Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

AVENTURA DE UMA NOITE PERFEITA

Por: Pedro35 - Categoria: Exibicionismo

Boa Noite a Todos

Vou contar aqui uma das noites mais perfeita que tive na minha vida, uma pena que nunca mais vai acontece, pois foi com uma antiga namora, POR SINAL a melhor foda da minha vida, por saber que tudo que fizemos ela gostava, e não fazia para agradar

Descrição: Pedro – moreno, cabelo bem baixo, físico normal, nada fora do normal, já a Andrea, branquinha, daquelas que fica marcada bem fácil, cabelos lindos pretos e grande o suficiente para puxa, uns seios fenomenais que até hoje me deixa louco, perfeita.

Num belo dia,   estava eu em casa esperando ela aparecer no msn, quando recebo uma mensagem dela, pedindo para busca ela na casa de uma amina onde ela estava numa festa, por sinal bem longe da minha casa, porem ela falou “se você vier hoje estou do jeito que você gosta” minha cabeça foi a mil, não sei o que isso significava, mais fiquei muito curioso,

Fui correndo buscar, quando cheguei lá, ela estava normal, porem um pouco altinha, me deu um beijo na frente de todos e falou aguarda só um pouquinho que já volto, eu fiquei puto pq ela demora muito, mais a demora foi muito bem recompensada, es que sai ela linda

Com um cabelo molhado com uma carinha de menina sapeca e com o melhor vestido que ela já usou na vida, lindo vermelho coladinho super decotado lindo não muito curto, mais sexy como eu adorava, porem algo me chamou atenção, não tinha nada marcando no vestido, como normalmente acontece num vestido colado, porem estava meio chateado e boquiaberto de como ela estava, ela como sempre, veio rindo muito falando com todos e todos não parava de olhar para ela, ate o irmão dela que me detestava e ficou puto reclamando e xingando ela, ela apenas tomou o copo da mão dele tomou todo O COPO de um gole só, e veio até a porta do carro ME DEU, outro bejo delicioso e falou vamos, entro no carro sentou no banco, eu rapidamente entrei no carro, pois queria sair dali rapidamente, nem percebi que ela sentou no banco com as pernas no painel do carro, quando finalmente olhei para o lado, quando quase bati o carro tendo aquela visão, ela sentada no banco, com os pês no painel com o vestido quase na cintura sem nada por baixo apenas aquela visão maravilhosa e gostosa a mostra fora o decote que não tampava mais nada, isso é claro eu ainda estava dirigindo com os vidros do carro aberto, meu pau já estava quase saindo pela calça, ela com uma carinha de inocente como se nada tivesse acontecendo bem ao natura, eu já não consegui nem mais dirigir direito, quando ela não satisfeita, se virou para o meu lado abriu minha calça e fez aquele boquete maravilhoso, que só ela sabe fazer, ate eu não aguentar mais e para o carro em Madureira, colocar ela no meu colo e fuder ela gostosamente sem se importa se passava ou não aguem na rua, quando finalmente conseguimos chegar na porta da casa dela, descobrimos que ela tinha esquecido a chave na festa, voltamos para lá brincando um com o outro eu dedando aquela buceta deliciosa e ela tocando uma punheta de leve, e só paramos quando paramos na porta da festa ela saiu com a cara mais tranquila possível foi até o irmão dela pediu a chave tomou outro copo da mão dele e voltou para o carro, e como sempre todos olhando para ela, não tínhamos nem virado a esquina da festa, ela olhou para mim e falou assim “ você não acha que está muito calor aqui”   não deu nem tempo de eu responder, ela tirou o vestido e foi nua, pelas principais ruas do trajeto entre Jacarepaguá e Maria da Graça, só em último caso que ela apenas colocava o vestido por cima dos dois seus belos seios quando parava num sinal. Já estava ficando louco de tesão com ela nua no banco do carro e com sua carinha de menina sapeca que sabia que estava aprontando, porem isso não acabou aqui, quando chegamos novamente na porta da casa dela, ela pediu estaciona o carro ali, que eu nem olhei direito onde erra (que só fui descobri mais tarde que era enfrente uma igreja universal), na hora de sair do carro para entramos em casa, perguntei a ela se iria sair assim, ela apenas me olhou deu um sorriso e em vez de colocar o vestido saiu do carro segurando o vestido na frente do corpo foi para frente do carro e me agarrou largou o vestido no chão deitou no capô do carro e fudemos muito ali em frente a igreja com tudo iluminado e sem se importa se iria passar alguém, para nossa sorte já era madrugada e não passou ninguém.

Tenho muitas mais loucuras que fiz com ela. Depois conto outra.
                                

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto

foto avatar usuario Pedro35
Por: Pedro35
Codigo do conto: 14320
Votos: 0
Categoria: Exibicionismo
Publicado em: 01/10/2018

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2018 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados