Na sauna da quadra de futebol


BY: rodrigo-bh-mg
Olá sou o Rodrigo novamente. Vou contar a vocês o que me aconteceu a quatro semanas atrás. Eu habitualmente jogo uma peladinha toda segunda feira em uma quadra perto aqui de casa, do tipo que se paga por hora pra jogar pois se trata de uma quadra boa, com lanchonete, restaurante e até sauna. Em uma dessas segundas eu antes de ir pra lá passei na casa de um colega meu pra chamar ele pra jogar também. Nos estavamos indo pra lá jogar e eu estava levando ele no quadro da bicicleta e pedi pra ele guiar a bicicleta e apoiei minha mão direita no ombro dele pra me equilibrar, só que a esquerda eu coloquei na cintura dele, até aí nada de mais. Só que pelo fato de ele estar sentado no quadro da bicicleta isso obrigava ele a ficar sentado meio que de lado e foi a deixa... Eu fui escorregando a mão bem devagar ate que meus dedos pararam em cima da rola dele que foi aumentado de volume e tudo isso acontecendo com a bicicleta em movimento. Quando vi que ele realmente estava deixando eu apertei seu pau e deu pra perceber o quanto era grosso. Quando chegou na quadra eu já estava atrasado e resolvi não entrar e como todos estavam jogando eu chamei ele pra ir lá na sauna pois lá eu poderia dar pra ele e foi que aconteceu. Quando eu entrei pedi pra ele se sentar com a perna aberta e paguei um boquete pra ele e chupei com vontade só que não conseguia engolir tudo pois o pau dele era muito grosso. Depois de muito chupar ele me pediu pra ficar de quatro com as mãos apoiadas na parede e meteu a rola em mim. E ele metia muito gostoso, dava umas pistoladas cada vez mais rápidas, sem dó. Depois de um bom tempo naquela posição ele avisou que ia gozar, tirou seu pau e encheu minhas nádegas de porra, eu me limpei e saimos. Se quiserem conversar comigo meu mandei uma email, respondo a todos. Gosto de fazer novas amizades e trocar idéias. Até mais, Rodrigo


Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Dentro do elevador