Trai meu marido com um cliente


BY: nmvicente
Vocês já sabem que sou loura e gostosa e que gosto de chamar atenção dos homens.
Vou contar como traí meu marido,comum cliente meu. Eu trabalho com estética e massagens. A massagem que eu mais gosto de fazer chama-se Thai Holistic, e é um procedimento que tem por finalidade o realinhamento dos Chakras e o relaxamento profundo ou então o despertar dos sentidos,conforme o caso.
E tenho um conjunto alugado que contém duas salas, uma para estética e outra para as massagens, e um banheiro. O espaço é muito bem montado, com macas grandes e resistentes, flores, iluminação indireta e uma decoração zen. Naquela semana eu coloquei anuncio em uma revista de grande circulação e choveu de telefonemas. Eu atendi muitos clientes novos, que selecionei em entrevista por telefone. A maioria queria massagem sensual, mas eu explicava que não se tratava disso e sim que era massagem terapêutica. Até que um dos telefonemas que atendi o homem me perguntou se eu fazia a massagem com ele de roupa ou nu. Eu expliquei tudo muito bem, e disse que ele deveria vir de sunga ou bermuda. Conversamos um pouco e ele quis marcar um horário para a manhã seguinte. Durante aquela tarde e noite ao timbre de voz dele, a forma de sorrir enquanto falava, não me saiam do pensamento. Quando ele chegou, no horário marcado, sofri até um baque. Ele não era bonito, mas tinha um tipo fisico e um sorriso que me fizeram balançar. Ele pediu se poderia tomar um b anho antes, porque estava vindo do interior e muito encalorado. Eu o encaminhei ao banheiro, e fui para minha sala esperá-lo. Quando ele saiu do banheiro, estava só de toalha, eu argumentei que não deveria ser assim mas ele insistiu que não haveria problema, que achava que iria ficar mais à vontade, etc. Coloquei um CD para tocar e o posicionei na maca, de bruços. Iniciei a massagem pelas costas, depois glúteos, pernas e pés, sempre observando a perfeição daquele corpo. Fiz com que ele deitasse de costas e realizei o procedimento padrão de massagem. Percebi que ele estava se esforçando pra não ficar excitado e continuei trabalhando muito séria e compenetrada, mas minhas mãos me traíam, estavam trêmulas e meu corpo todo em brasa, minha bucetinha já toda molhada de tesão. Eu já trabalhava na área há bastante tempo e nunca havia me acontecido de sentir atração por qualquer cliente, e também eu nunca havia traído meu marido em 20 anos de casamento. Terminei e ele se sentou na maca e pediu se eu daria um abraço. Eu o abracei e ele me apertou bem junto ao corpo, e encaixou o pau entre as minhas pernas e falou de mansinho que a massagem estava maravilhosa, mas que eu havia despertado a fera que havia em seu coração. Não pude dizer nada, só a minha respiração que estava a mil e já dizia tudo. Eu olhei bem nos olhos dele e me sentei na banquetinha, peguei no pau dele e comecei a acariciar, a chupar, mordendo de leve, lambendo desde a base até a ponta. Ele ficou sentado bem na beiradinha da maca e assim eu também conseguia acariciar as bolas dele. Depois ele me colocou em pé e foi tirando minha roupa, até me deixar só de calcinha. Enfiou os dedos pelo ladinho da calcinha, passou na minha bucetinha e depois lambeu e disse que estava com gosto de quero mais. Eu nem refletia mais, estava com tanto tesão que me esqueci até de marido. Ele me fez deitar na maca, arrancou minha calcinha e meteu aquele cacete delicioso na minha bucetinha, mordendo meu pescoço, beijando minha boca e chupando minha lingua. Eu sei que minha buceta faz muita contração quando eu estou no auge e ele falou que parecia que ela estava massageando o seu cacete. Metemos bastante e acabamos gozando juntinhos. Fiquei tão esporrada que escorria pelos meus pelinhos. Depois fomos nos banhar, conversamos um pouco, sempre nos acariciando e de repente eu já estava de novo com um tesão descomunal e ele também. Então ele me fez ficar em pé ao lado da maca, puxou minha perna e colocou sobre a banqueta e me empurrou delicadamente pelas costas até eu estar com os seios apoiados na maca e a bunda   levantada. Se posicionou atrás de mim e começou a esfregar o cacete no meu reguinho. Passava desde a bucetinha até o reguinho, fazendo uma pausa na portinha do meu cuzinho, me deixando ainda mais tarada. Quando eu já estava toda lubrificada ele foi metendo bem devagarinho na minha bucetinha, depois tirou e meteu no meu cuzinho, com muito cuidado. Me abraçou, segurando meu seio com uma das mãos e com a outra masturbava meu grelinho. Eu queria mais e mais, queria sentir aquele mastro todo enterrado no meu cuzinho e disse isso pra ele. Isso o deixou ainda mais tesudo e ele meteu com vontade até o fim. Eu gemia igual louca, rebolava naquele pau, deixando ele perceber o quando estava gostando. Ele gozou primeiro, me enchendo o cú de porra e me apertando muito. Eu gozei logo em seguida e foi delicioso. Depois disso ainda nos vimos mais algumas vezes, mas essa já é uma outra história





Comentarios
Delicia de Conto. Comentado por:contosclassicos em 20/03/2015 08:56
Gostaria de ter o prazer de conchelos, Sou tarado por uma menagem com casais olha que tenho boa exp fiquei de pau duro ate bater uma para gozar com este relato ....ainda espero ter este prazer de conchelos me adcc no skype de vcs ou por imail .2011 ou dotadoparakasalemulher Comentado por:dotadoparakasal em 15/04/2015 10:41
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Relutei mas acabei comendo minha nora Gostosa