Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

SOU PUTA

Por: pseudominicus - Categoria: Traicao

OLÁ ME CHAMO MARIANA E ESTE É MEU PRIMEIRO CONTO. ESTOU DE CALCINHA MOLHADA PORQUE REVIVI CADA DETALHES AO NARRAR AQUI, ESPERO QUE GOSTEM, EM BREVE ESCREVO MAIS. BEIJOS.
COM A MÃO NA MAÇANETA TENTANDO DESESPERADAMENTE FUGIR DO QUARTO MEU PRIMO CONSEGUIU ME SEGURAR LEVANTANDO MINHA SAIA RASGANDO MINHA CALCINHA QUE FOI PARAR NOS PÉS E ENTRANDO NO MEIO DE MINHAS PERNAS SUSPENDENDO MEU CORPO QUE SE DEBATIA TENTANDO ESCAPAR DELE SEM IMPORTAR QUE MORDIA SUA MÃO QUE TAPAVA MINHA BOCA ASSIM QUE A GLANDE ENCAIXOU NA ENTRADA DE MINHA BOCETA INESPERADAMENTE MELADA ELE SOLTOU MEU CORPO COM A PICA ENTRANDO ME FAZENDO DESFALECER DE PRAZER E QUANTO MAIS ME DEBATIA MAIS SEU CACETE CRESCIA DENTRO DE MIM QUE PERDENDO AS FORÇAS ME RENDI AO PRAZER DEIXANDO QUE ME LEVASSE PARA A CAMA E EM PÉ ATRÁS DE MIM INTENSIFICOU AS METIDAS ME FAZENDO DELIRAR DE PRAZER REVIVENDO LEMBRANÇAS DE ADOLESCENTE PORQUE FOI ELE O PRIMEIRO A ME POSSUIR AINDA NOVINHA DESPERTANDO A SAUDADE ADORMECIDA QUE MINHA BOCETA SENTIA DAQUELA PICA TENDO QUE MORDER A MÃO JUNTO COM A BARRA DO VESTIDO PARA ABAFAR OS GEMIDOS E SACUDINDO MEU CORPO COM METIDAS VIGOROSAS ME DEIXOU PERDIDA EM ORGASMOS E LARGADA NA CAMA ELE SEGURAVA MINHA BUNDA ARREBITADA METENDO COMO UM MOTORZINHO SÓ PARANDO QUANDO ENCHEU ME DE PORRA E AINDA DENTRO DE MIM ME FEZ DELIRAR DANDO TAPAS EM MINHA BUNDA FALANDO BESTEIRAS ENQUANTO APERTAVA MEUS MAMILOS E GEMENDO DESPUDORADAMENTE SEM IMPORTAR COM A FAMÍLIA CAI COM ELE EM CIMA MIM COMENTANDO ALGO POR ESTA ARREPIADA POREM QUANDO PASSOU O DEDO EM MEU CU APAVORADA SAI DELE AMEAÇANDO GRITAR CASO NÃO ME LARGASSE E RINDO PORQUE NÃO CONSEGUIA DESVIAR OS OLHOS DE SEUS VINTE E DOIS CENTÍMETROS MEIA BOMBA QUE AINDA PULSAVA NÃO CONSEGUINDO ACREDITAR QUE TUDO AQUILO ESTEVE A POUCO DENTRO DE MIM SENDO O DOBRO DE TAMANHO DO MEU MARIDO E ME TRANCANDO NO BANHEIRO MEIO FRUSTRADA PORQUE SE TENTASSE MAIS UM POUQUINHO DEIXAVA ELE SER O PRIMEIRO TAMBÉM EM MEU CUZINHO E NUMA SENSAÇÃO MARAVILHOSA COM A ÁGUA FRIA CAINDO NO CORPO ELE BATENDO NA PORTA APELANDO PARA QUE DEIXASSE ENTRAR NO BANHO COMIGO, OUVINDO ALGUÉM FALANDO COM ELE NO QUARTO, SOUBE DEPOIS QUE ERA MINHA MÃE, GRITEI ALTO COM AUTORIDADE QUE TOMASSE VERGONHA NA CARA PORQUE ERA MULHER CASADA E RESPEITAVA DEMAIS MEU MARIDO FICANDO MAIS ALIVIADA QUANDO O SILENCIO TOMOU CONTA DO QUARTO E ME BANHANDO PENSAVA NA LOUCURA QUE FIZERA NÃO SABENDO SE RIA OU CHORAVA COM O REMORSO TOMANDO MEU SER POR TER TRAÍDO MEU MARIDO.
HORAS DEPOIS AO SAIR DO QUARTO ME SENTI CULPADA COM TODOS OLHANDO PARA MIM PARECENDO SABER O QUE APRONTEI E ENVERGONHADA ABRACEI PAPAI QUE PARECIA LAMENTAR O CORRIDO E NÃO CONSEGUINDO SEGURAR O CHORO SENTI ALGO ESTRANHO ME ENVOLVENDO COM O CALOR DE NOSSOS CORPOS E SUAS MÃOS MÁSCULAS ALISANDO MINHAS COSTAS INDO QUASE EM MINHA BUNDA ME FAZENDO ENCAIXAR NOSSOS CORPOS E ATORDOADA NUM PRAZER DIFERENTE MAMÃE ME ARRANCOU DOS BRAÇOS DE MEU PAI MANDANDO ME TOMAR VERGONHA NA CARA PERGUNTANDO PARA SEU MARIDO SE NÃO RESPEITAVA NEM A FILHA FALANDO QUE MESMO VADIA ERA SUA FILHA. ME VENDO CHORAR MAMÃE PEGOU ME PELO BRAÇO COM CERTA VIOLÊNCIA ME LEVANDO DALI FALANDO QUE SÓ FAÇO MERDA ALÉM DE NÃO AGUENTAR BEBER E ME LEVANDO PARA O QUARTO ME DEU UMA COMIDA DE RABO AFIRMANDO QUE ESTAVA ENVERGONHANDO A FAMÍLIA POREM OLHANDO PARA MIM QUE CHORAVA MUITO ME ABRAÇOU ME DANDO UM SELINHO COMO DE COSTUME MANDANDO QUE DORMISSE UM POUCO QUE DEPOIS CONVERSARÍAMOS COM CALMA E DANDO UM TAPA EM MINHA BUNDA MANDOU ME DEITAR FALANDO QUE APROVEITASSE A VIDA E SÓ ME ARREPENDESSE DO QUE DESEJEI FAZER E NÃO FIZ POREM QUE FOSSE DISCRETA PORQUE AFINAL SOU UMA MULHER CASADA.
MINHA INTENÇÃO ERA DORMIR A TARDE TODA, NÃO CONSEGUINDO SENTINDO UM MISTO DE MELANCOLIA RAIVA E TRISTEZA DESEJEI QUE MEU MARIDO ESTIVESSE COMIGO POREM POR MAIS QUE LIGASSE SÓ DAVA CAIXA POSTAL E OUVINDO A ALGAZARRA QUE A GALERA FAZIA LEVANTEI LAVEI O ROSTO E SAI TENCIONANDO ME DIVERTIR O MAXIMO POSSÍVEL.
NÃO VENDO A TURMA FUI PARA MEU PAI TOMANDO SUA CAIPIRINHA COM ELE MANDANDO QUE FOSSE DEVAGAR FAZENDO ME RIR MALICIOSAMENTE AO FALAR QUE CU DE BÊBADA NÃO TEM DONO POREM QUEM FICOU SEM GRAÇA FOI ELE QUANDO DEI UMA PISCADINHA PERGUNTANDO SE TINHA CORAGEM E JOGANDO BEIJOS PARA ELE ARREBITEI A BUNDA PARA SEU LADO E SAI REBOLANDO COMO PUTINHA COM ELE NÃO CONSEGUINDO DESVIAR OS OLHOS DE MIM E CONVENCIDA QUE A CULPA ERA DO MEU HOMEM QUE ME DEIXOU NA MÃO PREFERINDO IR JOGAR BOLA COM OS AMIGOS DO QUE FICAR COMIGO SAI ATRAS DA GALERA PARA CURTIR O RESTO DA TARDE PENSANDO EM POSSIBILIDADES NAQUELA NOITE E PORQUE NÃO COM MEU PAPAI ?
CHEGANDO À PISCINA VOVÔ FALOU QUE A TURMA TINHA IDO PARA A CACHOEIRA E CHEIA DE MALDADE TIREI O VESTIDO SENSUALMENTE AO NOTAR PAPAI ME COMENDO COM OS OLHOS ALISANDO O CACETE POR CIMA DA BERMUDA NA CARA DURA OLHANDO MINHA BUNDA COM A CALCINHA QUASE SUMINDO NELA E ME AQUECENDO DE COSTAS PARA ELE ABAIXAVA O CORPO FAZENDO ALONGAMENTO MOSTRANDO PARA PAPAI O VOLUME DA APETITOSA BOCETA QUE SERIA DELE SE QUISESSE POREM SAI DE FININHO QUANDO VOVÓ ME OLHOU INDO FALAR COM PAPAI E NADANDO DE UMA LADO PARA OUTRO ENQUANTO VOVÓ CONVERSAVA COM PAPAI QUE ME ACOMPANHAVA COM OS OLHOS NÃO PODENDO PERDER A OPORTUNIDADE ARREBITAVA A BUNDA ANTES DE MERGULHAR E QUANDO ARRUMAVA A PARTE DE CIMA DO BIQUINE DEIXAVA BOA PARTE DOS SEIOS A MOSTRA FICANDO CADA VEZ MAIS COM DESEJO DE MEU PAI PORQUE SEI QUE É UM TREMENDO GALINHA NÃO PERDOANDO NENHUMA VAGABUNDA E IMAGINANDO ELE DENTRO DE MIM PROVOCAVA ELE NA CARA DURA SENTINDO UM ESTRANHO PRAZER PORQUE PELA PRIMEIRA VEZ EM MEUS VINTE E TRÊS ANOS VIA PAPAI COMO HOMEM E QUANDO TENCIONAVA IR PARA MEU QUARTO SENTINDO A BOCETA EM BRASA PORQUE COM CERTEZA ELE IA ATRAS DE MIM MEU MARIDO CHEGOU E MESMO FRUSTRADA FUI AO ENCONTRO DELE MESMO PORQUE ELE FOI CONVERSAR COM PAPAI ABRAÇADA NELE PROVOCAVA MEU PAI REBOLANDO DISPLICENTEMENTE COM A BUNDA ARREBITADA DANDO PARA VER O DESESPERO NA CARA DE PAPAI PRINCIPALMENTE QUANDO ENCOSTAVA A BUNDA NA PICA DELE QUE PARECENDO ADIVINHAR QUE MINHA BOCETA ESTAVA MOLHADA E QUERIA DAR PARA ELE.
RIA POR DENTRO PORQUE COM CERTEZA QUANDO ESTIVESSE METENDO AQUELA EM MAMÃE PENSARIA EM MIM E ISSO ME DAVA TESÃO EXTREMO TANTO É QUE NÃO ME OPUS QUANDO MEU MARIDO FOI PARA O QUARTO FALANDO QUE ME AGUARDAVA LÁ E MESMO COM RAIVA SENTINDO A BOCETA MOLHAR DE VONTADE DE PICA QUANDO IA PARA ELE MINHA PRIMA ME CHAMOU FALANDO QUE SEU IRMÃO MANDOU EU IR PARA A CACHOEIRA PORQUE PRECISAVA DE MIM E MAIS QUE DEPRESSA COMO VADIA ENTREI NO QUARTO ENQUANTO MEU HOMEM ESTAVA NO BANHO DANDO DESCULPAS PARA NÃO ENTRAR COM ELE E ME OLHANDO NUA NO ESPELHO FIQUEI FELIZ E ORGULHOSA ME ADMIRANDO POR SER LINDA E GOSTOSA COM UM CORPO PERFEITO E MESMO COM UM FUNDO DE TRISTEZA ME PERGUNTANDO SE MEU MARIDO MERECIA ISSO COLOQUEI O VESTIDO E SAI RÁPIDO DO QUARTO AO OUVI O CHUVEIRO DESLIGANDO MAIS PELO MEDO DELE DESCOBRI QUE ESTAVA SEM NADA POR BAIXO DO VESTIDO CURTINHO E RODADO E DA PORTA ELE APELAVA PARA QUE VOLTASSE PARA O QUARTO E ME IMPONDO FALANDO QUE ESTAVA COM RAIVA DELE QUE FICASSE COM OS AMIGOS MESMO ASSIM CONVIDEI ELE A VIR COMIGO MAIS POR EDUCAÇÃO FICANDO ALIVIADA QUANDO RECUSOU ALEGANDO CANSAÇO FICANDO PUTO DA VIDA POR NÃO FICAR COM ELE E MAIS QUE DEPRESSA SAI EM DIREÇÃO A CACHOEIRA COM O CORAÇÃO A MIL OUVINDO O BARULHO QUE A GALERA FAZIA PAREI NAQUELA TRILHA PERTO DA ARVORE QUE PARECIA SER A MESMA QUE MEU PRIMO ME DESCABAÇOU ENCOSTADA NELA E REVIVENDO AS MESMAS SENSAÇÕES QUE FAZIAM MINHA BOCETA FORMIGAR DE PRAZER PARECENDO SENTI SUAS MÃOS EM MEU CORPO QUANDO ME PRENSOU NELA NÃO ME DEIXANDO ESCAPAR TENDO DIFICULDADE PARA LEVANTAR MEU VESTIDO E TIRAR MINHA CALCINHA ME SEGURANDO FIRME AMEAÇANDO ME BATER SE NÃO FICASSE QUIETA COM MUITO TRABALHO CONSEGUIU TAPAR MINHA BOCA PARA ABAFAR MEUS GRITOS DE DOR E SE AJEITANDO NO MEIO DE MINHAS PERNAS ENTROU EM MIM COM DIFICULDADE E PACIÊNCIA PEDINDO QUE RELAXASSE PARANDO COM A METADE DO CACETE EM MIM E BEIJANDO MINHA BOCA PARA ABAFAR MEUS GRITINHOS DE DOR ME SEGUROU E METEU SEM DÓ O RESTO DA PICA AUMENTANDO O RITMO DA ESTOCADAS INDO CADA VEZ MAIS PARA DENTRO DE MIM FAZENDO ME GEMER ALTO AGORA DE PRAZER ME DANDO ORGASMOS SUCESSIVOS QUE ME FAZIAM DELIRAR TAMANHA DELICIA DA NOVIDADE ISSO A DOZE ANOS ATRÁS. PARECIA SENTI ELE DENTRO DE MIM COM MINHA BOCETA FORMIGANDO PARECENDO QUE IA DERRETER E QUANDO LEVANTEI O VESTIDO PARA METER OS DEDOS NELA ME ASSUSTEI AO OUVI ELE MANDAR TIRAR O VESTIDO E RELUTANTE PORQUE ALI ERA PASSAGEM E ALGUÉM PODIA NOS VER POREM COMO SOU OBEDIENTE COMO CADELA NO CIO NÃO PRECISOU INSISTIR PARA QUE DEIXASSE O VESTIDO CAIR COM ELE VINDO EM MINHA DIREÇÃO SEGURANDO A PICA EM RISTE DANDO TAPAS EM MINHA BUNDA ME BEIJOU COM VIOLÊNCIA MORDENDO MEUS LÁBIOS CHEGANDO A ME MACHUCAR ME MANDANDO ENCOSTAR NA ARVORE ALTERNADO OS BEIJOS COM CHUPÕES NOS SEIOS E TAPAS NA BUNDA E BOCETA ME DEIXANDO PRONTA PARA GOZAR E SEGURANDO ME PELOS CABELOS ME CHAMANDO DE PUTA VADIA E OUTROS NOMES DELICIOSOS METEU EM MINHA BOCETA CHEGANDO A LEVANTAR MEU CORPO COM ESTOCADAS VIGOROSAS E NUMA DESSAS SENTIDO A BOCETA ENCHER DE PORRA DESFALECI EM ORGASMOS AVASSALADORES COM ELE TENDO DIFICULDADE PARA ME SEGURAR E AINDA TREMULA DE JOELHOS A SUA FRENTE ELE SEGUROU SEU CACETE MELADO E METEU EM MINHA BOCA QUASE ME FAZENDO VOMITAR ATÉ ME DEIXAR DE QUEIXO DORMENTE DE TANTO METER SUA PICA EM MINHA BOCA E QUERENDO GOZAR NOVAMENTE ME PUXOU PELOS CABELOS FAZENDO ME LEVANTAR E ABRAÇAR A ARVORE LEVANTOU UMA DE MINHAS PERNAS E METEU COM GOSTO EM MEU CU ME FAZENDO CHORAR DE DOR POR ESTAR SECA E A MEDIDA QUE AUMENTAVA O RITMO DAS METIDAS A DOR PARECIA ME RASGAR AO MEIO E DANDO TAPAS EM MINHA BUNDA ME SEGUROU INDO TODO PARA DENTRO DE MIM QUE GUERREIRA NÃO GRITEI TAMANHA DOR E FICANDO PARADO DENTRO DE MIM AFIRMANDO SER PARA QUE ME ACOSTUMASSE COM ELE DENTRO DE MIM A MEDIDA QUE DAVA TAPA EM MINHA CARA ME CHAMANDO DE VADIA APERTAVA MEUS SEIOS PARECENDO QUERER ARRANCAR ELES DE MIM ASSIM QUE COMEÇOU O VAI VEM ESTREMECI NUM PRAZER DELIRANTE QUE MESMO DOENDO AUMENTAVA A MEDIDA QUE ELE METIA EM MIM ME FAZENDO AGARRAR NA ARVORE PARA NÃO CAIR COM ELE LEVANTANDO UMA DE MINHAS PERNAS INDO CADA VEZ MAIS FUNDO EM MEU CU E DANDO CABEÇADAS EM MEU ESTOMAGO ME FEZ ESTREMECER EM ORGASMO AVASSALADORES LARGANDO MEU CORPO QUE FOI PARA O CHÃO COMO MORTO QUANDO ENCHEU MEU CU DE PORRA E SAINDO DEPRESSA DE MIM LIMPOU O CACETE EM MEU VESTIDO MIJOU EM CIMA DE MIM E ME DANDO CHUTES MANDOU QUE LEVANTASSE E ACOMPANHASSE ELE NÃO ME DEIXANDO COLOCAR O VESTIDO POREM JÁ NA CLAREIRA PRÓXIMO A CACHOEIRA ME IMPUS SEM IMPORTAR COM ELE AMEAÇANDO ME BATER E DE TANTO INSISTIR JOGOU O VESTIDO EM MINHA CARA ME CHAMANDO DE VAGABUNDA ME DEIXANDO ALI COM DIFICULDADE PARA ME VESTIR E CORRENDO ENQUANTO TIRAVA A CAMISA MERGULHOU INDO SE JUNTAR AS MENINAS QUE ME OLHAVA PARECENDO SABER O QUE ELE FEZ COMIGO.
MINHA INTENÇÃO ERA SENTAR AO LADO DE VOVÓ E TITIA NAS PEDRAS EMBAIXO DAS ARVORES MESMO PORQUE NECESSITAVA DESCANSAR POREM PARA SURPRESA AS MENINAS ME AGARRARAM COM UMA DELAS QUASE RASGANDO MEU VESTIDO QUANDO TENTEI IMPEDIR QUE TIRASSE E NUA ME JOGARAM NA ÁGUA PULANDO JUNTO COMIGO ME DEIXANDO NO MEIO DELAS PARA JOGAR ÁGUA EM MIM E SAINDO EM MINHA DEFESA MINHA MÃE E TITIA TIRARAM TAMBÉM OS BIQUINES SE JUNTARAM A MIM SEGUIDAS PELAS MENINAS SEM IMPORTAR COM VOVÓ QUE DE TANTO PEGAR EM NOSSOS PÉS ACABOU DENTRO DA ÁGUA TAMBÉM.
PARA PIORAR ALGUÉM COMEÇOU A BRINCADEIRA DE MERGULHAR E PASSAR NO MEIO DAS PERNAS UM DOS OUTROS E DANDO UMA DE BOBINHA ME DIVERTIA MESMO PORQUE NUNCA LEVEI TANTA DEDADA NA BOCETA POREM A BRINCADEIRA ACABOU QUANDO MAMÃE E TITIA QUASE SAÍRAM NA PORRADA COM TITIA ACUSANDO MAMÃE DE ESTAR APROVEITANDO DE SEU HOMEM COM VOVÓ TENDO QUE INTERVIR LEVANDO TODOS EMBORA E SÓ NÃO SAIR DA ÁGUA ATENDENDO MAMÃE PORQUE QUERIA FICAR SOZINHA PARA PENSAR NA VIDA ALÉM DA VERGONHA DE SAIR NUA NA FRENTE DE TODOS.
ESTAVA SOZINHA NA ÁGUA PERDIDA EM PENSAMENTOS QUANDO MEU PRIMO E O IRMÃO VIERAM PARA JUNTO DE MIM QUE MESMO ENVERGONHADA ABRACEI MEU HOMEM BEIJANDO SUA BOCA LEVANDO UM TAPA NA CARA POR NADA FAZER QUANDO SEU IRMÃO ME ABRAÇOU POR TRÁS ME FAZENDO RESPIRAR FUNDO NA BOCA DE MEU HOMEM AO SENTIR O CACETE DO IRMÃO ALOJAR NO MEIO DE MINHAS PERNAS ALISANDO MINHA BOCETA SÓ NÃO CAI COM O TAPA PORQUE MEU PRIMO ME SEGUROU ENQUANTO XINGAVA O IRMÃO QUE SEM NADA FALAR SAIU DA ÁGUA INDO EMBORA DALI ME DEIXANDO SEM JEITO PORQUE MEU DESEJO ERA IR ATRÁS DELE POREM NÃO PODIA DESFAZER DA PRESTEZA DO IRMÃO QUE ME AJUDOU A SAIR DA ÁGUA E QUANDO PENSEI QUE IA QUERER ME COMER TAMBÉM POR ESTARMOS SOZINHOS ME AJUDOU A ME VESTI E ME SEGURANDO AJUDOU A VOLTAR PARA CASA E AO SE DESPEDI BEIJOU MINHA TESTA FALANDO QUE TIVESSE JUÍZO.
ENTRANDO NO QUARTO FIQUEI UMA ETERNIDADE CONTEMPLANDO MEU HOMEM DORMINDO NÃO CONSEGUINDO EVITAR LÁGRIMAS TENTANDO ENTENDER PORQUE NÃO NOS DAVA MAIS ATENÇÃO E NUM MISTO DE ANGUSTIA E RAIVA FUI PARA O BANHO POR ME SENTI SUJA FICANDO ENVERGONHADA PELA PUTA QUE ME TORNEI E ENQUANTO PENSAVA NA VIDA TENTANDO ACHAR SOLUÇÃO PORQUE ISSO NÃO É VIDA MEU PRIMO ENTROU NO BANHO JUNTO COMIGO ME DEIXANDO RUBORIZADA PORQUE A PORTA DO BANHEIRO ESTAVA ABERTA NÃO ME DEIXANDO FECHAR E MORTA DE MEDO PORQUE MEU MARIDO DORMIA ALI PRATICAMENTE DO NOSSO LADO QUANDO FALEI QUE NÃO TIVE NADA COM SEU IRMÃO COMO ME ACUSAVA LEVEI UMA TAPA NA CARA E PUXANDO ME PELOS CABELOS FALANDO QUE ERA PUTA E QUE PUTA GOSTA É DE PORRADA ME DEU OUTRO TAPA E UM MURRO NA BARRIGA TENDO QUE ME ESFORÇAR DEMAIS PARA SEGURAR O CHORO E ME PRENSANDO NA PAREDE ME DEIXANDO NA PONTA DOS PÉS ME SEGURANDO PELO PESCOÇO FALEI COM DIFICULDADE QUE ALÉM DELE SÓ DEI PARA MEU MARIDO MESMO PORQUE FOI ELE QUE ME ABANDONOU QUANDO AINDA ADOLESCENTE FAZENDO ME SOFRER DEMAIS.
PUXANDO-ME PARA ELE ME BEIJOU PARECENDO QUERER ME ENGOLIR MORDENDO MEUS LÁBIOS DANDO TAPAS E BELISCÕES EM MEUS SEIOS QUANDO RECLAMAVA E ABRINDO MINHAS PERNAS COM AS SUAS ALISSOU MINHA BOCETA PARECENDO QUERER ENFIAR A MÃO NELA COM MEU PRAZER MOLHANDO SUA MÃO ME EMPURROU O CHÃO E ATENDENDO SUA ORDEM FIQUEI DE QUATRO COMO MANDOU POR MEDO DE APANHAR MAIS E ENQUANTO ME COMIA APROVEITAVA OS ORGASMOS QUE ME FAZIA DELIRAR DE PRAZER PARA GEMER ALTO E MANDAR QUE PARASSE LEMBRANDO QUE ERA CASADA POREM QUANDO METEU TAPAS EM MINHA BUNDA ENQUANTO SOCAVA COM GOSTO SUA PICA EM MINHA BOCETA PERDI OS SENTIDOS DE TANTO GOZAR FICANDO UMA ETERNIDADE NO CHÃO ME TREMENDO SEM MESMO ELE ME TOCAR E COM A VISTA TURVA VI ELE VESTINDO A ROUPA INDO EMBORA DALI QUE NÃO CONSEGUINDO LEVANTAR APAGUEI ACORDANDO HORAS DEPOIS NO HOSPITAL COM VÁRIOS HEMATOMAS NO CORPO UM DENTE E DUAS COSTELAS QUEBRADOS.
SOUBE QUE O PAU FECHOU COM MEU MARIDO QUERENDO MATAR O PRIMO MEU TIO QUERENDO MATAR MEU MARIDO E ASSIM A FESTA ACABOU E QUEM LEVOU A PIOR FOI EU QUE FIQUEI UMA SEMANA INTERNADA POREM NUMA TARDE ACORDEI COM MEU PRIMO DENTRO DE MIM AMEAÇANDO ME BATER SE GRITASSE SOUBE DEPOIS QUE SUBORNOU A ENFERMEIRA QUE DEIXOU ELE ME COMER GOSTOSO FAZENDO ME DELIRAR EM SUA PICA SUSSURRANDO EM MEU OUVIDO QUE ERA DELE E PODIA FAZER DE MIM O QUE QUISESSE POREM ASSIM QUE SAIU DENUNCIEI A ENFERMEI E REGISTREI BOLETIM DE OCORRÊNCIA POREM AFIRMEI NÃO SABER QUE ERA E AS COISAS SO COMEÇARAM A MELHORAR PARA MIM COM ELE ME DEIXANDO EM PAZ QUANDO UMA SOBRINHA ACUSOU ELE DE ESTRUPO VIRANDO MINHA INIMIGA QUANDO SAI EM DEFESA DELE E HOJE AINDA TENHO ORGASMOS MÚLTIPLOS QUANDO ESTOU COM OUTROS HOMENS E NÃO CONSIGO PAPAR DE PENSAR NELE.
DIAS DESSES ELE ME LIGOU AFIRMANDO PRECISAR QUE FAÇA UMA VISITA PARA ELE POREM MESMO DE CALCINHA MELADA ESTOU RELUTANTE PORQUE MAMÃE VIVE ME ALERTANDO COMO A MULHER DE ESTRUPADOR É TRATADA NA PRISÃO ME DEIXANDO TRISTE E PREOCUPA QUANDO AFIRMA QUE ELE JÁ NEM TEM MAIS PREGA NO RABO E TEM SORTE POR AINDA ESTA VIVO.
QUANTO A MIM VIREI PUTA NÃO PERDENDO OPORTUNIDADE DE TER MACHOS DENTRO DE MIM POREM MEU TESÃO AFLORA QUANDO PAPAI AFIRMA QUE AINDA VAI ME PEGAR TAMBÉM E QUANDO ISSO ACONTECER PROMETO ESCREVER CONTANDO.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto

foto avatar usuario pseudominicus
Por: pseudominicus
Codigo do conto: 17004
Votos: 0
Categoria: Traicao
Publicado em: 02/07/2019

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados