Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

Amigo é pra essas coisas,parte 2.

Por: Plebeu - Categoria: Traicao

Com nossas línguas se cruzando,nem preciso descrever como meu pau estava, totalmente nu minha pica balançava pra cima e pra baixo de tesão,fico meio bicho mesmo a vontade de devorar a buceta alheia me elouquecia,e a aparecida que estava mais louca do que eu grudou na minha cintura e ficou subindo e descendo,de tesão,sua perna esquerda desceu ao chão e a direita levantada, que não sei como ela conseguiu se manter naquela posição,enfiei minha pica a dentro da gruta da buceta com calcinha e tudo,claro que perdi algumas preliminares,tipo colocar ela pra mamar no meu pau ou eu lamber sua gruta suculenta, mais a adrenalina que permeava em nós, não tínhamos muito tempo para prolongar a curtição,ou era logo meter,ou corríamos o risco de sermos pegos por alguém.

Que cena mais linda,a cabeça do meu pau brilhava,na entrada da xota dela,enfiei com tudo,e a cabeça foi engolida pela buceta que te tanto molhada de porra dela,se deixássemos,a comeria daquele jeito mesmo.Ela que pegou seu celular com sua mão esquerda num gesto super rápido com a mão direita iluminou com a tela do seu celular a buceta cabeluda,só deu tempo de puxar para o lado a calcinha encharcada,a minha pica ao ter a passagem desobstruída tomou posição e comecei a tentar meter,ela fez menção de gritar,de dor e de tesão,como falei meu pau é grosso,so percebi o quanto sua buceta era apertadinha, quando introduzi a cabeça do meu pau a dentro de sua gruta,ela subiu de volta a minha cintura,e no sobe e desce de pica num tem buceta que não se encaixe rsrs.

Nossa que trepada gostosa,o terço continuava lá fora,o corno do marido em outra cidade e a linda senhora de saia branca, subindo e descendo no meu mastro,a coloquei de pernas abertas em cima da mesa, que é de junco maciço,mal fazia barulho,meti meti meti gostoso naquela buceta cabeludinha,ela com suas unhas me penetrava nas minhas costas,me chamava de gostoso e tesão, mais o mais gostoso ali claro era sua buceta apertadinha e que a cada metida minha a bichinha mais se alargava.

Como de costume,ela começou a peidar,uns peidinhos fininhos, outros meio exagerados, não percebi se fedia,eu queria era aproveitar o máximo da metecao e comer ela a vontade,e foi o que fiz,seu gozo chegou e junto o meu tmb,inundei sua buceta de porra e ainda sobrou pra lambuzar os pentelhos da xota rsrsrs.Ela achou que tinha engolido tudo minha pica, mais fiquei com certo receio de a sangrar por dentro e comi só na maceota de meio pau,a levantei da mesa,ela só ajeitou-se e meio cambaleando foi pra roda da novena,ao chegar na porta de acesso dei-lhe um forte tapa na bunda,e no seu ouvido disse que a comeria o cuzinho tmb,claro não sei como conseguiria, mais ia tentar,ela deu um sorrisinho,se ajeitou como pode, principalmente os cabelos,e ainda pude ouvir seus peidinhos entoando pelo corredor, peguei a toalha e fui no banheiro tomar uma ducha...

Continua.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto

foto avatar usuario Plebeu
Por: Plebeu
Codigo do conto: 17209
Votos: 0
Categoria: Traicao
Publicado em: 09/10/2019

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados