UMA ANTA ME ARROMBOU


BY: betoleandro
OLÁ A TODOS, VOLTEI PARA CONTAR MINHA HISTORIA COM A ANTA QUE TEMOS EM NOSSO SITIO,, ME CHAMO CARLA 22 ANOS, 1.65 DE ALTURA, TENHO 62 KILOS CONFORME FALEI NO CONTO ANTERIOR, FUI AO SITIO VER COMO ESTAVA O ORANGOTANGO QUE TROUXEMOS DO KENIA, QUANDO LÁ CHEGUEI FUI DIRETO PARA O GALPÃO QUE SERVI PARA GUARDAR OS ANIMAIS, NÃO PERDI TEMPO, FUI DIRETO A JAULA DO ORANGOTANGO, ESTAVA COM A BUCETA JA TODA MOLHADA, SO DE PENSAR NO PRAZER QUE IA TER COM ELE ME FUDENDO,, O BICHO É MESMO UM MESTRE EM PRATICAR SEXO, QUANDO FALAM QUE O MACACO É O PRIMO MAIS PROXIMO DO HOMEM, DEVERIAM NA VERDADE FALAR QUE ELE É SUPERIOS AOS HOMENS, INCLUSIVE NO TAMANHO DO SEU CACETE, POIS BEM QUEM LEU O CONTO ANTERRIOR TREPAMOS A TARDE INTEIRA, FIQUEI DE BUCETA ESFOLADA, E NÃO SERIA DIFERENTE, AGUENTAR UM CACETÃO DE 38X6CM ATE AS BOLAS NÃO É TAREFA FACIL, MAIS EU ME DELICIO COM ESTAS AVENTURAS, SE EU FOSSE UM ANIMAL COM CERTEZA SERIA UMA ÉGUA PRA GOSTAR DE CACETES GRANDÕES, QUANDO MEU MACHO SE CANÇOU DE MIM POIS TREPAMOS A TARDE INTEIRA, VOLTEI PARA A CASA PARA TOMAR BANHO E DESCAÇAR, ESTAVA TODA MELECADA DE TANTA GALA DO AMINAL E O CORPO AMOLECIDO, CHEGANDO NA CASA NÃO ENCONTREI O PESSOAL QUE CUIDA DOS ANIMAIS, TOMEI BANHO E ME DEITEI, ESTAVA ANOITECENDO, PRESUMI QUE O PESSOAL NÃO DEMORARIA A CHEGAR, POR SER SABADO ELES DEVERIA, TER IDO A CIDADE DE IPOJUCA QUE FICA PROXIMO, ADORMECI, QUANDO ACORDEI JA ERA QUASE MEIA NOITE, A CASA ESTAVA ESCURA E SILENCIOSA, MINHA BARRIGA RONCAVA, ESTAVA COM UMA FOME DANADA, TAMBEM NÃO ERA PRA MENOS, PASSEI A TARDE INTEIRA TREPANDO COM MEU ORANGOTANGO INSACIAVEL, PRECISAVA REPOR MINHAS ENERGIAS, FUI A GELADEIRA PARA VER SE TINHA ALGO PARA COMER, POR SORTE TINHA UM PACOTE DE MORTANDELA E REFRIGERANTE, FIZ DOIS SANDUICHES BEM REFORÇADOS, FUI PARA A VARANDA, A NOITE ESTAVA ESTRELADA, COM A LUA ENCOBERTA POR UMA NUVEM UMA BELA VISÃO QUE EU NÃO VIA HA MUITO TEMPO, COMO ESTAVA SOZINHA RESOLVI ACENDER AS LAMPADAS DA VARANDA PARA ME SENTIR MAIS SEGURA, ENQUANTO EU COMIA PERCEBI QUE HAVIA UM CERTO BARULHO NO GALPÃO , COMO EU TINHA DEIXADO O PORTÃO FECHADO , DAVA PRA OUVIR ELE BATENDO CONTRA A MADEIRA QUE FAZ SUA TRANCA, FUI VER O QUE ESTAVA ACONTECENDO, AO CHEGAR LIGUEI A LUZ E VI QUE A ANTA TINHA SAIDO DO SEU LUGAR AMA ESPECIE CHIQUEIRO FEITO EM TIJOLOS, CONSEGUI LEVAR ELA PARA SEU LUCAR SEM MUITO TRABALHO, AO ENTRAR EM SEU RECINTO ELE VEIO ATE A PORTÃO QUE TRANCA SEU QUARTINHO E CHEIROU MINHA COXA, SENTI UM ARREPIO PELO CONTATO DO SEU FOÇINHO, ELE DEVE TER GOSTADO DO MEU XEIRO POIS CONTINUOU ESFREGANDO O FOÇINHO EM MINHA COXA, EU LA TINHA VISTO ELE COM O CACETÃO ENDURECIDO UMA VÊS COM MEU PAI, É ALGO ASUSTADOR, DO TAMANHO QUE TEM SEU CORPO, TEM O TAMANHO DO CACETE, CONSIDERANTO QUE O ANTA É TEM O CORPO QUE MEDE EM MEDIA UM METRO DA PATA TRAZEIRA ATE A PATA DIANTEIRA E SEU CACETÃO ALCANSA A PATA DIANTEIRA QUANDO ESTA DURO, SEU CACETE DEVE TER UNS 70CM DE COMPRIMENTO, POIS BEM, ELE CONTINUAVA XEIRANDO MINHAS COXAS, PASSEI A MÃO EM SUA CABEÇA, PARECE QUE ELE GOSTOU, COMO É UM ANIMAL DOCIL, RESOLVI ABRI O PORTAZINHO E ENTRAR,ELE CONTINUOU ALI PARADO, ALIZEI SEU LOMBO, FOI AI QUE OLHEI PARA BAIXO E VI QUE ELE ESTAVA FICANDO COM O CACETE DURO, LEMBREI QUE EU JA TINHA VISTO UM FILME BRASILEIRO, CHAMADO MULHERES TARADAS POR ANIMAIS, ONDE TINHA UMA TRANSA COM UMA ANTA. LEVEI MINHA MÃO ATE SEU CACETE, ERA MACIO E MUITO GROSSO. O CONTATO DA MINHA MÃO FEZ QUE SEU CACETE AUMENTASSE DE TAMANHO E FICASSE MAIS RIGIDO, PENSEI COMIGO, SERA QUE ESTE BICHO ESTA QUERENDO ME COMER,, ANALIZEI DIREITINHO A SITUAÇÃO, TIVE MEDO, ERA UM CACETÃO MUITO GROSSO, SUPERAVA O ORANGOTANGO QUE JA É UMA ABERRAÇÃO, MAIS O DESEJO FALOU MAIS ALTO, TIREI A SÁIA E A CALÇINHA FIQUEI DE COCARAS E VOLTEI A ACARICIAR SUA FERRAMENTA DE DESTRUIÇÃO, NISSO A ANTA SE VIROU, TOCANDO SEU CORPO NO MEU, ME FEZ FICAR SENTADA DE PERNAS ABERTAS, ELE SENTINDO O XEIRO DA MINHA BUCETA COLOCOU O FOÇINHO EM MINHA BUCETA FICOU MOVIMENTO PARA CIMA E PARA BAIXO. ELE TEM O FOÇINHO AFUNILADO, PRECIONAVA QUE SENTI QUE TINHA ME PENETRADO, TIVE MEDO NÃO CONHECIA SEU COMPORTAMENTO, NISSO ELE ALIVIA A PRESSÃO DO FOÇINHO E PASSA A ME LAMBER, VI ESTRELAS, SUA LIGUA PRATICAMENTE ERA UMA LIXA, LAMBIA DE CIMA A BAIXO, SENTI MINHAS PERNAS TREMER, ABRI MAIS AS COXAS E APOIEI MEU CORPO NOS DOIS BRAÇOS ENCLINANDO O CORPO PARA TRAZ, COMO ELE É BEM GRANDE, TEM UMA ALTURA DE QUASE UM METRO EU ME SENTIA PEQUENA DIANTE DELE, NESTE MOMENTO ELE TIROU O FOÇINHO DA MINHA BUCETA , FEZ UM MOVIMENTO DE QUE IA SAIR DE JUNTO DE MIM, SO QUE ELE SE ADIANTOU MAIS UM POUCO EM DIREÇÃO A MINHA CABEÇA, ME DEIXANDO PRESA ENTRE SUAS PATAS DIANTEIRAS, SEU CACETÃO SOLTAVA MUITO LIQUIDO BRANCO VISCOSO, PELO MOVIMENTO QUE FEZ QUASE ENCOSTOU EM MINHA BOCA, A CACEÇA DO CACETE TEM O FORMATO DE (Y) O TAMANHO É MONSTRUSO MAIS PARECE A PALMA DA MINHA MÃO, ELE FICOU ALI PARADO, COMO QUE ESPERANDO EU FAZER ALGUMA COISA PARA ELE, ENTÃO SEGUREI SEU CACETE E LIMPEI O LIQUIDO QUE SÁIA DELE, SENTI VONTADE DE COLOCAR SEU CACETE EM MINHA BOCA, PASSEI A LIGUE PARA SENTIR O GOSTO DO SEU CACETE, SEU LIQUIDO ERA ADOÇICADO, ENTÃO, TENTEI COLOCAR EM MINHA BOCA, NÃO CONSEGUI, ERA MUITO GRANDE, ESPECIALMENTE QUE TINHA O FORMATO DE Y, NÃO CONSEGUI, MEU DESEJO AUMENTOU, QUERIA DE QUALQUER FORMA GOZAR, SENTIA QUE MINHA BUCETA JA ESTAVA TODA MOLHADA, ENTÃO ME VEIO A IDEIA, SE EU FECHAR AS PONTAS DE SEU CACETE VAI FICAR MENOS VOLUMOSO, FOI O QUE FIZ, PRECIONEI MINHA MÃO E CONSEGUI COLOCAR NA BOCA, FIQUEI SUFOCADA MINHA BOQUINHA ERA PEQUENA PARA SUPORTAR AQUELE INVASOR, ENTÃO RESOLVI TENTAR ENFIAR NA BUCETA, SE EU CONSEGUIA ENFIAR O CACETÃO DO ORANGOTANGO , IRIA TAMBEM ENFIAR O DA ANTA, ERA SO UMA QUESTÃO DE CONSEGIUR PENETRAR A CABEÇONA, DEPOIS DE ENTRAR A CABEÇONA A MINHA BUCETA SE ACOSTUMARIA COM O RESTANTE, SOLTEI SEU CACETE E ME ARRASTEI PARA TRAZ, ELE NADA FAZIA, ESTAVA ALI PARADO, ME PROSTEI A SEU LADO, PEGUEI SEU CACETÃO E COMESSEI A PINCELAR MINHA BUCETA, ERA INACREDITAVEL O QUE UMA MULHER DESEJOSA E CAPAZ DE FAZER, A DIMENSÃO DE SEU CACETÃO OCUPAVA TODO O VÃO DA MINHA BUCETA, NÃO TIVE MEDO, SABIA QUE EU IRIA CONTROLAR OS MOVIMENTOS DELE, POR ESTA DE LADO SERIA FACIL ME DESVENCILHAR DELE, A MACIÊZ DE SEU CACETE ERA MUITO GOSTOSO, CONTINUAVA A SAIR BASTANTE LIQUIDO DE SEU CACETE, OS PELOS DA MINHA BUCETA JA ESTAVA ENSOPADO, A NATUREZA É SÁBIA, PARA ENFIAR UM CACETÃO DAQUELE NUM BURACO PRECISAVA DE MUITA LUBRIFICAÇÃO, ENTÃO GEGUREI FIRME E FORÇEI O CORPO PARA FRENTE, POR ESTA DE CÓCORAS MINHA BUCETA TOTALMENTE ABERTA, O Y QUE FORMA A CABEÇA DO CACETE NÃO PERMITIA QUE ENTRASSE EM MINHA BUCETA, ENTÃO FIZ O MESMO QUE FIZ PARA COLOCAR NA BOCA, SEGUREI FIRME E COLOQUEI NA EBTRADA DA BUCETA, EMPURREI O CORPO COM FORÇA AÍ SIM, ELA ENTROU, FOI UMA PENETRAÇÃO GOSTOSA, SENTI MINHA BUCETA TODA ALARGADA POR DENTRO, FIQUEI PARADA PARA ME ACOSTUMAR, SENTIA TODA PRENCHIDA, MAIS DOÍA, ACHO QUE O MACACO TINHA ME DEIXADO ENLARGUECIDA, ME FIRMEI NOS DOIS BRAÇOS, OLHAVA PARA SEU CACETÃO, PARECIA UM BRAÇO ESTIRADO COLOCADO DENTRO DA MINHA BUCETA, ENTÃO COMESSEI A MOVIMENTO O CORPO DEVAGARINHO, SENTIA O CACETÃO ENTRANDO E SAINDO, COMO SOU LOUCA, QUERIA QUE ENTRASSE MAIS, MAIS NÃO CONSEGUIA, SENTIA ALGO BATENDO EM MEU ULTERO, COM CERTESA ERA A CABEÇONA ME ESFOLANDO POR DENTRO, SENTI MEU GOZO SE APROXIMANDO ERA INDESCRITIVEL O PRAZER QUE EU SENTIA, EMPURREI O CORPO MAIS PRA FRENTE, QUERIA SER ARROMBADA, MAIS NÃO CONSEGUI MUITO, ACHO QUE ENTROU SO A METADE DO CACETÃO, EU SUSPENDIA O CORPO PARA ME MOVIMENTAR ERA UMA FODA LOUCA, , SENTI QUE MEU MACHO IA GOZAR TAMBEM, COMESSEI A GRITAR, GOZA COMIGO VAI, AIIIIII, AAIIIIII, UUIIIIIIII, SENTIA ALGO SE AVOLUMANDO DENTRO DE MIM, NUNCA TINHA SENTIDO NADA PARECIDO, AIIIIIII, AAIIIIIIIII, AAAIIIIIIII, AI MINHA VISTA ESCURECEU, JATOS FORTES ME BANHAVA POR DENTRO, ELE FICOU AGITADO, PENSEI QUE IA SAIR DE JUNTO DE MIM, FOI AÍ QUE GOZEI DESVAIRADA, UIIIIIII, UUIIIIIIIII,UUIIIIII, AI MEU DEUS, VOU MORRER, AAIIIIII, AAIIIIIII, FUI ARRIANDO O CORPO, COM O CACETÃO DENTRO DE MIM, AO SENTAR AINDA TINHA UNS 20CM ENFIADO NA BUCETA, ME AFASTEI MAIS UM POUCO PARA PODER RETIRAR O CACETÃO DA BUCETA, AQUELE CACETÃO PARECIA QUE NUNCA IA SAIR POR INTEIRO, ATE PARECIA QUE TINHA CRESCIDO MAIS DENTRO DE MIM, QUANDO VI QUE IA SAIR A CABEÇONA SENTI UMA TRAVA POR DENTRO DA BUCETA,ATE LEBROU O ENGATE DOS CACHORROS, FIRMEI AS MÃOS NO CHÃO PARA FAZER MAIS FORÇA, ENTÃO A CABEÇONA SAIU, FAZENDO UM BARULHO DE PLOC, COMO SE ESTIVESSE ABRINDO UMA GARRAFA DE VINHO, TRAZENDO JUNTO UMA GRANDE QUANTIDADE LIQUIDO, A PRESSÃO FOI TÃO GRANDE QUE RESPINGOU EM MEU UMBIGO E DEIXANDO MEUS PENTELHOS ENCHARCADOS, FIQUEI ALI SENTADA AO CHÃO, AINDA COM AS PERNAS TREMULAS DA INTENSIDADE DO MEU ORGASMO, PASSADO ALGUM TEMPO LEVANTEI-ME, COLOQUEI A SÁIA E CALÇINHA E SEGUI PARA CASA, ESPERO QUE TENHAM GOSTADO, POIS EU AINDA GOZO SO DE LEMBRAR, BEIJOS


Foto 1 do conto: UMA ANTA ME ARROMBOU



Comentarios
eu adorei o teu conto eu já dei pra todas rasas de cães grade e dei uma vez pra um cavalo mais só aguentei a metade a cabeça do pau do cavalo e igual um pires mais eu só homem eu foi no meu cu mais si esta da foto e vc a anta deve ter ficado muito feliz vc e linda mais acho que de um pone eu aguento todo eu do desde bem novinho e adoro Comentado por:joelj em 14/02/2016 01:06
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

minha namorada