DESEJOS SECRETOS - Parte 3


BY: Senhorfifa
Depois da situação no meio da semana com meu neto no sofá, notei que ele ficou mais falante comigo e até mais próximo, tem conversado bastante e sempre me ajudando, e até mais carinhoso, sempre dando demonstracoes de afetos.

Tenho me aproveitado disso para provocar um pouco mais, estou sempre ficando sem sutiã e apenas blusas fininhas que destacam os bicos dos meus peitos, e meus shorts curtos, e notei que ele sempre está olhando de certa forma nao consegue nem disfarçar.

Ontem pela manha meu marido saiu para o plantao cedo, levantei para me despedir e fechar a porta, feito isso, iria me deitar mais um pouco, quando passo pela porta do quarto do meu neto e vi que estava um pouco entreaberta, me aproximei e vi que ele estava dormindo nu, eu nunca tinha visto ele daquela forma depois de crescido, como veio ao mundo, atributos de um macho alfa, aqueles musculos um tanto que definidos excitavam, mas nada mais do que aquela jeba peluda e grande, fiquei a imaginar como seria ela acordada. Ja tinha sentido aquele volume e ja tinha ideia que era algo exarcebado.

Nunca imaginei que meu neto poderia me causar tantas confusoes e desejos, fiquei uns minutos admirando nervosa aquilo com medo dele acordar e perceber mas ao mesmo tempo cheia de vontade de ir lá. De repente ele fez um movimento inexperado denunciando que estava prestes a acordar, entao sair rapidamente dali e fui diretamente para o banheiro, entrei ali e estava ofegante nao conseguia me controlar, minha buceta umidecia minha calcinha ate que ali mesmo, comecei a tocar minha buceta, o desejo nele me fazia ficar molhada de um jeito que eu nao ficava nem na adolescencia, minha buceta raspada estava anseiava sentir aquele pau peludo dele, ate que de repente a porta do banheiro se abre e meu neto me ver encostada na parede com a mao na buceta, numa situacao altamente contrangedora.

Ele tomou um susto e imediatamente pediu desculpas, fiquei vermelha instantaneamente, e sem reacao, ele continuou parado me olhando e eu encostada na parede sem saber o que fazer nem pra onde olhar, me sentir acuada, ate que ele se aproximou e me abracou e fez questao de empurrar seu pau contra meu corpo e disse que aquilo seria um segredo nosso.

Ele simplesmente abriu o vaso sanitario e comecou a mijar na minha frente, ele tinha feito de proposito queria me exibir aquilo, terminou de mijar e deu umas balancadas ate que meu lado irracional reagiu, fechei imediatamente a porta do banheiro e tranquei, empurrei ele contra a parede e segurei aquele membro e disse.

- se é para ser segredo, entao vamos fazer direito.

Ele nao esperava aquela minha reacao, mas deu pra ver que ele queria aquilo ate que segurou forte meus cabelos e me fez ajoelhar, a vozinha magrinha estava prestes a ser dominada pelo netinho...

Mas isso eu termino depois.



Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Rastreei minha esposa no motel