Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

UMA PICA NOVA 2

Por: BeleAntonio - Categoria: Cornos-Cuckold

César veio até próximo de mim, mais estava meio sem jeito,  afinal aquela situação podia ser desejada, mais nunca esperada, compreendi que eu deveria tomar a iniciativa, estique a mão tocando no seu pau, que por sinal já estava duro, senti que realmente a sua esposa e o meu marido não tinham mentido, era grosso e grande; delicadamente abri o zíper e enfiei a mão dentro da sua calça, tirando para fora uma pica enorme e bem dura.- REALMENTE AMOR, ELE É PINTUDO MESMO. Disse olhando para meu marido que estava parado na porta. TIRA ESSA ROUPA E DEITA ALI NA CAMA, QUERO CHUPAR ESSE PAUZÃO.César fez isso rapidamente, quando ele se deitou peguei a mão dele e coloquei na minha buceta, ele sentiu a umidade dela, isso fez com que ele se soltasse mais, puxou minha calcinha de lado e enfiou um dedo na minha vagina.- NOSSA QUE BUCETA QUENTE E ÚMIDA VOCÊ TEM BEL, VOU ADORAR FODER ELA.Dei uma reboladinha com o dedo dele na minha xota.- SERÁ QUE VOU AGUENTAR ESSE CACETÃO? Disse enquanto fazia carinho na pica dele. TÔ ACOSTUMADA COM PAUZINHO BEM MENOR, ISSO É UMA TORA.Acho que essa frase despertou o macho dentro dele, pois de repente ele deixou a timidez de lado e se transformou em um macho dominante, me agarrou pela calcinha e me puxou com força me fazendo cair por sobre ele, sua boca colou na minha e sua língua invadiu minha boca, enquanto isso ele literalmente rasgou minha calcinha e voltou a me penetrar com o dedo, César tinha uma habilidade animal para o sexo, pois enquanto seu dedo me penetrava com o polegar ele conseguia massagear meu clitóris e foi assim que logo eu gozei pela primeira vez, um gozo leve, mais gostoso. - CHUPA MEU CACETE. Disse ele empurrando minha cabeça na direção da sua piroca. DEIXA ELE BEM MOLHADO PRA EU FODER SUA BUCETA QUENTE. Nessa hora percebi que meu marido estava bem do lado da cama e claro doido pra me ver chupar o pau do seu melhor amigo, não tive dúvidas, e comecei uma deliciosa chupeta  naquela pica enorme, César gemia de prazer sentido seu pau ser engolido pela minha boquinha quente e tarada, quando a colocava dentro da minha boca podia sentir ela pulsando de tanto tesão, fui aos poucos deixando aquela piroca bem molhada, meu esposo estava paralisado me vendo deixar seu grande amigo quase louco de prazer.- CARALHO.....UMMMMM.....QUEBOCA GOSTOSA ELA TEM. Dizia o César ao meu marido. TÔ QUASE GOZANDO.....AIIIIII....NESSA BOCA.Mais eu não queria que ele gozasse agora, por isso diminui a intensidade das chupadas; resolvi então que estava na hora de sentir aquele mastro dentro de mim, olhei para o meu marido e perguntei:- QUER VER ESSA PICA ARREGAÇANDO A BUCETINHA DA SUA MULHERZINHA EM AMOR, VOCÊ QUER?- QUERO. Respondeu ele mais que depressa. QUERO SIM.Fiquei então de cócoras sobre o César e comecei a passar a cabeça do seu pau na entradinha da minha buceta. - OLHA AMOR É MUITO GRANDE E GROSSA, SERÁ QUE EU VOU AGUENTAR? Fui então me abaixando lentamente fazendo com que aquela pica fosse entrando dentro da minha xotinha, no começo senti arder, afinal não estava acostumada com uma piroca daquele calibre, quando já estava na metade dei uma parada e comecei a rebolar, meu amante estava quieto, com os olhos fechados e a respiração ofegante, parecia querer se controlar para não gozar logo, meu marido pelo contrário, não tirava os olhos daquela cena que tanto o excitava, foi aí que olhei para ele e disse:- VEM CÁ MEU CORNINHO, BEIJA A SUA PUTINHA, VEM.Antonio obedeceu prontamente e enquanto nos beijávamos fui descendo meu corpo até que todo aquele pau estivesse dentro de mim. - PRONTO AMOR, ELE TÁ TODINHO DENTRO DA SUA ESPOSA, AGORA COMO UM BOM CORNO FICA SÓ OLHANDO ESSE MACHO GOSTOSO FODER SUA ESPOSA. Essa frase tirou o César do seu transe, ele me agarrou pela bunda e me forçou a começar a cavalga-lo, apoiei minhas mãos no peito de enquanto ele me segurava pela cintura me levando para cima e para baixo, minha vagina já estava perfeitamente adaptada ao pau dele, por isso eu bombava gostoso sentindo tudo aquilo entrar e sair da minha xotinha, logo gozei outra vez, continuei subindo e descendo do pau do César por alguns tempo foi ai que senti o pau dele vibrar dentro de mim e percebi que ele estava gozando, o abracei e enquanto rebolava no pau dele gemia baixinho no seu ouvido. - GOZA GOSTOSO, VIU O QUE É COMER UMA MULHER DE VERDADE. Na verdade a propaganda que a esposa dele fazia não era bem verdade, ele tinha um pau enorme, mais tinha que aprender muito ainda, ela que era ruim de cama com certeza. GOZOU TUDINHO, VEM CORNINHO FODE MINHA BUCETA CHEIA DA PORRA DO SEU AMIGO, VEM.Fiquei de quatro, meu marido então tirou a calça e socou sua vara na minha buceta, enquanto isso eu chupava o pau mole do César,  que parecia não acreditar.- FODE CORNO, QUERO GOZAR NOVAMENTE. E olhando pro César dizia. SUA MULHER É RUIM DE CAMA VIU, OLHA COMO UMA PUTA METE.Logo meu corninho também gozou junto comigo, ficamos ali os três descansando por algum tempo....

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto
Avatar do perfil BeleAntonio
Por: BeleAntonio
Codigo do conto: 13250
Votos: 0
Categoria: Cornos-Cuckold
Publicado em: 29/09/2017

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login

Mais contos desse usuario

FELIZ ANIVERSÁRIO CORNO 2

FELIZ ANIVERSÁRIO CORNO 1

FELIZ ANIVERSÁRIO CORNO 3

NO MOTEL COM O PAULO 1

NO MOTEL COM O PAULO 2

UMA PICA NOVA 1

DELÍCIA DE AMANTE 1

DELÍCIA DE AMANTE 2


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2020 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados