Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

MINHA ESPOSA, MINHA MÃE EU E MEU PAI.

Por: charlinhos - Categoria: Incesto

NAS FÉRIAS RESOLVEMOS IR PARA O SITIO DO MEU PAI NO INTERIOR DE SAMPA PORQUE DESDE QUE COMPROU FUI LÁ UMA OU DUAS VEZES ALÉM DO MAIS DAVA GOSTO VER A ALEGRIA DE MINHA ESPOSA QUE A TEMPOS RECLAMAVA SAUDADES DE MEUS PAIS POR SER MUITO LIGADA A ELES, ESPECIALMENTE EM PAPAI A QUEM TEM COMO AMIGO E CONSELHEIRO.
MINHA ESPOSA ESTAVA TÃO ANSIOSA QUE NEM QUIS NADA COMIGO NAQUELA SEMANA E COM A VONTADE AUMENTANDO RESOLVI SEGURAR MESMO PORQUE TENCIONAVA METER PICA NELA NA CACHOEIRA LUGAR PREDILETO DELA.
PASSADO O AUÊ DA CHEGADA NÃO VI MALICIA NENHUMA QUANDO MEU PAI ABRAÇOU MINHA ESPOSA A QUEM CHAMAREI DE SILVIA E CAMINHANDO PARA DENTRO DE CASA SUA MÃO PAROU EM SUA CINTURA E VEZ OU OUTRA PARECIA ACOMPANHAR O ELÁSTICO DA CALCINHA INDO QUASE NA BUNDA DE SILVIA E COMO MAME NÃO FALAVA NADA ACHEI SER PELO BALANÇO DO ANDAR MESMO PORQUE PAPAI SEGURAVA SILVIA QUE PARECIA ESTAR COM DIFICULDADE DE ANDAR PELO JARDIM DE SALTO ALTO E SUMINDO PARA DENTRO DE CASA ME DEIXARAM CARREGAR AS MALAS COM MAMÃE ME LEVANDO PARA O QUARTO DE HÓSPEDES PREPARADOS PARA NÓS.
CONVERSAVA ANIMADAMENTE COM MINHA MÃE QUE AJUDAVA DONA MARTA FAZER O JANTAR QUANDO MEU PAI E SILVIA CHEGARAM SENDO A PRIMEIRA VEZ QUE OS VIA DEPOIS DA CHEGADA E SENTANDO AO MEU LADO COM UM RISINHO NO CANTO DA BOCA SILVIA ME FALOU NÃO SER NADA QUANDO PERGUNTEI O QUE ACONTECERÁ NEM ME DANDO CONTA QUANDO MINHA MÃE DE CARA FEIA SAIU DE SURDINA ACOMPANHADA A SEGUIR POR PAPAI E SENTANDO NO MEU COLO DE FRENTE PARA MIM SILVIA ME BEIJOU GOSTOSO NÃO DEIXANDO SAIR DALI POREM QUANDO FIZ MENÇÃO DE LEVAR ELA PARA O QUARTO ELA RECUSOU AVISANDO ESTA ENJOADA COM A VIAJEM E MAL COMENDO FOI DEITAR ANTES DE TODOS.
APROVEITEI O JANTAR PARA COLOCAR A CONVERSA EM DIA COM MEU PAI QUE ME ACONSELHANDO DISSE QUE DEVIA PEGAR FIRME COM MINHA ESPOSA PORQUE MULHER TEM QUE SER DOMINADA NÃO SÓ NA CAMA SENÃO APRONTAM COM A GENTE E DESCONVERSANDO NÃO QUIS APROFUNDAR NESSE DEBATE PORQUE MEU PAI SEMPRE FOI MACHISTA SEMPRE TRATANDO AS MULHERES COMO SEGUNDOS E ENQUANTO FOI FUMAR CHARUTO, COMO DE COSTUME CORRI PARA O QUARTO ENCONTRANDO SILVIA DORMINDO NÃO ME DEIXANDO SEQUER TOCAR NELA E ASSIM ACABEI DORMINDO.
ACORDEI UMA ETERNIDADE DEPOIS NA PENUMBRA DA NOITE AO SOM DOS CRICRILAR E COACHOS E PROCURANDO MINHA ESPOSA NÃO A ENCONTREI NA CAMA E QUANDO REUNIA CORAGEM PARA IR ATRÁS DELA MAIS PARA VER SE ESTAVA TUDO BEM OUVI GEMIDOS E PENSANDO SER MEUS PAIS ACABEI DORMINDO A ESPERA DO RETORNO DE MINHA ESPOSA TENCIONANDO PEGAR ELA NEM QUE FOSSE A FORÇA SENTINDO A PICA A DOER DE TÃO DURA.
DIA SEGUINTE FUI O ULTIMO A ACORDAR ENCONTRANDO MEU PAI E SILVIA NA MESA DO CAFÉ COM ELA DE CABEÇA BAIXA PARECENDO ESTAR CHORANDO COM MEU PAI SAINDO ASSIM QUE CHEGUEI E QUANDO QUIS SABER O QUE ESTAVA ACONTECENDO MINHA MÃE ENTROU NA COZINHA TODA ARRUMADA COLOCANDO AS COMPRAS NA MESA COM DONA MARTA SE PREPARANDO PARA COMEÇAR A PREPARAR O ALMOÇO E QUANDO BRINQUEI COM MAMÃE POR TER SE ARRUMADO ASSIM PARA IR NO MERCADO FALANDO QUE IMAGINASSE QUANDO FOSSE DAR UMA PAQUERADA POR AI, FEZ SE UM SILENCIO NO AMBIENTE COM MEU PAI NA PORTA SAINDO DALI E MAME DESCONVERSANDO PERGUNTOU SE PODIA LEVAR ELA NA CIDADE DISPENSANDO A PRESENÇA DE SILVIA QUE PARECEU PREOCUPADA COM ISSO E ME PUXANDO PELA MÃO SILVIA ME LEVOU PARA O QUARTO TRANCANDO A PORTA E SE DESPINDO SENSUALMENTE ME BEIJOU COMO NUNCA ANTES ME PAGANDO O MELHOR BOQUETE DO MUNDO E QUANDO ENTREI EM SUA BOCETA COM MEU CACETE CUTUCANDO SEU ÚTERO COM ELA PULANDO COMO ALUCINADA NELE ME BEIJAVA A BOCA PARA ABAFAR OS GEMIDOS POREM QUANDO A COLOQUEI DE QUATRO E MANDEI VARA COM GOSTO MESMO MORDENDO O LENÇOL FOI IMPOSSÍVEL TODOS NA CASA NÃO OUVI SEUS GEMIDOS COMIGO RINDO ENQUANTO PERGUNTAVA SE APRENDEU A GEMER ASSIM COM MINHA MÃE E ENCHENDO SUA BOCETA DE PORRA CAINDO AO SEU LADO ME PREPARAVA PARA IR TOMAR BANHO COMO DE COSTUME QUANDO SILVIA VEIO ME CHUPAR ME DEIXANDO DURO NOVAMENTE E REBOLANDO GOSTOSO COM MEU CACETE ATOLADO EM SUA BOCETA QUE PARECIA MAIS QUENTE ÚMIDA E LARGA PERDEU AS CONTAS DOS ORGASMOS QUE TIVERA E APROVEITANDO QUE LIBEROU GERAL PARA MIM PELA PRIMEIRA VEZ EM CINCO ANOS DE RELACIONAMENTO JOGUEI ELA NA CAMA ABRINDO O MAXIMO POSSÍVEL SUAS PERNAS QUE FORAM PARAR EM MEUS OMBROS E SOCANDO COM GOSTO COMO NUNCA ANTES SILVIA URRAVA ANUNCIANDO NUNCA GOZAR TANTO ASSIM ME QUESTIONANDO FALANDO COM DIFICULDADE PORQUE NUNCA TRATEI ELA ASSIM PROMETENDO QUE SE FICASSE COM ELA AQUELA TARDE DEIXARIA CHUPAR SUA BOCETA, COISA QUE NUNCA DEIXOU POR NOJO E DEIXARIA GOZAR EM SUA BOCA; OUVINDO ISSO SENTIA A PICA ENDURECER CADA VEZ MAIS E SOCANDO COM RAIVA SEM IMPORTAR COM A EXPRESSÃO DE DOR QUANDO A GLANDE TOCAVA O FUNDO DE SUA BOCETA E AUMENTANDO O RITMO FIZ SILVIA GEMER ENTRE GRITINHOS DESPUDORADOS ATÉ ESTREBUCHAR REVIRANDO OS OLHOS E ESTICANDO O CORPO DESFALECENDO A SEGUIR QUANDO ENCHI SUA BOCETA NOVAMENTE DE PORRA E ARFANDO AO MEU LADO PARECENDO TER DIFICULDADE PARA RECUPERAR O FOLEGO, ACABOU DORMINDO.
ESTAVA QUASE PEGANDO NO SONO QUANDO LEMBREI DE MAÍNHA E APÓS UM BANHO RÁPIDO ASSIM QUE SAI DO QUARTO ENCONTREI ELA PRONTA NA SALA PARECENDO DISCUTIR COM MEU PAI QUE PARECIA NÃO QUERER DEIXAR ELA SAIR E ME ABRAÇANDO SAÍMOS COM ELA DEITANDO A CABEÇA EM MEU OMBRO ENQUANTO DIRIGIA QUERENDO SABER SE ESTAVA FELIZ ME PERGUNTANDO COISAS SOBRE MINHA ESPOSA E ME LEVANDO PARA UM BAR DE UM AMIGO SENTAMOS NUMA MESA BEM NO FUNDO E PREOCUPADO PORQUE NUNCA VI MINHA MÃE BEBER ASSIM, ENQUANTO TENTAVA PEDIR PARA QUE FOSSE DEVAGAR O SENHOR AMIGO DELA ME RECRIMINAVA AFIRMANDO DEIXAR ELA A VONTADE PORQUE VEZ OU OUTRA ELA IA ALI E BEBIA BEM MAIS DO QUE ESTAVA BEBENDO E NUNCA DEU TRABALHO
MAME ME ABRAÇAVA DEIXANDO ME SENTI O CONTATO COM SEU CORPO QUENTE PRINCIPALMENTE OS SEIOS SILICONADOS NÃO SE IMPORTANDO QUANDO VEZ OU OUTRA NOSSAS BOCAS SE ENCONTRAVA NOS BEIJOS INSISTENTES QUE ME DAVA ENQUANTO ME ELOGIAVA E ME CHAMAVA DE BOBINHO INOCENTE FALANDO PARA O AMIGO QUE ERA MUITO INGENUO E DESDE PEQUENO NÃO VIA MALDADE EM NADA E CURIOSO TIVE CERTEZA QUE MINHA MÃE SABIA DE COISAS E ME IMPONDO LEVEI ELA DALI E ATENDENDO SEU PEDIDO DE LEVAR ELA PARA QUALQUER LUGAR MENOS PARA CASA, NÃO TEVE OUTRO JEITO A NÃO SER LEVA-LA PARA O ÚNICO HOTEL DA CIDADE E NUM SUPLICIO QUE ME MARTIRIZAVA A ALMA AO VER O CORPO DE MINHA MÃE NU DEPOIS DE TER DADO BANHO NELA COM AJUDA DE UMA FUNCIONARIA DO HOTEL QUE ME AFIRMOU QUE ELA SEMPRE VEM ALI COM O AMIGO DO BAR E ASSIM QUE A MOÇA SAIU ME DEIXANDO SOZINHA COM MAMÃE NÃO SEI O QUE ME DEU PORQUE QUANDO ME DEI CONTA BEIJAVA SUAVEMENTE SUA BUNDA INDO PELAS COSTAS FAZENDO MAME SUSPIRAR FUNDO QUANDO CHEGAVA EM SUA NUCA VENDO SEU CORPO ARREPIAR E NUMA DESSAS ENQUANTO BEIJAVA SUA ORELHA COM A MÃO QUASE NO MEIO DE SUAS NÁDEGAS MAME ME SURPREENDEU COM UM BEIJO QUE MESMO COM GOSTO DE ÁLCOOL FOI O MELHOR BEIJO DE MINHA VIDA E INTENSIFICANDO O BEIJO GEMENDO COM DIFICULDADE AO SENTI MINHA MÃO EM SUA BOCETA MELADA COM OS DEDOS ENFIADOS NELA E JURANDO QUE NÃO IA ALÉM DISSO PORQUE AFINAL ERA MINHA MÃE QUANDO ME DEI CONTA ME LIVRAVA DE MINHAS ROUPAS NUM DESESPERO SÓ E COM NOSSAS BOCAS AINDA GRUDADAS ME AJEITEI EM CIMA DE MINHA MÃE TENCIONANDO SOMENTE PINCELAR O CACETE EM SUA BOCETA, POREM QUANDO NA TERCEIRA OU QUARTA VEZ QUE FIZ ISSO O CACETE ESCORREGOU PARA DENTRO DAQUELE VULCÃO EM CHAMAS COMIGO SOLTANDO O CORPO SÓ PARANDO QUANDO AS BOLAS BATERAM NAS NÁDEGAS DE MAMÃE QUE ME PRENDENDO ENTRE SUAS PERNAS ME FAZIA LEVANTAR SEU CORPO NAS ESTOCADAS VIGOROSAS NÃO TENDO OUTRO JEITO A NÃO SER ENCHER SUA BOCETA DE PORRA CHEGANDO A FICAR APREENSIVO COM O ESCÂNDALO QUE MINHA MÃE FAZIA E AINDA GOZANDO MESMO COM O CACETE MEIO FLÁCIDO, COM DIFICULDADE AJEITEI ELA DE QUATRO TENDO TRABALHO PARA MANTER ELA NA POSIÇÃO E ENQUANTO GEMIA FALANDO COISAS SEM NEXO E SENTIDO CONSEGUI ENTRAR ATÉ O TALO EM SEU CU GULOSO QUE PRENDIA MEU CACETE QUE CADA VEZ MAIS DURO ERA APERTADO PELO CU DE MINHA MÃE E JÁ DE PERNAS BAMBAS COM ELA GEMENDO EM GREGO CAI AGARRADINHO NELA AO ENCHER SEU CU DE PORRA DORMINDO SUJO E MELADO AO SEU LADO.
ACORDEI COM O DIA ACABANDO COM MAMÃE NO CHUVEIRO ACABANDO DE ME DESPERTAR E COM UM RISINHO MALICIOSO NA FACE ME ABRAÇOU QUANDO ENTREI NO BANHO COM ELA E ENQUANTO LAVAVA MEU CACETE ME MANDANDO SOSSEGAR O FACHO AO VER ELE FICANDO DURO NOVAMENTE, ME PERGUNTOU O QUE FIZ COM ELA E RINDO ME BEIJOU QUANDO PERGUNTEI O QUE HAVIA ACONTECIDO E ME BEIJANDO COM GOSTO MANDOU QUE LEVASSE ELA EMBORA NÃO ME DEIXANDO APROVEITAR MAIS DO SEU CORPO.
ENQUANTO DIRIGIA DE VOLTA MAME QUEBROU O SILÊNCIO FALANDO QUE NÃO FIZEMOS NADA DE ERRADO QUE APENAS DEMOS O TROCO NOS DOIS PILANTRAS QUE ESCOLHEMOS COMO PARCEIROS E JÁ NO PORTÃO DE CASA MAME SEGUROU MINHA FACE E ME BEIJOU COM O BEIJO MAIS TERNO DO MUNDO ME DEIXANDO TRISTE PORQUE TER CERTEZA QUE ERA O ULTIMO E ME PEDINDO SEGREDO SÓ ME DEIXOU SAIR DEPOIS DE PROMETER NÃO FAZER NADA COM SILVIA E AGIR COMO SE NADA TIVESSE ACONTECIDO ME GARANTINDO QUE SE DEPENDESSE DELA NUNCA MAIS PAPAI IA FAZER ISSO COMIGO E ME BEIJANDO MAIS UM POUQUINHO SAÍMOS DO CARRO E ANIMANDO O AMBIENTE DEMOSTRANDO ESTA MUITO FELIZ ME ABRAÇOU RESPONDENDO A SILVIA COM OUTRA PERGUNTA AO PERGUNTAR SE UMA MÃE NÃO PODE TER UM MOMENTO DE INTIMIDADE COM SEU FILHO QUERIDO?
DESDE ENTÃO SILVIA ESTA MAIS CASEIRA E DEDICADA ME DANDO TRABALHO NA CAMA PARECENDO QUERER RECUPERAR O TEMPO QUANDO NÃO ME DEIXAVA FAZER NADA ALÉM DE METIDAS TIPO PAPAI MAMÃE, AGORA CHEGA A FICAR CHATEADA QUANDO NÃO COMO SEU CU DEPOIS DE ESCULACHAR ELA NA PICA, POREM AINDA SINTO CIUMES E O QUE ME SEGURA É A ESPERANÇA DE PEGAR MINHA MÃE NOVAMENTE PORQUE DIAS DESSE QUANDO PERGUNTEI COMO CONSEGUIA VIVER TÃO BEM COM MEU PAI DEPOIS DE TUDO, MAME PROMETEU SAIR COMIGO NOVAMENTE PARA ME ENSINAR OUTRAS COISINHAS.                  

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados