FURANDO O OLHO DA AMIGA


BY: Caca
Olá, sou a CACÁ, tenho 24 anos, branquinha, 1,60, 52 Kg, cabelo castanho claro, olhos mel,bumbum e seios médios redondinhos e durinhos, e... muito safada. Vamos ao que interessa.

Tenho uma amiga que conheci a mais ou menos 1 ano depois de começar a frequentar um templo religioso, casada com um marido delicinha, Marcos tem minha altura, branco, cabelo quadradinho meio grisalho,olhos mel , uns 45 anos mais ou menos, mas só o fato de ser MARIDO DELA me interessei, adoro marido de amigas sou louca pra transar com um na frente delas rsrs. Ele já teve outro casamento mas não deu certo, aí conheceu Karina e já estão juntos a mais de 10 anos, mas sei lá tenho a impressão de que se durar muito vai ser um milagre, minha amiga se veste muito mal, tem 38 anos, é nova ainda mas usa umas roupas de senhora, não fica bem, usa uns Tic-Tac pra prender o cabelo(presilinhas que crianças usam), acho que ele só come ela quando tá muito na seca, porque sentir tesão naquela estranha é quase impossível, não gosto muito dela, mas mantenho a amizade vocês verão o porque.

Um dia a noite ela me ligou pra desabafar sobre uma discussão que teve com o Marcos, me disse que não queria falar detalhes por telefone, perguntei se eu poderia passar na casa dela pra conversarmos no dia seguinte, ela disse que sim mas teria que ir na feira, disse que eu faria feira com ela enquanto conversamos então, ela concordou. No dia seguinte de manhã tomei um banho, me depilei, passei um óleo bem cheiroso, me arrumei bem, coloquei um decote e uma calça bem apertada, fui pra faculdade e saí mais cedo, liguei pra Karina e disse que já estava indo pra lá, ela não queria que Marcos soubesse da nossa conversa, até porque se tratava de queixas a respeito dele. Nos encontramos próximo a feira e fomos conversando, me contava que havia discutido com ele por ciúmes, por causa de uma garota que fica na piscina do prédio onde moram, que sempre ele fica da janela olhando, disfarçando e fingindo que olha o movimento da rua quando na verdade está de olho em outro movimento. Escutei tudo que ela tinha pra falar e no final disse pra ela que tem que ter paciência, que ela precisa se cuidar mais pra ele se interessar por ela, ela chorou...e eu aguentando toda aquela chatice melosa, terminamos a feira e ela me convidou pra ir na casa dela, ligou para o Marcos e disse que estava indo comigo. Era a primeira vez que eu tinha ido na casa dela. Chegando lá, subimos de elevador, até o 15º andar, quando ela abriu a porta do apartamento senti um perfume...e ele parado na frente da porta esperando agente entrar. Hummmm.....que cheiro gostoso de macho! Entrei cumprimentei ele como de costume com um beijo no rosto bem molhado e um abraço grudando meus seios nele, passei a cumprimenta-lo assim depois que vi ele olhando minha bunda várias vezes, quando saíamos para o nosso compromisso religioso e Karina por algum motivo não pode ir, vamos somente eu e ele, conversamos muito sobre sexo, mas quando estamos somente nós dois, Karina é muito ciumenta.

Na casa deles, conversamos sobre muito assuntos enquanto Karina prepara o almoço, conversa vai, conversa vem...Karina percebe que esqueceu de passar no açougue, então ela nos avisa:

-Ai, acabei me esquecendo de passar no açougue, vou lá rapidinho, é na rua da feira mas volto logo.

E eu não sou boba nem nada adoro ficar sozinha com ele, nunca havíamos feito nada mas era a chance rsrsr.

-Claro amiga, quer que eu vá com você?

-Não...não..pode ficar aí, na hora que agente passou a fila tava imensa, não se canse de bobeira rsrs.

Então Karina saiu para ir ao açougue que ficava á 20 minutos de onde morava, na rua da feira.

Eu fiquei lá, só eu e Marcos conversando na varanda, falando sobre o bairro que eu havia gostado, quando ele me apontou um condomínio, onde estavam dando acabamento nas casinhas logo abaixo do prédio dele

- Você gostou tanto daqui, porque não compra uma casa naquele condomínio ali em baixo?Vai morar pertinho da gente e num local muito bom, dá até pra ficar te vendo daqui rsrsrs

Na hora eu olhei pra ele

-Pra você ficar me olhando igual a menina da piscina?

-Que menina?

-Karina me contou, que você adora olhar a menina que fica horas tomando sol na piscina.

- Ela te contou? Ah mas, eu sou homem não aguento, tenho que olhar as vezes, ainda mais com uma esposa que não é aquelas coisas, preciso encher meus olhos de outro modo rsrsrs

- kkkkkk, nisso eu tenho que concordar com você, mas ainda não respondeu minha pergunta..

-Ah, se você aparecesse pra mim só de lingerie na janela é claro que eu iria olhar, não perderia um minuto dessa visão do paraíso, mas duvido que você teria coragem.

E eu já olhando pro chão meia sem jeito, minhas bochechas queimavam, mas agora que eu já tinha começado iria até o final.

-Apareceria sem nada e ainda te chamaria com o dedinho.

Fomos falando coisas picantes e entrando pra sala, afinal da sacada todos veriam.Ele falava uma coisa e eu falava uma pior

- Cuidado que se a Karina chegar ela te mata!

-Eu é que mato ela de ciúmes agarrando o macho dela..

Quase arrancamos a cortina da sala que enroscou no meu pé, eu já não estava enxergando quase nada rsrs, e continuávamos falando:

- Nossa Marcos...você é tão cara de pau, desfaça pelo menos quando olhar pra minha bunda

- Disfarçar pra quê, se você gosta que eu olhe, pensa que eu não percebo como você se exibe pra mim, apertando os seios contra meu peito quando me abraça, quase beija minha boca quando vai me cumprimentar, toda safada, se insinuando, bem putinha você, de olho no maridão da própria amiga...

Segurei o rosto dele e falei encostando a boca na boca dele, sem beijar:

-Sou putinha mesmo, e você não pode nem imaginar o quanto, tiro o seu atraso de 10 anos em 10 minutos, te deixo subindo pelas paredes, quer pagar pra ver?

-Estou louco pra ver..

-Só que não vai só ver, vai sentir, e bem gostoso...

empurrei ele no sofá, comecei a beijar aquela boca gostosa, lambia o pescoço e puxava cabelo dele, peguei no pau dele...nosssssssssa tava durinho, falei bem baixinho no ouvido dele:

-Tá louquinho pra meter essa delícia na minha bucetinha linda, depilei hoje só pra você.

-Sua gostosa já sabia que eu ia te comer?

-Eu não sabia mas valeu a tentativa rsrrs

- Safadinha... então deixa eu foder um pouquinho?

-Você acha que eu vim aqui, só pra você ficar olhando, vai foder a bucetinha, mas calma que antes eu vou fazer um boquete, sei que você não te fazem um há muito tempo rsrs

Baixei a bermuda dele até o joelho, olhei e a cueca até brilhava, já estava todo meladinho. Eu passava a mão por cima da cueca, mordiscava e ele segurava na almofada do sofá como se fosse rasgar. Quando coloquei a mão por dentro da cueca fiquei toda contente porque o prêmio pela aventura era excelente rsrsr, fui logo colocando aquela delícia de rola pra fora abocanhando tudo, aquela cabecinha tão gostosa, rosa, parecia um cogumelo, chupava com gosto, chupei...chupei...quando eu vi que ele já estava suando, perguntei:

-Está tudo bem? Quer que eu pare?

-Continua por favor, é que faz tempo que eu não ganho um boquete tão maravilhoso

Ele gemia, e eu já estava toda melada só de ouvir os gemidos dele, o cheiro que minha buceta exalava era muito bom, eu colocava os dedinhos por dentro da calça e me masturbava enquanto fazia o boquete. Quando eu percebi que ele iria gozar eu parei

-Agora chega de boquete, sua vez de lamber minha periquita gostosinha, tá tão cheirosa..

Quando falei assim, ele me pegou pelos braços me deitou no sofá, eu puxei minha blusa pra ele chupar meus seios, e em seguida abaixei minha calça e calcinha, quando ele viu que eu tenho piercing no clitóris e nos dois mamilos, arregalou os olhos...

-Você é mesmo uma putinha gostosa

-Então vem chupar e lamber meu corpinho todo

Ele não sabia o que fazer, e eu gemia, mostrava que estava delirando enquanto sentia o pau dele na minha perna. Peguei ele pelo cabelo

-Agora chega que a Karina já deve estar chegando

-Tá maluca, acha que eu não vou meter com você? Se eu não meter agora eu enlouqueço de vontade

-Então vem...quero meter com você na cama de vocês.

-Nossa que amiga você é, transar com o marido da amiga e ainda na cama do casal

-Cala a boca e vem me foder

Ele me pegou no colo e em jogou na cama deles, peguei no pau dele passei no meu clitóris e em seguida fui direcionando na vagina, pra cabecinha passar deu um pouquinho de trabalho, mas aí ele deu uma cuspida e entrou facinho, aiiiiiii quase gritei quando entrou, fiquei mole, virei até os olhos. Ele começo a socar bem fundo, e eu gemia, dava pra ver o pau dele socando pela superfície da minha barriga

-Isso cachorra, geme pra mim, geme que eu fico louco

Eu gemia e olhava pra cara dele com carinha de safada e mandava ele me bater,dar tapas na minha bunda, ele batia, batia, e eu mordia a fronha do travesseiro pra não gritar, metia e passava o dedo no meu cusinho

-Quero comer seu cú

-Mas eu nunca dei o cú, você já comeu o cú da Karina?

-Não a Karina é chata nunca me deu, e tbm nem quero

Quando ele falou que nunca tinha comido um cú, pensei, vai doer pra porra mais meu cú vai ser o primeiro q ele vai comer

-Então fode meu cú de quatro, se aquela imbecil não te satisfaz eu assumo o papel dela rs

-Assim que eu gosto, de putinha que nem você

Tirou o pau da minha buceta e começo a colocar no meu cusinho, tão apertadinho, nunca tinha dado ele pra ninguém

-Aiiiiiii ta doendo, para...

Eu pedia pra ele parar mas na verdade queria que ele colocasse tudinho no meu cú, quando passou a cabeça que mais parecia um cogumelo gostoso, meu cú engoliu o resto e ele deu um gemido forte, fiquei tão louca que eu mesmo metia meu cusinho no pau dele, ele segurava na minha cinturinha e minha bunda batia nas coxas dele fazendo muito barulho, eu já estava rouca de tanto gritar com a cara no travesseiro, mas mesmo assim eu dava uns gritinhos rouca mesmo , ele metia com tanta força que segurei pra não cagar no pau dele. Apressei ele pra gozar logo pois Karina logo chegaria. Deu as ultimas bombadas

-Se despede do meu cusinho amor

-Deixa eu gozar primeiro, aí me despeço dele

E ele meteu pra gozar, quando percebi que ele ia gozar eu apimentava ele mais falando coisas:

-Isso goza no meu cusinho, já que a trouxa da Karina não deixa eu dou ele todo pra você, enche ele de leitinho, tira todo seu atraso e mata sua vontade de foder um cú gostoso, eu dava até uns gritinhos e fechava os olhos, quando ele anunciou a gozada:

_Aiii...vou gozar...hahhh

Gemia alto enquanto gozava com os olhos virados, as pernas dele tremiam e ele apertava minha bunda contra o pau dele e eu rebolava pra ele aproveitar bem

-Ai que gozada gostosa, essa porra vai ficar no seu cusinho um bom tempo

Deitou na cama todo ofegante, levantei e abaixei na cara dele e esfregava minha periquita na cara dele, pressionei ela na boca dele e ele sugou meu grelinho, segurei na cabeceira da cama e não consegui aguentar, gozei na boquinha dele

-Aiiii Marcos chupa...chupa meu grelinho, abre a boquinha que tem surpresa agora, mas vai ter que tomar tudo pra não molhar a cama

Mirei bem e mijei gostoso na boquinha dele, ele passava o dedo no meu cusinho, o xixi saia com força mas um jato desgovernado por causa do movimento de entra e sai do dedo dele no meu cú

-Ai que salgadinho, como você adivinhou que eu gostava de chuva dourada???

-Todo homem de verdade adora uma buceta com gosto e cheiro de mijo

Levantamos e fui ao banheiro me limpar, meu cú tava cheio de porra, abaixei e fiz força, a porra caiu toda na minha mão, eu passava na boca na cara, me deliciava, nem acreditava que tinha dado meu cú pra ele e que estava lambendo a porra dele. Escutei o barulho do elevador chegando, a porta abrindo ele falando com Karina, parece mentira, mas após uns 10 minutos no banheiro Karina chegou. Me limpei com a toalha da Karina e sai.

-Nossa já chegou??

-Já Cacá, a fila do açougue ainda estava enorme quase desisti de comprar a carne

Olhei para o Marcos, e estava como se nada tivesse acontecido, assistindo tv no sofá, olhei no quarto o lençol da cama já estava esticado.Karina estava terminado o almoço, e eu e ele estávamos sentados na mesa , ela no fogão e eu passando meu pé no pau dele por baixo na mesa, comendo uma banana e simulando um novo boquete rsrsrs. Almoçamos e depois vim para casa. Cheguei em casa e não aguentei fui tomar banho, me masturbei no chuveiro lembrando que dei o cu pra ele na cama dele. Infelizmente não aconteceu mais, pois se separaram e então...perdeu a graça, qual amiga eu iria furar o olho??





Comentarios
Adoro os contos... interessante que quando falei em alguns posts aqui que adoro falar com mulheres e casais sobre esses assuntos, até me perguntaram se era de verdade, o fato é que adoro provocar sim, despertar desejos e vontades que muitas vezes fica reprimida ou por medo de assumir ou falar para alguém sobre esses desejos e vontades... por isso adoro conversar, whats (19) 99233-2798, ;) Comentado por:dotado35safado em 21/11/2017 02:25
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

A PIZZARIA PARTE 7