da base ao acabamento


BY: hudson
Tinha 18 anos e fui trabalhar em uma empresa de material de construção. Após de algum período de experiência fui deslocado para o setor de acabamentos dessa empresa.
A responsável pelo setor era uma senhora de 60 anos, de nome Sônia, aposentada da área de educação e que trabalhava na empresa de propriedade de sua família como se fosse uma jovem iniciante.
Após um ano árduo de trabalho chega o fim da temporada e à vista uma festa de confraternização da empresa. O local escolhido como sempre o sítio da família das proprietários da empresa. Festa vai, festa vem, num momento a banda que comandava a euforia toca um forró e eu convidei a sessentona para dançar. Começamos a dançar e depois desse momento tudo mudou, tudo passou a ser diferente..
Viúva a mais de cinco anos a sessentona tava "soltinha" no dia seguinte de trabalho. Conversando com todos, alegre, sorridente e em especial comigo.
Precoce na idade, porém, maduro na arte da sedução/flerte, comecei a trabalhar o psicológico da sessentona/patroa/viúva pois o momento era favorável.
Um dia, após uma palestra de um dos nossos colaboradores, saímos e fomos para um bar fechar o expediente num "happy hour". No reservado desse ambiente rolou uns beijos molhados entre eu e a dona Sônia. A coroa tava carente beijava e ao mesmo tempo mordia meus lábios.
Daí em diante comecei a ter um caso com uma coroa, sessentona, viúva, gorda e que me tratava como seu - amante a moda antiga -
O tesão era tanto entre nós, que a primeira transa aconteceu na cozinha de sua residência após um convite para jantar.
Abracei minha coroa gordinha, lhe tasquei um beijo molhadaço e corpo com corpo as coisas aconteceram. Coloquei minha delícia na minha frente, fiquei entre as suas pernas e a penetrei num vai e vem frenético e audacioso. Ela gemia no meu ouvido e pedia mais, mais e mais. Num certo momento da transa a coloquei de quatro e mandei ver dando uns tapinhas no seu popozão farto e delicioso. Chegamos ao orgasmo juntos e fomos tomar aquele banho gostoso, beijando loucamente até o banheiro!!!!!
Depois vamos adiante!!!!!


Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

 


Próximo Conto

DE VOLTA À PIZZARIA - Capítulo 10