Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

EU PAPAI E AMIGA NO CINEMA

Por: melzinha - Categoria: Exibicionismo

ESTAVA NA IDADE DE QUERER RESPOSTAS PARA OS FANTASMAS DE MINHA INFÂNCIA PRINCIPALMENTE DEPOIS DE DESCOBRI AS DELICIAS DO SEXO E DESCONFIADA QUE PAPAI BOLINAVA EU QUANDO CRIANÇA QUANDO O VIA SENTIA A CALCINHA MELAR COM MEU DESEJO DE TER AQUELA PICA ENORME DENTRO DE MIM CHEGANDO A TER CIUMES DE MAMÃE QUE SEGUNDO COMENTÁRIOS ADORA QUE PAPAI POE EM SEU CU ME DEIXANDO SEM ACREDITAR QUE AGUENTA TUDO AQUILO DENTRO DELA.                                           PARA PIORAR MEU NAMORADO NÃO ME PEGAVA DO JEITO QUE PRECISAVA E PAPAI NÃO ME DAVA BOLA PORQUE UMA VEZ QUANDO CRIANÇA MAME FLAGROU ELE MEXENDO COMIGO, SOUBE DEPOIS E SÓ ASSIM ENTENDI A FALTA DE CARINHO E CONTATO DELE COMIGO O QUE FAZIA MINHA XOXOTA ARDER DE VONTADE DELE E SUA REJEIÇÃO AUMENTAVA DEMAIS MINHA VONTADE E TESÃO DELE E DECIDIDA RESOLVI QUE DARIA PARA ELE DE QUALQUER JEITO.                                                                        
NÃO AGUENTANDO MAIS SUAS DESFEITAS CONVENCI ELE A ME LEVAR AO CINEMA E SÓ ACEITOU PORQUE CONVENCI UMA AMIGA IR JUNTO AINDA MAIS SABENDO QUE ELE TEM TESÃO NA BUNDINHA DELA QUE SEM VERGONHA DEITA COM QUALQUER UM INCLUSIVE FICA COM MENINAS TAMBÉM, ATE EU JÁ FIQUEI COM ELA POREM ESTA NÃO É MINHA PRAIA E ASSIM NAQUELA TARDE CHUVOSA PAPAI NOS LEVOU AO CINEMA E PASSANDO PELO CENTRO VELHO DE SÃO PAULO AO VER UM CINEMA COM FAIXADA PRETA SAI DO CARRO PUXANDO A AMIGA PELA MÃO ENTRANDO NAQUELE ANTRO TENDO QUE FICAR UM TEMPÃO AGARRA NA AMIGA QUE APAVORADA, NÃO MAIS QUE EU ESPERA A VISTA SE ACOSTUMAR COM A ESCURIDÃO E ASSIM NOSSO MEDO AUMENTOU AO NOTARMOS UNS CARAS MAUS ENCARADOS NOS OLHANDO COM CARA FEIA E FINGINDO CORAGEM PUXEI A AMIGA PELA MÃO RINDO AO VER A TELA QUE MOSTRAVA UMA LOIRINHA CHUPANDO UM NEGÃO ENQUANTO OUTRO CARA METIA UMA PICA ENORME EM SEU CU COM SEUS GEMIDOS ABAFADOS TOMANDO O AMBIENTE E AGARRADA A MIM SENTI A CALCINHA MOLHAR DE MEDO E TESÃO AO VER DOIS CARAS SE PEGANDO E OBSERVANDO MELHOR DESCOBRIMOS QUE OS CARAS SENTADOS NA ULTIMA FILEIRA ESTÃO A DISPOSIÇÃO PARA CHUPAR A PICA DOS OUTROS CARAS E SEM AÇÃO MESMO PORQUE NÃO PODÍAMOS DAR BANDEIRA DE NOSSO MEDO MESMO QUANDO FOMOS AMEAÇADAS POR DOIS TRAVESTIS QUE SE ACALMARAM QUANDO CONSEGUI FALAR QUE SÓ QUERÍAMOS VER O FILME MAIS POR CURIOSIDADE EM CONHECER O LOCAL.                                     PENSAVA EM IR EMBORA QUANDO PAPAI NOS ABRAÇOU NOS CHAMANDO DE DOIDAS E COM A LUZ DO CELULAR NOS LEVOU PARA UMA FILEIRA NO MEIO DO CINEMA QUE FICOU CHEIA ASSIM QUE SENTAMOS COM PAPAI EM NOSSO MEIO. NÃO SABIA DE GRUDAVA NO BRAÇO DE PAPAI DEITANDO A CABEÇA VEZ OU OUTRA EM SEU OMBRO DEIXANDO ELE VER NITIDAMENTE O PRAZER ESTAMPADO EM MINHA CARA OU EVITAVA OLHAR PARA A TELA COM A LOIRA FAZENDO UM TREMENDO ESCÂNDALO ENQUANTO O NEGÃO COMIA LHE O CU FICANDO INERTE MESMO PORQUE BASTAVA UMA CONTRAÇÃO PÉLVICA PARA TER UM QUASE INEVITÁVEL ORGASMOS QUE ACONTECEU QUANDO PERGUNTEI PARA PAPAI PORQUE FAZIA ISSO COMIGO E VIRANDO O ROSTO PARA ME RESPONDE LASQUEI UM BEIJO EM SUA BOCA QUE A PRINCIPIO TENTOU RESISTI POREM ME AGARRANDO PUXANDO MEU CORPO PARA ELE INTENSIFICOU O BEIJO ME FAZENDO VER ESTRELAS E PENSANDO SER A MÃO DELE LEVANTEI A PERNA ME ABRINDO TODA SÓ PERCEBENDO QUE NÃO ERA ELE QUANDO MINHA CALCINHA FOI PUXADA DE MIM PARANDO EM MEUS JOELHOS E FUGINDO DAQUELE TARADO LEVANTEI INDO SENTA EM SEU COLO PRENSANDO A MÃO DA AMIGA QUE PUNHETAVA PAPAI DE MANSINHO PARA NÃO LEVANTAR SUSPEITA E FOI ELA QUE DIRECIONOU A PICA DE MEU PAI PARA MINHA BOCETA QUE ENTROU COM EXTREMA FACILIDADE POR ESTA MELADA E MESMO PAPAI TENTANDO ME CONTER NÃO CONSEGUIA IMPEDIR MINHA CAVALGADA GEMIDOS E GRITINHOS ENLOUQUECIDOS COM SUA PICA ATOLADA EM MINHA BOCETA ENQUANTO A AMIGA ORGANIZAVA A GALERA EM VOLTA DEIXANDO VEZ OU OUTRA ALGUÉM ALISAR MEUS SEIOS POREM QUANDO BEIJOU MINHA BOCA DEIXANDO ME SENTI TODA SUA EXCITAÇÃO EM NOSSAS BOCAS NÃO FOSSE PAPAI SE IMPOR TERÍAMOS SIDO ESTRUPADAS PELA GALERA QUE TEIMAVA EM PASSAR A MÃO EM MINHA BUNDA COM ALGUÉM ROUBANDO MINHA CALCINHA ENQUANTO PAPAI SEGURAVA A AMIGA A SUA FRENTE ME PUXANDO PELA MÃO PARA FORA DALI E INDO PEGAR O CARRO ME JOGOU DEBRUÇADA NO CAPO E METEU NOVAMENTE ENQUANTO A AMIGA OLHAVA AO REDOR PROMETENDO NOS AVISAR QUANDO VIESSE ALGUÉM COM PAPAI ME JOGANDO AJOELHADA AO CHÃO MELANDO MINHA CARA ROSTO E CABELOS DE PORRA POR NÃO QUERER GOZAR DENTRO DE MIM E SENTADA AO SEU LADO NO CARRO COM ABUNDA QUASE EM SEU COLO DELIRAVA COM SEUS DEDOS EM MIM ENQUANTO BEIJAVA A AMIGA COM ELE PROMETENDO LEVAR NOS DUAS PARA UM MOTEL AFIRMANDO NÃO IR AQUELE MESMO DIA PORQUE TINHA COMPROMISSO COM MAMÃE E AO CHEGAR EM CASA TIVE QUE BEIJAR A AMIGA FINGINDO NÃO VER MAMÃE INCRÉDULA NOS OLHANDO MESMO PORQUE TINHA QUE TIRAR O FOCO DE SUAS DESCONFIANÇA DE PAPAI QUE FICAVA DE PICA DURA SÓ EM ME VER ME DEIXANDO PUTA DA VIDA PORQUE QUEM SE FARTAVA COM O TESÃO QUE SERIA MEU ERA MAMÃE.                                                       ESTAVA QUASE PERDENDO A ESPERANÇA MESMO PORQUE A AMIGA NÃO SAIA MAIS DE CASA E APROVEITANDO A SITUAÇÃO SE APRESENTOU COMO MINHA NAMORADA PROMETENDO SÓ ME DEIXAR EM PAZ QUANDO PAPAI NOS LEVASSE COMO PROMETIDO AO MOTEL POREM NA PRIMEIRA OPORTUNIDADE FIZ QUESTÃO DE IR ESCONDIDA SOZINHA COM MEU PAPAI E MESMO SOFRENDO COM SUA PICA EM MINHA BUNDA NUNCA TIVE TANTO PRAZER NA VIDA CHEGANDO A GOZAR EM BICAS COM SEU CACETE ATOLADO EM MIM POREM ISSO CONTAREI EM OUTRA OPORTUNIDADE MESMO PORQUE SUA PICA JÁ NÃO ME DÁ TANTO PRAZER COMO ESPERAVA MESMO PORQUE EU E MINHA AMIGA DESCOBRIMOS QUE ESTAMOS APAIXONADAS E COM AJUDA E BENÇÃO DE MAMÃE VAMOS MORAR JUNTAS COM PAPAI ANIMADINHO TENDO CERTEZA QUE O BOM DISSO É PEGAR NOS DUAS A VONTADE EM NOSSA CASA

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto

Avatar do perfil melzinha
Por: melzinha
Codigo do conto: 15841
Votos: 0
Categoria: Exibicionismo
Publicado em: 10/04/2019

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login

Mais contos desse usuario

DOCE CACAU

DOEU MAIS FOI GOSTOSO

QUERO A SOGRINHA

QUERO A SOGRINHA II

MEU PAPAI

MARI MEU PRIMEIRO AMOR.


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2019 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados