Logo casa dos contos
Esqueceu a sua senha? Clique Aqui

Principal Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco
Categorias Ultimos Contos Melhores Enviar Contos Painel Cadastro Fale conosco Login

Segredos de Edu

Por: DeusaAfrodite - Categoria: Heterosexual
Testo Power

Laura estava furiosa comigo! Mas era compreensível ,já que Ângela e eu não fizemos questão de disfarçar o tesão que rolava entre nós!
Afinal, foi com ela que perdi minha virgindade, há uns 4 anos atrás, em uma festa oferecida pelo meu pai. Era uma festa chique, traje de gala!
Eu não curtia muito essas festas, mas tinha que comparecer já que eu fazia parte da área financeira da empresa. Preferia ficar no meu canto.
A gente morava na cobertura de um dos prédios mais caros de São Paulo. Era um duplex e na cobertura tinha um salão para umas 200 pessoas, com bar, banheiros, cabine para DJ, piscina e churrasqueira top de linha. O chão do salão era de mármore , e em volta era de vidro, com vista pra piscina!
Eu preferia ficar sentado nas cadeiras de descanso que ficavam do lado da piscina do que ouvindo aqueles assunto chatos de trabalho!
Eu estava lá, tomando meu vinho, quando de repente ,surge ela, Ângela, com os cabelos ruivos, soltos e ondulados, em um vestido preto com um decote generoso tanto na frente quanto atrás. Usava um brinco com pequenos rubis que combinavam perfeitamente com aqueles cabelos que eu morria de vontade de puxar . Ela veio em minha direção e meu corpo reagiu sentindo um calor aonde não devia! Ela era esposa do melhor amigo do meu pai. Nunca aconteceria algo entre nós.
Ela se aproximou, lindamente e me cumprimentou :
-Olá Edu, você está lindo! – Fiquei sem reação, estático! – O que você está fazendo aqui sozinho?
-Oi Angel !- eu adorava chama-la assim. Por que ela realmente parecia um anjo.- gosto de ficar aqui. Está mais fresco e mais silencioso. Cade Henrique? – Fiquei com medo da resposta que ela daria. Não ia dar certo aquela mulher sozinha naquela festa. – Veio sozinha?
-Vim sim. Ele precisou viajar a negócios e pediu para que eu o representasse hoje! – Meu coração quase saltou da boca quando ela disse estar só, aquilo era uma canção para meus ouvidos. Sempre quis ter a chance de ficar sozinho com ela. Eu já estava meio bêbado e resolvi investir.- Posso sentar com você Edu?
-Claro Angel, fique a vontade! – Pode sentar no meu colo sua gostosa!- Quer que eu peça um vinho, uma água, champanhe?
-Vou te acompanhar no vinho! – Ela sorriu pra mim e deu uma piscadinha sem vergonha. quase fiquei de pau duro imediatamente.- Deve estar delicioso.
-Está sim. – Não tanto quanto você é claro! – Garçom , traga uma taça pra minha amiga, por favor!
Ficamos sentados ali conversando um tempão. Estávamos alegrinhos já. Resolvi tentar a sorte.
-Você quer ir para um lugar mais reservado? – Apesar de só estar a gente na beirada da piscina , todos que estavam lá dentro, podiam ver o que rolava lá fora.
-Claro. Por Favor!- Ela deu uma risadinha e passou a língua nos lábios como quem diz ” eu estava esperando por isso”.
Descemos para o andar dos quartos. Era um corredor comprido , que dava privacidade para todos.
-Vamos no meu quarto? Ouvir um som? – Naquele momento eu parecia uma criança esperando ganhar o presente do papai noel.
-Pode ser. Eu Adoraria!- Deus, eu estava em êxtase. Aquilo era bom demais pra ser verdade.
Meu quarto era enorme , com uma cama king size, lençol de 1000 fios , com uma cabeceira de madeira toda esculpida e travesseiro de pena de ganso.Tinha uma mesa longa , onde eu gostava de trabalhar e mexer no notebook e uma janela bem grande, com cortinas pretas.
-Uau! Que lindo seu quarto Edu, Você deve trazer muitas garotas aqui heim!
‘-Na verdade você é a primeira, Angel! – Era verdade. Nunca tinha levado ninguém lá. Só amigos, quando eu era pequeno.
-Jura?! – Ela riu e fez uma cara de que não acreditava muito no que eu estava falando.
– Juro. É a mais pura verdade! – Tirei alguns livros que estavam em cima da cama.- Venha. Sente-se aqui comigo.
Sem hesitar ela sentou ao meu lado e colocou sua mão em minha coxa.
-Você está muito gostoso com essa roupa. – Oi? !Gostoso?!- Está até me dando vontade de te agarrar. – A bebida estava falando mais forte.- Posso?
Tomei a iniciativa e a beijei. Fiquei corado , não consegui resistir e minha ereção ficou escancarada!
-Olha só . O que temos aqui? – Meu pau. Só pra você.- Uau! Como é grande. vou arranca-lo pra fora da sua calça.
Ela levantou, me deitou, abriu o zíper e me despiu! Eu estava completamente duro.
-Que delícia Edu. Nunca imaginei que fosse tão enorme. – Ela sorria e dava pulinho de alegria.- Quero ele pra mim, todinho e agora!
Ela começou a tirar o vestido, deslizando suavemente a alça pelo seu ombro lindo. Fi Ela era perfeita! Seus seios eram incríveis. Queria muito Chupá-los.
Levantei, peguei Angel pelo braço e a joguei na cama!
-Você é um tesão. Vou te comer de um jeito que você jamais vai esquecer. - Eu tava era morrendo de medo de fazer algo errado. Ela não sabia que era minha primeira vez! Mas eu tinha que me esforçar e fazer um trabalho bem feito. Não podia decepcioná-la .
Comecei a chupar um mamilo e beliscar de leve o outro. Ela começou a se contorcer. Sinal de que estava fazendo algo certo!
-Hummm Edu, que língua gostosa que você tem! - Aquelas palavras me excitaram ainda mais e me fez aumentar mais a pressão da chupada e do beliscão.- Sabe onde eu quero essa língua?
levantei meu rosto, olhei dentro de seus olhos e fiz cara de que tinha entendido exatamente o que ela estava me pedindo.Beijei seu pescoço, ombro, seios (de novo), barriguinha , umbiguinho e cheguei aonde ela queria! Tirei a calcinha com os dentes. Ela olhava com cara de safada. mordendo os lábios, implorando pra que a chupasse bem gostoso!
-É aqui que você quer, sua gostosa? - Ela fazia sinal positivo com a cabeça e começou a empurrar a minha para baixo. Queria que eu chegasse logo ali. Não precisou pedir mais. Dei uma lambida de baixo pra cima, que fez ela arquear as costas.
- Quero que vc sugue meu clitóris e enfie um dedo em mim. - Como eu poderia recusar aquele pedido. Eu queria muito fuder aquela xoxota carnuda. Que estava ali toda exposta pra mim. Implorando. Coloquei meu dedão eu seu clitóris e comecei a fazer pequenos círculos e meu indicador fui enfiando bem fundo dentro dela! Deus, como estava molhada e quente.
Depois de uns minutos assim, Angel, tirou minha mão de dentro dela, levantou e disse:
-Agora é minha vez! - Ela segurou meu pau e o enfiou na boca, fazendo movimentos com a língua na cabecinha dele- Que cacete delicioso você tem. Vou engolir ele inteirinho.
Gemi. O som do meu gemido a deixou com mais tesão ainda e a fez chupar com mais força ainda enquanto brincava com a mão nas minhas bolas. Como é que eu pude ficar tanto tempo sem sentir aquilo tudo. Bem que meus amigos falavam que sexo era a melhor coisa do mundo!
Ela continuava a chupar com tanta vontade, que comecei a sentir algo que nunca havia sentido antes. Será que era um orgasmo? Eu não podia gozar ainda. Precisava meter meu pau nela primeiro. Queria gozar lá, naquele quentinho.
Tirei meu pau de dentro daquela boca, imediatamente.
-Angel, quero te comer, agora! - Peguei uma camisinha na gaveta do criado mudo e coloquei.
Puxei ela pra beirada da cama, virei suas pernas pro lado e enfiei.
Meu Deus, aquela posição a deixava mais apertadinha ainda. A cada enfiada e tirada ela pedia para que eu a comece com mais força .
-Isso Edu, enfia tudo. Estou sentindo seu pau latejando dentro de mim. Que tesão!
Enfiei com força , e alguns minutos depois gozamos. Juntos! Senti aquele líquido escorrendo pela minha ereção.
-Nossa , gata, como você é linda! - Meu corpo estava em festa. Nem acreditava que finalmente tinha perdido a virgindade. Ainda mais com ela! Eu queria sair pra comemorar e contar para meus amigos. Por sorte, sem ela saber, a câmera do meu note havia filmado tudo. Agora eu tinha provas.- Melhor nos arrumarmos . Meu pai deve estar nos procurando.
Ela foi ao banheiro, se refrescou, se vestiu, me beijou , agradeceu pela noite e saiu!
Fiquei lá mais um tempo, assimilando o que tinha acabado de acontecer.
Foi assim que aconteceu. E desde então tenho vontade de comer aquela vagina de novo.
Acho que a Laura percebeu isso e por isso ficou com ciúmes. Mas sabe de uma coisa, se eu tiver a oportunidade, não vou deixar passar. Estava difícil resistir com ela lá, passando o feriado com a gente.

Comentarios
Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu voto junto com o meu comentario:


Ficha do conto
Avatar do perfil DeusaAfrodite
Por: DeusaAfrodite
Codigo do conto: 11391
Votos: 0
Categoria: Heterosexual
Publicado em: 05/04/2016

×

OPS! Para votar nesse conto voce precisa efetuar o login


Fotos do conto
Foto 1 do conto: Segredos de Edu

Foto 2 do conto: Segredos de Edu



tesao de vaca
Mais contos desse usuario

No Escritório

A Namorada, tem namorada!

O Namorado

Perdi a virgindade com uma amiga

O amigo do meu marido!

A secretária e o Dentista!

Uma Tarde de muito Calor!

Sexo na Faculdade

Melhor feriado da minha vida 2

O amigo do meu marido! Parte 2

No Swing

No corredor do Shopping

A garota da Janela

a Noite, na escada!

Trepada com o patrão!


Este site contém contos eroticos, fotos e videos destinados exclusivamente ao público adulto.
Ao acessá-lo, você declara que tem no mínimo 18 anos de idade e que no país onde você esta acessando esse conteúdo não é proibido.
© 2005-2021 - CasaDosContos.com - Todos os direitos reservados