NATAL COM VOVÔ RUI


BY: betoleandro
OLÁ MINHA GENTE, UFA ESTOU EUFORICA COM O DESFECHO DA FESTA NATALINA COM VOVÔ RUI, DEPOIS QUE MINHA PRIMA CARMEM TRANZOU COM VOVÔ AS COISAS AQUI EM CASA ANDAM A MIL, TODAS AS MINHAS PRIMAS, QUEREM FICAR CUIDANDO DE VOVÔ, A CARMEM CONTOU PARA TODAS AS PRIMAS O OCORRIDO,COM VOVÔ E SEU CACETE DE 32CM ELE AGORA ESTA TODO VAIDOSO, SO ANDA CHEIROSO E BARBEADO, O SHOPPING DA CIDADE VIROU SEU LUGAR FAVORITO PARA PASSAR AS TARDES COM SUAS NETINHAS, AGORA E A PRIMA CRISTINA DE 21 ANOS QUE ANDA AGARRADA A VOVÔ, ELA É BRANCA TEM 1.62 55 KILOS, CABELOS CASTANHOS QUE VAI ATE A CINTURA, BUNDINHA REDONDA QUE CHAMA A ATENÇÃO DAS PESSOAS, AO CHEGAR EM CASA OUÇO RISADAS VINDO DO QUARTO DO VOVÔ, PERCEBO QUE SÃO MAIS DE DUAS PESSOAS, ENTRO DEVAGAR SEM FAZER BARULHO PARA VER QUEM ESTA COM VOVÔ, A PORTA DO QUARTO ESTA ABERTA, DANDO PLENA VISÃO PARA SEU INTERIOR, ME DEPARO COM VOVÔ DEITADO NA CAMA, COM AS MINHAS PRIMAS CARMEM E CRISTINA UMA DE CADA LADO APOIANDO EM SEU PEITO LARGO, ELE ESTA DE CUECAS DE LYCRA MOSTRANDO SEU CACETÃO DURO LEVANTANDO A BARRACA, ELAS BAILAVAM SUAS MÃOS SOBRE O CACETÃO DE VOVÔ, FIQUEI PASMA COM A LIBERTINAGEM DE MEU AVÔ, PARA UM HOMEM DA ROÇA É MUITO EVOLUIDO, FICAR AOS AMASSOS COM SUAS NETAS, SEM SE PREOCUPAR QUE EU POSSA CHEGAR A QUALQUER MOMENTO
ANDA MUITO ASSANHADO,, RESOLVI ASSISTIR O ANDAMENTO DA SITUAÇÃO, SENTEI-ME NO SOFÁ QUE FICA EM FRENTE AO QUARTO DELE, COMO A CAMA FICA VIRADA DE COSTAS PARA A SALA, ELAS NÃO PERCEBERAM A MINHA PRESENÇA,, CARMEM DESABOTUOU A CUECA DO VOVÔ, FALANDO PARA CRISTINA QUE ELA IA VER O MAIOR CARALHO DA SUA SUA VIDA, AO RETIRAR O CACETE DE VOVÔ CRISTINA EXCLAMOU, CARMEM VOVOÔ SE PARECE COM O JEGUE DA FAZENDA, É MUITO GRANDE, ACHO QUE TU MENTIU, ESTE CACETÃO NÃO ENTROU EM TUA BUCETA, SO ACREDITO VENDO, PELO TAMANHO DEVE ALCANÇA TUA GARGANTA POR DENTRO, TU É MUITO PEQUENA PRA AGUENTAR TUDO ISSO, MAIS AGUENTEI SIM RETRUCOU ELA, ENTROU ATE OS CULHÕES BATER EM MINHA BUNDA, NÃO FOI VOVÔ, ELE DISSE, ENFIEI ATE O SACO, A BAIXINHA AGUENTOU PEDINDO MAIS, ELA GOSTA DE FUDER LOUCAMENTE, NISSO CRISTINA COLOCA A MÃO SOBRE A CEBEÇONA DO CACETE, E FALA QUE VAU CHUPAR, CARMEM SE AFASTA UM POUCO DEIXANDO O ESPAÇO LIVRE PARA ELA SE CURVAR SOBRE ELE, , ELA PASSA A LINGUA SOBRE A CACEÇONA, FAZ ISSO UMAS TRES VESES, SUA SALIVA FICA ESCORRENDO, COLOCA-O NA BOCA, MAIS NÃO CONSEGUE ENFIAR MUITO, É MUITO GRANDE PARA SUA BOQUINHA PEQUENA, PRENDE O QUE PODE NA BOCA E COMESSA A PUNHETAR MEU AVÔ, QUE DAR UM MGEMIGO DE PRAZER, SUA MÃO SOBE E DESÇE, SEUS MOVIMENTOS SÃO LENTOS, ALISANDO O CACETÃO ATE O SACO, NISSO CARMEM SE LEVANTA, TIRANDO A SAÍA E A BLUSA, FICANDO SO DE CALÇINHA BRANCA TIPO FIO DENTAL, PEDE PARA CRISTINA DEIXAR ELA FICAR SOBRE VOVÔ, ELA RETIRA O CACETE DA BOCA E FICA ADMIRANDO O TAMANHO DO CACETÃO, , CARMEM CRUZA AS PERNAS SOBRE O CORPO DELE, E CURVA-SE PARA BEIJA-LO, SUA BOCAS SE UNEM, NO BEIJO APAIXONADO, NEM PARECE SER AVÔ E NETA, ELE ACARICIA AS COSTAS,DELA INDO ATE A BUNDA, COM O DEDÃO ALISA SEUS CUSINHO, ELE GEME DE PRAZER, PEDE PARA ELE CONTINUAR, ELE FORÇA A MÃO MAIS PRA BAIXO, E ENFIA DOIS DEDOS EM SUA BUCETA, ELA GRITA AIIIII VOZINHO, QUE GOSTOSO, ENFIA MAIS, AIIII, AAIIIIII, LEVANTO A SAÍA E COLOCO A MÃO DENTRO DA MINHA CALÇINHA, PERCEBO QUE MINHA BUCETA JA ESTA FICANDO MOLHADA, SOU ASSIM, MEU DESEJO AFLORA MUITO RAPIDO, E VENDO O CACETÃO DO VOVÔ SENDO ACARIADO POR MINHAS PRIMAS, MEU TESÃO AUMENTA MAIS AINDA, CARMEM FALA QUE QUER SENTIR O CACETÃO DO VOVÔ EM SUA BUCETA, POIS ESTA LOUCA DE DESEJO, NISSO CRISTINA QUE NÃO TIRA OS OLHOS DO CACETÃO ADVERTE, PRIMA TU NÃO VAI AGUENTAR ESTE CACETÃO, VAI TE RASGAR TODINHA, NÃO ISSO, ELA LHE RESPONDE, SE AGUENTEI ANTES, VOU AGUENTAR HOJE TAMBEM, VOCE VAI VER QUE NÃO MENTI, NISSO ELA FICA DE CÓCARAS PARA PODER ALCANÇAR O CACETÇÃO DO VOVÔ, PEDE PARA CRISTINA DAR UMA CHUPADA E DEIXAR O CACETÃO BEM LUBRIFICADO, ELA SE APROXIMA, AGORA VAI COM TANTA VONTADE QUE ENFIA UM BOM PEDAÇO NA BOCA, INDO ATE SUA GARGANTA, ELA SE ENGASGA, QUASE CHEGANDO AO VOMITO,DEIXOU SAIR UMA GRANDE QUANTIDADE DE SALIVA QUE ESCORREU PELO CACETÃO, CARMEM APROVEITA PASSAR EM TODA EXTENÇÃO DO CACETE, SEGURA FIRME LEVANDO A CABEÇONA PRA A ENTRADA DA BUCETA, CRISTINA SE AFASTA UM POUCO PARA PODER VER MELHOR A ENTRADA DO CACETÃO, QUANDO A ACBEÇA ENTRA, ELA GRITA, UIII,AIIIII, CRISTINA PEDE, FAZ ISSO, CARMEM, VAI TE RASGAR, ELA DEIXA O CORPO ARRIAR, ENTRA ATE A METADE, ELA GRITA NOVAMENTE, AAIIIIIII, AAIIIII, PARA CARMEM, PEDE CRISTINA,NÃO FAZ ISSO, ERA TUDO QUE CARMEM QUERIA, DEIXA O CORPO ARRIAR MAIS AINDA, AI, ENTROU O RESTANTE DO CACETÃO, GEMEU HAANNN. HAANNNN. UUIIIIII, UUUIIII, PASSOU A MÃO POR TRAZ DA BUNDA PARA CONFIRMAR QUE TINHA ENTRADO TUDO, ENTÃO FALOU, VIU CRISTINA, NÃO TE FALEI, AOS POUCOS ENTRA TUDINHO, NISSSO ELA COMESSA A SUBIR INDO ATE A CEBEÇONA QUASE SAIR, DEIXA O CORPO ARRIAR, ATE SEUS PETELHOS SE UNIREM AOS DE VOVÔ, CRISTINA ESTA DE BOCA ABERTA, NÃO ACREDITA NO QUE ESTA VENDO, AGORA DEMONSTRA SENTIR PRAZER EM VER A FODA DA PRIMA, LEVA A MÃO A SUA BERMUDA E SOLTA O BOTÃO DELA, BAIXA O ZIPPER PARA DAR ESPAÇO A SUA MÃO, QUE ENTRA PELA CALÇINHA, GEME HANNNN, HAANNNN, FIQUEI MUITO EXCITADA, QUERIA PARTICIPAR DA SURUBA, NÃO SABIA COMO CRISTINA IA SE COMPORTAR, AFINAL ELA E CARMEM SÃO INSEPARAVEIS, TALVÊS JA TENHAM FEITO ISSO ANTES, ENTÃO RESOLVI IR ATE MEU QUARTO E PEGAR MEU DILDO, RETORNEI A SALA E SENTEI SOBRE MEU CAETE DE BORRACHA, INAGINAVA SER O DE VOVÔ, COMO MINHA BUCETA JA ESTAVA TODA MOLHADA, A ENTRADA FUI FACIL, DEIXEI ENTRAR TODINHO, FIQUEI PARADA PARA SENTIR TODA A PUJANÇA DENTRO DA BUCETA, CARMEM AGORA GRITAVA ALTO, QUE QUERIA GOSAR, PEDIU PARA VOVÔ FUDER ELA PRO TRAZ, ELA ADORA ESTA POSIÇÃO, SAIU DE CIMA DELE E SE PROSTOU DE QUATRO, O CACETE DELE PARECIA ESTA MAIOR, CRISTINA PEDIU PARA GUIAR O CECETÃO EM SUA BUCETA, , SEGUROU AO MEIO, PINCELOU E COLOCOU NA ENTRADA DE SUA BUCETA, ELA JOGOU O CORPO PARA TRAZ, QUE O CACETÃO ENTROU TODO DE UMA SO VÊS, A ENTRADA RAPIDA FEZ PLOC, PLOC EXPULSANDO O AR DA BUCETA, CRISTINA DEU UM RISADINHA PELO BARULHO DA BUCETA DELA, ELA AGORA ERA QUEM COMANDAVA OS MOVIMENTOS DE IR E VIR, VOVÔ, SEGURAVA SUA BUNDA PUXANDO ELA CADA VÊS MAIS, SEUS CULHÕES, BATIAM EM SUA BUCETA, TOVA VES QUE ENTRAVA TODO O CECETÃO, ELA COMESSOU A GRITAR ALTO, VAI VOZINHO, ME FAZ GOSAR, AAAIIIII, AAIIIIII, AAIIIIII, SOCA TUDO, UUUIIIIII, UUIIIIIIII, NISSO SEUS GRITOS FORAM DIMINUINDO, VOVÔ CONTINUAVA SOCANDO, PARECIA QUE NÃO IA GOSAR, ELA FOI SE ARRIANDO PARA O LADO, DEIXANDO SAIR O CACETÃO DE SUA BECETA TOTALMENTE DURO, ELE FALOU PARA CRISTINA, VOCE QUER MINHA LINDA, SOU TODO SEU, ELA LHE FALOU, SERÁ QUE VOU AGUENTAR ESTE CACETÃO É MUITO PRA MIM,, OS MEUS NAMORADOS MORRERIAM DE INVEJA SE VISSE ESTE GIGANTE, SE O SENHOR ME GARANTIR DE QUE VAI SER CARINHOSO EU QUERO, VOVÔ FALOU, VENHA QUERIDA, SEI QUE VOCE VAI ADORAR, DEITA AQUI, VAMOS FAZER BEM GOSTOSO, CRISTINA ARRIOU A BERMUDA E TIROU A BLUSA, SUA CALÇINHA ERA DE RENDA VERMELHA, COM UM BABADO NA LATERAL QUA MAIS UMA SAINHA, DEITOU-SE NA BEIRADA DA CAMA DE PERNAS ABERTAS, VOVÔ POSTOU-SE ENTRE SUAS COXAS, E FOI BEIJANDO SEU CORPO, ELA COMESSOU A SE CONTORCER, ENCOLHEU OS JOELHOS, DEIXANDO VOVÔ COM A BOCA SOBRE SUA BUCETA, ELE NÃO PARAVA DE LABER SOBRE A CALÇINHA, ATE QUE ELA PEDIU, VAI VÔ TIRA MINHA CALÇINHA, QUE SENTIR SUA LINGUA EM MINHA BUCETA, ELE FICOU DE JOELHOS E PUXOU A CALÇINHA, AO VER SUA BUCETA CABELUDA ELE ELEGIOU, NOSSA COME É BONITA, DESCEU A MÃO E ACIRICIOU SEUS PELHOS FARTOS, ELA GEMEU HAAANN. HAAANNN, FAZ MAIS FAZ, NÃO PARA, MAIS, MAIS, ELE FOI BEIJANDO SEU UMBIGO, ATE CHEGAR OS PEITINHOS, ELA DEU GRITINHOS, UUIIII, UUUUIIIII, ELA GUIOU SUA MÃO ATE O CACETÃO, SEGUROU FIRME E FALOU, NOSSA E MUITO GROSSO E GRANDE, SEJA CARINHOSO, SOU APERTADINHA, NUNCA TIVE UM ASSIM, ELE AGORA BEIJAVA SEU PESCOÇO, LAMBENDO SUA ORELHA, ELA PASSAVA A CEBEÇA DO CACETE EM SUA BUCETA, ELEDIRIGIU SUA BOCA A DELA, ELA ACEITOU, SUAS LINGUAS DE CRUZARAM, , ELA SOLTOU O CACETÃO E AGARROU-SE A SEU PESCOÇO LEVANDO SUAS PERNAS A CINTURA DELE, NESTE MOVIMENTO SUA BUCETINHA FICOUI TOTALMENTE ABERTA, A CABEÇA DO CACETÃO FICOU NA ENTRADA, ELA PEDIU, VAI VOZINHO DEVAGARINHO, NÃO ME MACHUCA, ELE DEU UMA SOCADINHA, QUE ENTROU PARTE DA CABEÇA, ELE DEU UM GRITO, AAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, PARA, PARA PARA, NÃO AGUENTO ESTA ME RASGANDO, AAAIIIIIIIIIIII, AAAAAAIIIIIIIIIIIII, FICA PARADO VOZINHO, UIIIIIIIIIIIII,UUUIIIIIIIIIIIIIIIII, ERA NITIDA A VISÃO DE QUE A CABEÇONA SO TINHA ENTRADO A METADE, DEIXANDO O PREPUCIO DE FORA, REALMENTE ELA É FECHADINHA, VAI SER DURO ELE ENFIAR SEU CACETE NELA,, O TEMPO FOI PASSANDO E ELE ALI, SEM FAZER MOVIMENTO, NISSO CARMEM FALA, DEIXA DE SER MOLE, DEIXA ELE ENFIAR, SO DOI UM POUQUINHO NO COMESSO, DEPOIS E SO PRAZER, ELA LEVANTOU OS QUADRIS DE ENCONTRO A VOVÔ SE PRENDENDO EM SUES QUADRIS, VOVÔ DEU MAIS UM EMPURRÃO, A CABEÇONA DESAPARECEU ELA GRITOU, PARA, PARA, DEIXA EU ME ACOSTUMAR, AGORA ELA LEVOU A MÃO A BUCETA, SEGUROU NO CACETÃO, AI PERCEBEU QUE ENTRADO UM BOM PEDAÇO, COM ISSO SUA BUCETA SE ALAGOU, AÍ ELA PEDIU, VAI VOZINHO, COMO SUA NETINHA, ERA TUDO QUE ELE PRECISAVA OUVIR, DEIXOU O CORPO ARRIAR E SEU CACETÃO DESAPARECEU DENTRO DA BUCETA DELA, ELA AGORA O ABRAÇAVA FORTE, SEUS GEMIDIOS ERA DE PURO PRAZER, ELE PEGOU SUA PERNAS E COLOCOU SOBRE OS OMBROS, SEU CACETE ESTAVA TODINHO DENTRO DELA, ELA COMESSOU A GRITAR, AAAIIII, AAAIII VOZINHO QUE DELICIA,, COMO VOCE É GOSTOSO, ENFIA TUDO, UUUIIIIIII, UUUIIIIII, OOOIIIIIIIII, OOOOOIIIIIIII, MAIS, MAIS, ME ESFOLA, AAAAIIIIII, AAAIIIIIII, VOZINHO ACHO QUE VOU GOSAR, AAAAIIIIIIII, AAAAIIIIIIIIIII, MAIS, MAIS, AAAIIIII, AAAAIIIIII, VOVÔ TIRAVA O CACETÃO DEPOIS ENFIAVA ATE AS BOLAS, ERA BONITO DE VER, ESTE COROA E DEMAIS, DE ONDE TIRA TANTA VITALIDADE, SOCAVA SEM PIEDADE, ELA GRITAVA FEITO LOUCA, TO GOSANDO, TO GOSANDO UUUIIIIIIIIIII. UUUIIIIIIIIII, ME MATA, ME ARROMBA AAIIIII, AAIIIIIIIII, NISSO VOVÔ DEU UM URRRO FORTE, QUE MAIS PARECIA UM LEÃO, SEU CORPO FOI DIMINUINDO OS MOVIMENTOS, ATE PARAREM, FICOU SOBRE ELA ABRAÇOS, ELE BEIJAVA, SEU ROSTO, SEU PESCOÇO, NISSO ELE VAI VIRANDO PARA O LADO, DEIXANDO SUA COBRA SAIR DA BUCETINHA DELA, FICA DEITADO SEGURANDO A MÃO DELA, ELA ACARICIA SEU CACETÃO SEMI ERECTO E COMENTA, EU NÃO IMAGINAVA QUE IA AGUENTAR SEU CACETÃO VOZINHO, SO A FORÇA DO TESÃO QUE FEZ EU DEIXAR VOCE ENFIAR TUDO ISSO EM MIM, NISSO CARMEM FALA, BUCETA E DE COURO CRISTINHA, ESTICA FEITO BORRACHA, A FINAL SE A NATUREZA FEZ UM CACETE DESTE TAMANHO, TAMBEM FEZ A BUCETA LARGA E PROFUDA, ACREDITO QUE HOJE VOCE GANHOU SEU VERDADEIRO PRESENTE NATAL, VOVÔ SE LEVANTOU PARA IR AO BANHEIRO, AO ME VER PERGUNTOU, FAZ TEMPO QUE VOCE ESTA AÍ, ENTÃO LHE RESPONDI, O BASTANTE PARA VER O SENHOR COMER AS DUAS, SEU TARADÃO GOSTOSO, OLHOU PARA O MEIO DAS MINHAS PERNAS E VIU MEU CACETÃO DE BORRACHA ENFIADO ATE A BASE, FALOU NÃO SABIA QUE VOCE TINHA ISSO AÍ, ENTÃO LHE DISSE, COMO ACHA QUE APAGO MEU FOGO QUANDO O SENHOR NÃO ESTA POR PERTO, DEU UM SORRISO E SEGUIU PARA O BANHEIRO, CARMEM E CRISTINA SE LEVANTARAM DA CAMA E VIERAM ATE ONDE EU ESTAVA, FIQUEI PARALIZADA COM A PRESENÇA DELAS, AO ME VER COM O CACETÃO DE BORRACHA ENTERRADO NA BUCETA,, BAIXEI A SAÍA TENTANDO ME COBRIR, ELAS SORRIRAM E ME ABRAÇARAM, DEPOIS CONTO O RESTO, BEIJOS


Foto 1 do conto: NATAL COM VOVÔ RUI

Foto 3 do conto: NATAL COM VOVÔ RUI

Foto 5 do conto: NATAL COM VOVÔ RUI



Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Corno dos amigos