o programa


BY: juniordf121

já há algum tempo escrevi alguns contos no site ,todos fantasia .este é o primeiro real .casado ,bi ,tímido e reprimido ,há cerca de ano e meio estava navegando em um site de acompanhantes quando fui surpreendido por um anúncio .um homem de seus 26 anos que se identificava como clinton e atendia aqui na asa norte era tudo que eu esperava :alto ,musculoso ,viril ,incendiou minha imaginação .liguei assim que foi possível e peguei as melhores impressões .parecia bastante experiente e as coisas que disse com sua voz rouca me excitaram demais :gostava de dominar a relação e fazia de tudo ,apenas não aceitava penetração .por fim não tive coragem de aparecer ,mas a cada oportunidade me masturbava pensando nele ,em como seria estar com aquele apolo...ao cabo de duas semanas ,mais ou menos ,tive uma discussão com a esposa que me deixou muito irritado .saí para beber e espairecer .após algumas doses ,tive a idéia de ligar para ele .estava livre e fui encontrá-lo ,muito nervoso e excitado ,quase desisti no caminho ,mas o tesão foi mais forte e acabei chegando lá .logo que abriu a porta ,já pude vislumbrar o que me esperava .só de sungão ,ele parecia uma aparição pecaminosa ,de tão bonito :algo entre 1,85e 1,90 de altura ,super musculoso ,muito bem definido ,corpo bronzeado ,uns 85 kilos ,não muitos pelos ,coxas grossas e um volume que apesar de flácido ainda, prometia ser enorme .convidado a entrar ,eu não sabia o que fazer, apesar de ter fantasiado bastante .ele mandou que eu sentasse ,disse que me acalmasse e começou a conversar comigo .falava que era comum homens casados procurá-lo ,que eu não tivesse vergonha e falasse dos meus desejos ,sentado ao meu lado no sofá roçava a perna em mim e perguntou se eu gostaria de tocá-lo .ao dizer isso ,baixou a sunga mostrando a marca deixada pelo bronzeamento e um cacete grande e duro de uns 22x8 .fiquei sem fôlego e totalmente excitado ,sua presença máscula e seu cheiro de macho me deixavam fora de mim ,disse que me queria   ao mesmo tempo que puxava minha mão para entre suas pernas .a partir daí perdi totalmente a compostura ,todo o desejo reprimido jorrou e me liberei totalmente .avancei faminto sobre ele, beijando seu peito másculo e apalpando sua virilidade ,logo arranquei sua sunga e mamei desesperado ,parecia um bezerrinho ,como era gostoso mamar aquele cacete rijo ,eu estava completamente transtornado ,era como uma cadela no cio .ele me atiçava com palavras e pressionava minha cara de encontro ao seu pau ao mesmo tempo que me estocava ,às vezes me fazendo engasgar: chupa putinho ,mama gostoso, em casa voce é macho e aqui é minha fêmea .eu chupava e lambia com sofreguidão ,lambia da cabeça até o saco ,coxas ,tudo .seus gemidos me faziam redobrar a vontade ,eu queria que ele gozasse na minha cara e na minha boca ,mas ele não deixou ,me puxou para si e me sentou em seu colo de frente para ele me beijou a boca me deixando tonto ,enlaçado pela cintura eu retribuia ,ele arrancava minha roupa e me acariciava ,dizia que eu seria sua femea ,me extraia gemidos de prazer e roçava sua ferramenta dura na minha vara também dura ,eu enlouquecia a cada toque e queria mais ,ele dizia que eu era seu escravo e eu assentia ,ele me levou para a cama com as pernas em volta de sua cintura de tal forma abraçados que sua ferramenta roçava meu rego .deitado por cima de mim ele beijava minha boca e esfregava seu corpo no meu ,dizia que ia me enlouquecer de prazer enquanto eu apalpava seu corpo e só conseguia gemer ,o corpo todo estremecendo .clinton começou a descer pelo meu peito e barriga me lambendo e mordendo, sua lingua áspera me fazia sentir choques elétricos .quando alcançou minha virilha comecei a urrar de prazer, rapidamente ele lambia meu cacete, chupava o todo e jogava minhas pernas para cima me arreganhando . quando ele começou um vai-vem com a boca lambendo e chupando meu cuzinho e meu saco, eu já era uma fêmea completa sob seu domínio .de repente ele subiu de volta para o meu cacete dizendo que ia me preparar ,lambia devagar e ia pressionando o dedo médio afim de me penetrar .eu já praticamente uivava implorando por ele dentro de mim ,mas o malvado não tinha pressa .fazia vai-vem com o dedo totalmente atolado perguntando se eu já me sentia sua fêmea ,eu só sabia dizer sim ,ele foi me fazendo ficar de costas lateralmente para ele prendi sua ferramenta entre minhas coxas e disse que queria ser sua mulher,ele começou a lamber minha nuca e dizer obscenidades ,sua vara enorme procurava minha entrada que piscava de vontade de recebe-lo, ele foi introduzindo aos poucos firmemente seguro em minha cintura,a outra mão começava ao mesmo tempo a me masturbar ,eu delirava tanto de dor quanto de prazer ,seu pau ia e vinha dentro de minha bundinha ,seu saco batia no meu e então só o prazer imperava .eu sentia ondas de prazer me percorrendo o corpo enquanto ele me lacerava com aquele pau delicioso,seu bafo quente na nuca e aquela voz que me dizia:mexe ,cadelinha,mexe,morde meu pau com esse cuzinho.eu vibrava e me comprazia,de repente ele começou a aumentar o ritmo,a gemer descontrolado,o gozo estava chegando para os dois,meu rabinho se contraia em volta de sua jeba,comecei também a gemer muito e senti um gozo quase inacreditável e uma onda de calor daquela porra que ele injetava dentro de mim.gozei tão forte que fiquei até tonto e esporrei até o peito.fomos nos acalmando e aos poucos ele retirou seu pau de dentro de mim.depois dessa vez nunca mais aconteceu mas até hoje tenho vontade de voltar a ser uma putinha para um macho.se for você me escreva.



Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

 


Próximo Conto

Trepei com a filha do general às escondidas