILHO DE DONA MARIA PORQUE ELE SABE QUAL ERVA É. NUMA TARDE EM QUE MEU MARIDO CHEGOU EM CASA FICANDO CONVERSANDO COM OS VIZINHOS, ASSIM QUE SAI A VIZINHA ME LEMBROU DO CHÁ ME INCENTIVANDO A IR DO JEITO QUE ESTAVA VESTIDA AVISANDO QUE NÃO TINHA NADA DE MAIS ME DANDO UM RISINHO MALICIOSO E UMA PISCADELA, MESMO SEM ENTENDER DIREITO DO QUE SE TRATAVA PEDI PARA MEU MARIDO ESPERAR QUE JÁ VOLTAVA E DEI UMA CORRIDINHA ATÉ A CASA DE DONA MARIA QUE ME RECEBEU DE DENTRO DE CASA MANDANDO ME ENTRAR POR NÃO PODER ANDAR. DEPOIS DE CONVERSARMOS UM POUCO PELA JANELA FUI PEGAR A TAL ERVA. DEPOIS DE TRÊS OU QUATRO TENTATIVA ACERTEI QUAL ERA E ASSIM ABAIXADA COM A BUNDA EMPINADA CONVERSAVA ANIMADAMENTE COM DONA MARIA ENQUANTO PEGAVA A ERVA QUASE MORRENDO DE SUSTO QUANDO SEU FILHO ME AGARROU POR TRÁS TENTANDO TIRAR MEU SHORT ENQUANTO MORDIA MEU OMBRO E NUCA INTERROMPENDO MEU GRITO TAPANDO MINHA BOCA AMEAÇANDO ME MATAR NA PORRADA SE CONTINUASSE GRITANDO E RESPONDENDO, MESMO APAVORADA PARA DONA MARIA DISSE NÃO SE NADA QUE AS FORMIGAS TINHAM ME PICADO COM ELA FICANDO MAIS CALMA QUANDO SEU FILHO FALOU QUE PODIA DEIXAR QUE IA CUIDAR DE MIM. APAVORADA COM SUAS MÃOS ALISANDO MEUS SEIOS COM VIOLÊNCIA ESTREMECI QUANDO SEU CACETE ENTROU EM MEU SHORT INDO CUTUCAR MINHA BOCETA POR CIMA DA CALCINHA NO MEIO DE MINHAS PERNAS ME FORÇANDO A APOIAR NO TANQUE MANDANDO ME ABRIR AS PERNAS SEMPRE AMEAÇANDO ME BATER SEGURANDO FIRME EM MEUS CABELOS SEM IMPORTAR COM MEU CHORO IMPLORANDO QUE NÃO FIZESSE AQUILO. FALANDO COISAS SEM SENTIDO TENTANDO ME BEIJAR MORDENDO MINHAS BOCHECHAS O FILHO DA PUTA ABAIXOU MEU SHORT E CALCINHA QUE FORAM PARAR NOS PÉS E DANDO TAPAS FORTES EM MINHA BUNDA SEM IMPORTAR COM SUA MÃE QUE PERGUNTAVA O QUE ESTAVA ACONTECENDO PROVAVELMENTE AO OUVIR MEU CHORO ELE PINCELANDO SEU CACETE QUE MAIS PARECIA UMA TORA NO MEIO DE MEUS LÁBIOS COMENTANDO ALGO AO ME VER MOLHADA E ME DEBATENDO PARA FUGIR O QUE DAVA MAIS TESÃO NELE NA QUE TENTAVA A TODO CUSTO METER EM MINHA BOCETA NÃO ME DEIXANDO FECHAR AS PERNAS QUANDO NA TERCEIRA OU QUARTA TENTATIVA AQUELA TORA ENTROU ABRINDO CAMINHO ADENTRO EM MINHA BOCETA SÓ PARANDO QUANDO AS BOLAS BATERAM EM MINHA BUNDA ME DANDO UMA SENSAÇÃO MARAVILHOSA E ENLOUQUECEDORA E AGORA MEU ESFORÇO ERA PARA NÃO DEMONSTRAR PRAZER POQUE NÃO QUERIA DAR O GOSTO PARA AQUELE TARADO SEM VERGONHA QUE ME COMIA ALI NO QUINTAL SENDO QUE QUEM PASSE NA RUA PODIA NOS VER E ISSO PARECIA DAR MAIS TESÃO NELE QUE INDO CADA VEZ MAIS FUNDO E COM VONTADE EM MINHA BOCETA ME CHAMANDO DE PUTA VADIA RINDO MAIS AINDA QUANDO DEIXEI ESCAPAR UM GEMIDO ALISANDO SEU CACETE PARA CONSTATANDO QUE ENTROU TUDO E SENTINDO MINHA BOCETA NO MAXIMO DE SUA ELASTICIDADE SEGURANDO AQUELA TORA PARECENDO NÃO QUERER LARGAR DELA NÃO CONSEGUI SEGURAR MAIS O PRAZER IMENSURÁVEL QUANDO ELE NUM VAI VEM CADENCIADO SEMPRE ME XINGANDO MORDENDO MINHA NUCA E COSTAS DANDO TAPAS EM MINHA BUNDA ME FEZ ESTREMECER NUM ORGASMO INTERMINÁVEL ME FAZENDO ESTREMECER DE PRAZER E INTENSIFICANDO O CHORO AGORA DE PRAZER ELE AUMENTOU O RITMO DAS METIDAS E URROU FORTE AO ME ENCHER DE PORRA SAINDO DE MIM RÁPIDO QUANDO SUA MÃE PERGUNTOU O QUE ESTAVA ACONTECENDO E AINDA BAMBA COM A BOCETA EM BRASA COM MEU PRAZER ESCORRENDO EM MINHAS PERNAS SEM CONSEGUI ENCARAR O FILHO DA PUTA POREM ALIVIADA AO VER ELE TIRANDO O PRESERVATIVO ENQUANTO AJEITAVA A CALCINHA E O SHORT BALANCEI A CABEÇA DANDO SINAL QUE SIM QUANDO O FILHO DA PUTA SEGURANDO MINHA MÃO PERGUNTANDO SE VOLTAVA NOVAMENTE E DANDO UM FORTE TAPA EM MINHA BUNDA ME MANDOU EMBORA FALANDO QUE DA PRÓXIMA SERIA A VEZ DE MEU CUZINHO. COM A EXCITAÇÃO AO EXTREMO ASSIM QUE CHEGUEI EM CASA CORRI PARA O BANHO NÃO CONSEGUINDO FUGIR DE MEU MARIDO QUE AJOELHANDO A MINHA FRENTE CHUPOU MINHA BOCETA TENTANDO ENFIAR A LÍNGUA TODA NELA CADA VEZ COM MAIS GOSTO QUERENDO SABER O QUE HAVIA ACONTECIDO POR ESTA DAQUELE JEITO E GEMENDO EM ORGASMOS AVASSALADORES TEVE QUE ME SEGURAR PARA EU NÃO CAIR POREM QUANDO ME PRENSOU NA PAREDE SEGUREI SEU CACETE DIRECIONANDO PARA MEU CU CHEGANDO A ME ARREPENDER DESSA LOUCURA PORQUE O MARIDÃO METEU COMO LOUCO MESMO SEM PRESERVATIVO ENQUANTO PARECIA SENTIR AINDA O CACETE DO FILHO DA DONA MARIA EM MINHA BOCETA E COM ESTOCADAS VIGOROSAS EM MEU CU SEM MESMO SABER PORQUE CHORAVA MORRI DE TANTO GOZAR COM MEU HOMEM TENDO QUE TERMINAR DE ME DAR BANHO E ME COLOCAR PARA DORMIR DE TÃO EXAUSTA QUE ME DEIXOU. DIA SEGUINTE NEM CONSEGUI ME CONCENTRAR NOS MEUS AFAZERES ME SENTINDO CULPADA PARECENDO TER A OBRIGAÇÃO DE CONTAR PARA MEU HOMEM POREM A VONTADE DE SENTIR ISSO NOVAMENTE ME FAZIA TREMER DE PRAZER CHEGANDO A MELAR A CALCINHA. TENTAVA A TODO CUSTO NÃO PENSAR NO ACONTECIDO QUANDO NO CAIR DA TARDE SENTI A BOCETA MEREJAR MOLHANDO A CALCINHA E O CU PISCAR RELEMBRANDO O ACONTECIDO AO VER O FILHO DE DONA MARIA PASSAR EM FRENTE DE MINHA CASA PARECENDO QUERER VER ALGUMA COISA E QUANDO SUMIU EM DIREÇÃO A SUA COM A ANSIEDADE A MIL E SEM CONSEGUI PENSAR DIREITO QUASE TIVE UM ORGASMO SÓ EM PENSAR NA LOUCURA QUE FARIA NOVAMENTE E DANDO UM TEMPINHO TIREI A CALCINHA E SOMENTE DE VESTIDINHO FUI SORRATEIRAMENTE PARA LÁ COM ELE ME PEGANDO NO PORTÃO SEM IMPORTAR COM ALGUMAS PESSOAS POR ALI NOS OLHANDO ME DANDO UM BEIJO DE TIRAR O FOLEGO, A PRINCIPIO ATE COM CERTA VIOLÊNCIA POREM INDO DEIXANDO CADA VEZ MAIS GOSTOSO NÃO CONSEGUI RESISTI QUANDO ME LEVOU PARA UM QUARTINHO DE FERRAMENTAS NO FUNDO DO QUINTAL QUASE ME MATANDO DE TANTO METER EM MIM QUE GEMENDO ESCANDALOSAMENTE IMPLORAVA PARA QUE METESSE MAIS E JÁ MOLINHA ME AJEITOU DEBRUÇADA EM CIMA DE UM FOGÃO DE LENHA VELHO E MANDOU PICA EM MEU CU COM TAMANHA HABILIDADE DOENDO BEM MENOS QUE QUANDO MEU MARIDO QUE TEM O CACETE BEM MENOR QUE O DELE ME COME E JÁ VESGA DE TANTO GOZAR ENCHEU MEU CU DE PORRA ME MANDANDO FICAR NA POSIÇÃO E SAINDO DALI AVISANDO QUE JÁ VOLTAVA SENTIA O VENTO FRIO NA BUNDA E MEU GOZO ESCORRENDO EM MINHAS COXAS. IMAGINANDO QUE FOSSE BUSCAR MAIS PRESERVATIVO REUNIA FORÇA PARA CONVENCE-LO A DEIXAR ME IR EMBORA PORQUE ESTAVA NA HORA DE MEU MARIDO CHEGAR POREM O FILHO DA PUTA FOI LAVAR A PICA PARA EU CHUPAR AFIRMANDO QUE SÓ SAIRIA DALI DEPOIS QUE GOZASSE EM MINHA BOCA E JÁ COM A BOCA DORMENTE DEI GRAÇAS A ZEUS QUANDO ENCHEU ME DE PORRA MANDANDO ME ENGOLIR NÃO ME DEIXANDO LAVAR A BOCA AVISANDO QUE DEVIA BEIJAR MEU HOMEM QUANDO CHEGASSE EM CASA E ASSIM RELUTANTE EM ENTRAR EM CASA AO VER O CARRO DO MEU MARIDO NA GARAGEM PENSANDO QUAL MELHOR DESCULPA PARA DAR A ELE QUANDO ELE CORREU ATÉ MIM PERGUNTANDO SE ESTAVA TUDO BEM AO ME VER TODA SUJA E MENTINDO QUE ESTAVA DANDO UMA GERAL NA CASA DE DONA MARIA ELE RIU MALICIOSAMENTE QUANDO RESPONDI QUE NÃO AO PERGUNTAR SE O FILHO DELA ESTAVA LÁ E ME ABRAÇANDO ME BEIJOU GOSTOSO PARECENDO QUERER SABOREAR ALGO EM MINHA BOCA MESMO SEM SABER O QUE ERA E ME LEVANDO PARA CAMA NÃO ME DEIXOU TOMAR BANHO ME DEIXANDO BASTANTE ENVERGONHADA QUANDO QUASE RASGOU MEU VESTIDO ME JOGANDO DEITADA NA CAMA E BRINCANDO COM OS DEDOS EM MINHA BOCETA PARECENDO INVESTIGAR ALGO NELE, VEZ OU OUTRA ENFIAVA OS DEDOS NELA E LAMBIA POREM QUANDO METEU A BOCA SERPENTEANDO A LÍNGUA EM MEU GRELO SÓ NÃO GOZEI MAIS EM SUA BOCA PORQUE NEM PARA ISSO TINHA MAIS FORÇA DESISTINDO DE TENTAR FUGIR DELE POR ESTA MUITO SENSÍVEL POREM QUANDO METEU EM MIM ME FEZ DESFALECER NUMA GOZADA MAGICA E ETERNA E JURANDO ME AMA DEITOU AO MEU LADO ME CHAMANDO DE SUA VADIA ME FAZENDO DORMIR DEPOIS DE RESPONDER QUE SIM QUE DIA SEGUINTE IA AJUDAR DONA MARIA NOVAMENTE. DE UNS DIAS PARA CÁ MEU VIZINHO ESTA FAZENDO TUDO PARA ME PEGAR CHEGANDO A SER INCONVENIENTE ME CANTANDO NA FRENTE DE MEU MARIDO QUE SÓ DA RISADA E A DESCONFIANÇA QUE MEU MARIDO E VIZINHO SABEM QUE DOU PARA O FILHO DE DONA MARIA, ASSIM COMO QUASE TODAS AS MULHERES DA RUA SE CONFIRMOU QUANDO UMA DAS VIZINHAS VEIO ME ALERTAR QUE TOME CUIDADO PORQUE JÁ ESTOU MAU FALADA NA RUA.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados