DOMADÔRA INSACIAVEL


BY: betoleandro
CAXIAS DO SUL, 04/09/2016

OLA PESSOAL, HOJE ESTOU SENTINDO MUITAS SAUDADES DA MINHA QUERENCIA, AO ACORDAR, SOU LARA, TENHO 34 ANOS, 1.75 CM PESO 65KG, LOIRA DE OLHOS VERDES, IGUAL A BRUNA LOMBARDI, LEMBRAM DELA, POIS BEM, MINHA FAMILIA SÃO CRIADORES DE CAVALOS DA RAÇA CRIOLO, MUITO POPULAR AQUI NO RIO GRANDE DO SUL, DESDE PEQUENA QUE GOSTO DE CAVALOS, MORAVA NA CIDADE DE CAXIAS, MAIS TODO FINAL DE SEMANA SEGUIA COM MEUS PAIS , E MEUS IRMÃOS PARA A QUERENCIA, ONDE PASSAVA OS FINAIS DE SEMANA, MEU INDUSTRIAL DE PEÇAS PARA IMPLEMENTOS RODOVIARIOS, DIVIDIA SEU TEMPO ENTRE A INDUSTRIA E A CRIAÇÃO DE CAVALOS, QUE ERDOU DO SEU PAI, AOS ONZE ANOS EU JA ERA UMA MENINA BEM CRESCIDA E DESENVOLVIDA FISICAMENTE, JA TINHA PEITINHOS DO TAMANHO DE UM LIMÃO, COXINHAS GROSSAS E ESTAVA COM PELINHOS NA BUCETINHA ROSADA, QUANDO CHAGAVA NA QUERENCIA COLOCAVA UM CALÇA LARGA COM BOMBACHAS E CORRIA PARA A BÁIA, SELAVA MEU CAVALO GASO E SAÍA A GALOPAR PELAS PLANIÇES , MEU AFETO ERA TÃO GRANDE PELO ME CAVALO QUE QUANDO EU ESTAVA NA QUERENCIA, DISPENSAVA O CONTATO COM MINHA FAMILIA PARA FICAR COM O ANIMAL, QUE NÃO LHE DAVA UM SO CHICOTEADA, NOS ENTENDIAMOS PERFEITAMENTE, OS EMPREGADOS DO MEU PAI SEMPRE COMENTAVA COM ELE, ESTA MENINA VAI SER UMA GRANDE DOMADORA, SABE COMO TRATAR OS ANIMAIS SEM PRECISAR DE USAR A FORÇA, SO QUE QUANDO EU FICAVA CORRENDO EM MEU CAVALO PELAS TERRAS DA QUERENCIA, SEMPRE PASSAVA POR UMA MANADA DE CAVALOS E EGUAS, POIS ERAM MUITOS, MEU CAVALO FICAVA DE PAU DURO, QUERENDO IR SE JUNTAR AOS OUTROS ANIMAIS, , EU O CONTROLAVA E SEGUIA MEU PASSEIO, QUANDO RETORNAVA IA DAR BANHO EM MEU CAVAÇO, E ESCOVAR SEUS PELOS, LHE TRATAVA COM TANTO CARINHO QUE CHEGAVA A LAVAR SEU SACO ENORME, COMO O CONTATO DA MINHA MÃO ELE COMESSAVA A DESEMBAINHAR SEU CACETÃO BI COLOR, PRETO E AMERELO NA PARTE DA SUA CHAPELETA, EU GOSTAVA SE SENTIR A DURESA DO SEU CACETÃO EM MINHA MÃO, MAIS TUDO ATE ENTÃO NÃO PASSAVA DE PRAZER EM LHE ACARICIAR, O TEMPO FOI PASSANDO E CADA VÊS MAIS EU QUERIA ESTA NO CAMPO, COM OS ANIMAIS, AOS 18 ANOS TERMINEI MEUS ESTUDOS, E FALEI PARA PAPAI QUE QUERIA ME DEDICAR A DOMA DOS CAVALOS, POIS NÃO GOSTAVA DA FORMA COMO TRATAVAM OS ANIMAIS, LHE CAUSANDO SOFRIMENTO, E DOR ELES PODIA SER AMANÇADOS, SEU O USO DA FORÇA, PAPAI ME FALOU QUE ISSO ERA QUASE IMPOSSIVEL, ENTÃO LHE FALEI, VI UNS FILMES QUE FALA DE UM AMERICANO QUE MORA NA CALIFORNIA, DE NOME MONTY ROBERTS, QUE É CONHECIDO COMO O ENCANTADOR DE CAVALOS, ENTÃO LHE CONVENCI E ENTREI EM CONTATO COM O AMERICANO, LHE FALANDO SOBRE MINHA IDEIA DE USAR SEUS METODOS TAMBEM AQUI NO BRASIL, ELE FOI MUITO CORDIAL E ME AGRADECEU PELO INTERESSE, ME PRESENTEOU COM VARIOS FILMES PARA QUE EU PUDESSE ENTENDER SEUS METEDOS, PASSEI VARIOS DIAS DIANTE DE TV ATENTA A CADA DETALHE DE COMO ELE TRATAVA OS ANIMAIS COM TANTO CARINHO E ERA ATENDIDO PELOS ANIMAIS, POIS BEM PASSEI A ME DEDICAR AO TRABALHO NA QUERENCIA, O PESSOAL UQE TRABALHA COM MEU NÃO ACREDITAVA DE QUE EU FOSSE TER SUCESSO, ENTRE ELES ESCOLHI PARA ME AUXILIAR O SONDA, FILHO DE UM EMPREGADO MAIS ANTIGO DO MEU PAI, RAPAZ ALTO FORTE DE CORPO MALHADO PELO ESFORÇO ARDUO QUE FAZIA, TINHA UNS 21 ANOS, PRATICAMENTE CRESCEMOS JUNTOS, O TEMPO FOI PASSANDO E FUI ME APEGANDO AO SONDA, COM O TEMPO TORNOU-SE MEU AMIGO E CONFIDENTE, COMO A GENTE PASSAVA A MAIORIA DO TEMPO COM OS ANIMAIS, QUASE NÃO SOBRAVA TEMPO PARA MINHA VIDA PESSOAL E A DELE, NUM CERTO FINAL DE SEMANA FOMOS A UM BAILÃO NUMA CIDADEZINHA PROXIMA, ELE SEMPRE BEM COMPORTADO COMIGO, MESMO SENDO AMIGA DELE, FUI DANÇAR COM ELE, DE INICIO SEM FICAR MUITO JUNTINHO DELE, POIS EU NÃO ERA BOA BOA DANÇARINA E ELE FOI ME ENSINANDO, NÃO DEMOROU MUITO EU JA ESTAVA COM OS PASSOS CADENCIADOS COM O RITIMO DA DA DANÇA, ENTÃO ARISQUEI ENCOSTAR MEU CORPO A SEU , SENTI ELE QUERER SE AFASTAR, ATE ERRANDO O PASSO QUE LOGO CORRIGIU, POR ELE SER MAIS ALTO DO QUE EU, FIQUEI COM MINHA CABEÇA ENCOSTADA EM SEU PEITO, ELE CEDEU E ME ABRAÇOU COM SEUS BRAÇOS GRANDES, ERA TUDO QUE EU PRECISAVA, , SEGUREI FORTE EM SUA CINTURA ME COLANDO MAIS AINDA, SENTI QUE ALGO DURO PRECIONAVA MINHA BARRIGA, COMO EU JA TINHA TRANZADO ALGUMAS VESES, COM UNS NAMORADINHOS DA ESCOLA, SABIA DE QUE ELE ESTAVA DE PAU DURO, O SALÃO DO BAILE NA ERA MUITO CLARO NA PARTE DO DANÇE, ENTÃO ME APROVEITEI E ME ESFREGUEI EM SEU PAU, FOI COMO UM CONVITE SEM PALAVRAS, SONTA ME PUCHOU COM FORÇA, QUASE ME SUSPENDENDO DO CHÃO, AI ME FALOU, NÃO FAZ ISSO LARA, NÃO SOU DE FERRO, FAZ TEMPO QUE NÃO AGARRO UMA GURIA, ENTÃO LHE DISSE O QUE ESTAIS ESPERANDO, TAMBEM EU A PERIGO, NÃO TE IMPEDE, FICAMOS DANÇANDO TÃO AGARRADO QUE NOSSOS CORPOS SE FUNDIAM, NOSSAS,MÃOS SE MOVIA EM NOSSOS CORPOS NUMA VERDADEIRA MASSAGEM, ATE QUE RESOLVEMOS DAR UMA PARADINHA PARA UM DRINCK, A NOITE JA ESTAVA AVANÇADA, ENTÃO RESOLVEMOS VOLTAR PARA A QUERENCIA, AO SAIR DA FESTA, SEGUREI EM SUA MÃO, ELE ME FITOU NOS OLHOS COMO QUE AGRADECENDO, ME APERTOU A MÃO E SEGUIMOS ATE O CARRO, EU QUE DIRIGIA, NO CAMINHO DE VOLTA DEIXEI MINHA MÃO SE APOIAR EM SEU COXA, POIS NÃO TIVE COMO DEVIAR O OLHAR SOBRE O VOLUME QUE SE ELEVAVA EM SUA CALÇA, ELE SEGUROU ME MÃO LHE ACARICIANDO, LEVANDO MINHA MÃO EM DIREÇÃO A SEU CACETE, MANTIVE MINHA ATENÇÃO PARA A ESTRADA, NÃO QUERIA CAUSAR UM ACIDENTE, MAIS DEIXEI ELE ME CONDUZIR, AO TOCAR EM SEU CACETE ELE SOLTOU MINHA MÃO, ENTÃO SEGUREI FIRME LHE APERTANDO ELE NÃO SE MOVIA, ENTÃO DESCI A MÃO PARA APALPAR SEU CACETE DE CIMA A BAIXO, AI PERCEBI DE QUE ESTAVA DIANTE DE UM VERDADEIRO ARREGAÇADOR DE BUCETA, JA FAZIA ALGUNS MESES QUE EU NÃO TREPAVA, POIS CONFORME LHE FALEI, MINHA VIDA SE RESTRINGUIA A LIDA COM OS ANIMAIS, SENTI MINHA BUCETA SE CONTRIAR PELO DESEJO DE SER PENETRADA, ULTIMAMANTE TENHO ME CONTENTADO COM AS MATURBAÇOES, NA SOLIDÃO DO MEU QUARTO, FIQUEI ALIZANDO SEU CACETE, QUASE QUE NUMA PUNHETA, ELE NÃO SE CONTEVE E FALOU, LARA, ESTOU QUASE GOZANDO EM SUA MÃO, ENTÃO APERTEI E FALEI, SEGURA SO UM POUQUINHO, VAMOS PARA ALI ADIANTE, EU SABIA QUE IA PASSAR EM FRENTE A UM MOTEL, ERA MINHA OPORTUNIDADE DE GOZAR DE VERDADE, POIS NÃO TINHA COMO LEVAR O SONDA PARA A CASA GRANDE DA QUERENCIA, AO AVISTAR O MOTEL LHE FALEI, , SONDA HOJE EU NAÕ SOU A FILHA DO PATRÃO, QUERO QUE VOCE DELIRAR NESTE PAUZÃO, SOU MULHER E ESTOU DESEJANDO UM HOMEM DENTRO DE MIM, APENAS ME DÊ PRAZER, SINTO SEU PAU PULSANDO EM MINHA MÃO, VAMOS ENTRAR NESTE MOTEL, HOJE O MUNDO SERÁ SO NOSSO, FOMOS ENTRANDO NO MOTEL EU PERCEBIA O QUANTO ELE ESTAVA EXCITADO, NÃO ERA PARA MENOS, A FILHA DO PATRÃO ESTAVA CONVIDANDO ELE PARA TUDER, MAL ESTACIONEI O CARRO NA GARAGEM, ELE ARRODEOU O CARRO VINDO EM MINHA DIREÇÃO, ME PEGOU NOS BRAÇOS E DOI SUBINDO OS DEGRAUS QUE LEVA AO APARTAMENTO, EU PARECIA UM MENINA EM SEUS BRAÇOS LONGOS E MUSCULOSOS, ELE ME COLOCOU SENTADA NA CAMA, FICANDO DE PÉ, NÃO PERDI TEMPO, SEGUREI EM SEU CACETE, QUE ESTAVA MAIS DURO AINDA, AGORA REVELAVA TODA SUA PUJANÇA , ELE ALIZOU MEUS CABELOS, DANGO AFAGOS LEVES, , FUI SOLTANDO O SINTO DE SUA CALÇA, QUERIA MAIS QUE DEPRESSA SOLTAR O MOTIVO DA MINHA PALPITAÇÃO VAGINAL, SEU CACETÃO QUE TANTO EU ESTAVA DESEJANDO, QUASE ARRANDO O BOTÃO DA SUA CALÇA, BAIXEI SEU ZIPPER E ARRIEI SUA CALÇA, ELE USAVA UMA CUECA GRANDE DE LYCRA, SEU CACETE ESTAVA PRESO, ENTÃO O ALIZEI, AGORA POR SOBRE A CUECA, ELE FOI RETIRANDO SUA CAMISA, MOSTRANDO SEU PEITO LARGO E OS MUSCOLOS DO SEU BRAÇO, SUA COR NEGRA, BRILHAVA COM A LUZ DO APARTAMENTO, , ELE SENTOU-SE PARA RETIRAR SEU SAPATO E A ROUPA QUE EU TINHA BAIXADO   , ME DEITEI, ESTIRANDO O CORPO NA CAMA LARGA E MACIA EU USAVA UM VESTIDO PRETO COM ALÇINHAS SEM SUTIAN A SÁIA CURTA DEIXAVA A MOSTRA MINHAS COXAS GROSSAS TORNEADAS, ELE DEITOU-SE A MEU LADO E FOI SUSPENDENDO MEU VESTIDO, SUA MÃO GRANDE E QUENTE FOI ACARICIANDO MINHAS COXAS BRANQUINHAS,EM DIREÇÃO A MINHA BUCETA, QUANDO ELE TOCOU EM MINHA BUCETA SUSPIREI, ELE SORRIU, ABRI AS COXAS, PARA FACILITAR O MOVIMENTO DE SUA MÃO, ELE DEDILHOU SOBRE A CALÇINHA A ENTRADA DE MINHA BUCETA, QUE ALTURA JA ESTAVA TODA MOLHADA, SUSPENDI MINHA BUCETA, NUMA DEMONSTRAÇÃO DE PRAZER, ENTÃO DISSE, TIRA MINHA ROUPA ESTOU DELIRANDO, NUNCA SENTI TANTA VONTADE DE FUDER, ELE ME SORRIU MAIS UM VÊS MOSTRANDO SEUS DENTES BRANCOS, ENTÃO SUSPENDI MEU CORPO DO COLCHÃO PARA FACILITAR SUA RETIRADA PELA CABEÇA, ELE FOI SUBINDO, NÃO TINHA PRESSA, SUSPENDO OS BRAÇOS, ELE RETIROU O VESTIDO, AO OLHAR PARA MEUS PEITINHOS QUE ESTAVA DUROS, ELE ACARICIOU, DEPOIS SE CURVOU PARA CHUPA-LOS, MINHA NOSSA, QUASE TIVE UM DESMAIO, ELE FICOU SUGANDO UM DEPOIS O OUTRO, ATE QUE NÃO AGUENTANDO MAIS LHE IMPLOREI, NÃO ME FAZ MAIS ESPERAR, ME FODE, VEM, VEM, MEU CORPO TREMIA COM SE ESTIVESSE COM FEBRE, ELE PERCEBENDO MINHA ANSIEDADE, SOLTOU MEU PEITO DE SUA BOCA, FICOU DE JOELHOS E FOI PARA O MEIO DE MINHAS PERNAS, AS AFASTOU, ENTÃO ABAIXOU SUA CUECA, NOSSO GELEI, EU NUNCA TINHA VISTO UM CACETE TÃO GRANDE E GROSSO, TINHA PRATICAMENTE O TAMANHO DO MEU ANTE BRAÇO, SEGUROU AO MEU DANDO UMA BALANÇADA, PARECIA QUE ELE ESTAVA SE EXIBINDO PARA MIM, ARREGALEI OS OLHOS,, ELE PERCEBEU MINHA ADMIRAÇÃO, , SE DEITOU ENTRE MINHA COXAS, AFASTOU A MINHA CALÇIMHA, E ENFIOU A LINGUA QUENTE EM MINHA BUCETA, GRITEI DE PRAZER, UIIIIIIIIIIIIII, UUIIIIIIIIIIIIIII, ELE CONTINUOU MOVENDO SUA LINGUA DENTRO DE MIM, SENTIA SUA MACIEZ, PAROU DE ENFIAR A LINGUA EM MINHA BUCETA, ENTÃO ME DISSE, COMO SUA BUCETA E DOCE, QUER SENTIR SEU SABOR, FALEI QUERO SIM, ELE FOI SUBINDO SEU8 CORPO, ATE NOSSAS BOCA SE ENCONTRAR, SEUS LABIOS SÃO GROSSOS NOS BEIJAMOS COM VOLUMPIA, SEU CACETÃO ESTAVA POR CIMA DA MINHA BUCETA, ELE ESFREGAVA EM MIM, INDO E VINDO, MINHA CALÇINHA DE SEDA ESTAVA TODA MOLHADA DO MEU LIQUIDO, ELE FOI LEVANTANDO SEU CORPO, ENTÃO LHE PEDI NOVAMENTE, VENDO SONDA, ENFIA SEU CACETENA MINHA BUCETA, ENFIA, VEM, VEM ELE ENTÃO AFASTOU NOVAMNETE MINHA CALÇINHA TOTALMENTE PARA O LADO, POIS PRECISAVA DE MAIS ESPAÇO, PARA ACOMODAR SEU CACETÃO, DEU UMAS PINCELADAS ATE QUE ENCAIXOU A CABEÇONA DE SEU CACETÃO NA ENTRADA DA MINHA BUCETA,, AAIIIIIIIII, AAIIIIIIIIIII GEMI, NÃO DE DOR, MAIS DE PRAZER, PEDI ME BEIJA, ME BEIJA, ELE ME ATENDEU, SEU QUE JA ESTAVA ENCAIXADO, NÃO TEVE DIFICULDADA DE ENTRAR, ME SENTI SENDO ALARGADA MAIS ERA GOSTOSO, PEDI PARA ELE IR DEVAGAR, POIS ESTAVA A BASTANTE TEMPO SEM SER PENETRADA, ELE SE MOVIA DE LEVE, INDO E VINDO, A CADA INVESTIDA SEU CACETÃO IA ENTRANDO MAIS, EU JA PODIA SENTIR DE QUE SEU CACETÃO JA ESTAVA ENCOSTANDO EM MEU UTERO, AI NÃO NÃO ME CONTIVE, E GRETEI ENFIA O RESTO , ENFIA O RESTO, ELE DEU UMA SOCADA TÃO FORTE, QUE SEUS PETELHOS SE JUNTARAM AOS MEUS, AI ELE SE MOSTROU UM FUDEDOR DE QUALIDADE, , ENFIAVA SEU PAU ATE O TALO, DEPOIS IA RETIRANDO SO PARA ME FAZER GOZAR, ERA DEMAIS PARA MIM, AGAZALHAR TAMONHO CACET]ÃO, O PRAZER ERA INTENSO ENTÃO SENTI QUE MEU GOZO ESTAVA SE APROXIMANDO, DAVA GRITOS ESTRIDENTES, AAAIIIIIIIIIII, AAIIIIIIIIIIII, UUUUIIIIIII, ME ARROMBA, ME ARROMBA, QUERO TUDO, QUERO TUDO DENTRO DA BUCETA, AIIIIIIIIII, UUIIIIIIII, VEM,, VEM MAIS, , AI ELE LEVANTOU MEU CORPO, DEIXANDO MINHA CABEÇA ENCOSTADA AO TRAVESSEIRO, ERGUI MINHA PERNAS COLOCANDO EM SEU PESCOÇO, SEU CACETÃO ESTAVA TODO ENTERRADO EM MINHA BUCE, MEU CORPO BRANCO , CONSTRATAVA COM SUA PELE NEGRA, ELE AGORA QUASE FICAVA SENTADO SOBRE, MEU PESCOÇO, CHEGAVA A DOER, , EU REMEXIA O CORPO EM CIRCULO OLHANDO PARA ELE, QUE RESPIRAVA FORME COMO UM TOURO, SO ENTÃO COMESSEI A GOZAR, PARECIA QUE MINHA VISTA ESTA ESCURECENDO, PEDIA, ENFIA, MAIS, MAIS, MAIS, ESTOU GOZANDO HHOOOOOOOOOOOO, HHOOOOOOOOOOO, NÃO PARA, NÃO PARA, MAIS, MAIS, MAIS, UUUUUUUUIIIIIII, ENTÃO ELE TIROU SEU CACETÃO QUASE TODO DA MINHA BUCETA E VOLTOU A ENFIAR, SUBIA E DESCIA, COMO SE ESTIVESSE FAZENDO EXRCICIOS DE LEVANTAR PESO, AI ME DESMACHEI NO MAIOR ORGASMA DA MINHA VIDA, FIQUEI SUSTENTADA POR ELE,NÃO TINHA MAIS FORÇAS, , ENTÃO ELE ACELEROU SEUS MOVIMENTOS, TIROU SEU CACETÃO DE DENTRO DE MIM, E FICOU DANDO GOLFADAS DE PORRA MOLHANDO MEUS PEITOS, FOI SE AJOELHANDO NA CAMA, E DEITOU-SE A MEU LADO, EU MAL CONSEGUIA RESPIRAR, ELE ME BEIJOU NO ROSTO, DEPOIS ESPALHOU SEU ESPERMA SOBRE MEUS PEITOS, ENCOSTOU SUA CABEÇA NO TRAVESSEIRO, DANDO UM SUSPIRO, FICAMOS OLHANDO PARA O ESPELHO QUE TINHA SOBRE A CAMA, SEU CACETE NÃO ESTAVA TOTALMENTE MOLE, MAIS TINHA ARRIADO PARA MEU LADO, ESTIREI A MÃO E SEGUREI, ALIZANDO ATE SUAS BOLAS, SEUS PENTELHOS CRESPOS, SE DIFERENCIAVA DOS MEUS, QUE SÃO LONGOS E LISOS, NÃO ME DEPILO, SO APARO AS LATERAIS, DEPOIS DE ALGUM TEMPO, CURTINDO AQUELE MOMENTO SUBLIME, QUE EU JAMAIS IMAGINEI QUE UM DIA IA ACONTECER, LHE CONVIDEI PARA TOMAR BANHO. ELE SE LEVANTOU ME ESTENDO A MÃO, AO FICAR EM PÉ, ELE FOI ANDANDO POR TRAZ DE MIM, ABRAÇADO, A DUCHA DO CHUVEIRO ERA BEM GRANDE, DESTAS QUE SE USA EM PISCINAS, FICAMOS EMBAIXO DA AQUA QUENTE, NOS DELICIANDO, ATE QUE ELE ME FALA, QUERO MAIS, VAMOS FAZER AQUI, ENCAIXOU SEU CACETÃO ENTRE MINHAS COXAS, SE MOVIA LENTAMENTE, DESLIGOU O CHUVEIRO, COMESSOU A PASSAR O SABONETE EM MINHAS COSTAS, FAZENDO BASTANTE ESPUMA, DEPOIS AINDA ABRAÇADO POR TRAZ, COMESSOU A ENBOAR MEUS PEITINHOS, SEU CACETÃO AGORA ESTAVA NOVAMENTE DURO, SEU PAU ATRAVESSAVA O VÃO DE MINHAS COXAS, DEIXANDO A CABEÇONA SEAIS ENTRE OS LABIOS DE MINHA BUCETA, FIQUEI A SEGURANDO PRENDENDO ENTRE MEUS DEDOS INDICADO E POLEGAR, QUE FORMAVA UM ANEL, ERGUI UMA PERNA E LHE PEDI, ME COME, VAI, ENFIA ESTE CACETÃO GOSTOSO, MINHA BUCETA IMPLARO POR ELE, ELE SE ABAIXOU UM POUQUINHO SE CURVANDO PARA ME PENETRAR, NEM PRECISAVA FAZER, POIS ME ABAIXEI, DEIXANDO ME BUCETA TODA ESPOSTA,, ELE ME SEGUROU PELOS QUADRIS, SEU ACETE ENCONTROU O CAMINHO, ENFIOU TUDO DE UMA SO VÊS, GUITEI HAANNNNNNNN, HHAANNNNNNN SEU ACETÃO AO ENTRAR TODINHO, EXPELIU O AR QUE ESTAVA DENTRO DA BECETA, FAZENDO, PLOT,PLOT, PLOT, AI ELE VEIO COM VONTADE, SOCAVA SEM PENA SEM DÓ, MEU CORPO ESTABA SUSPENSO PELAS SUAS MÃOS, O CONTATO DOS NOSSOS CORPOS, COM A ESPUMA ME PROPORCIONAVA UM PRAZER NUNCA IMAGINADO, PARECE QUE CRIAVA UM CAMPO DE ATRAÇÃO, A CADA ENFIADA QUE ELE DAVA EU QUERIA MAIS, SO ENTÃO, SENTI MEUS PRIMEIROS ESPARMOS DE GOZO, , ENTÃO LHER PEDI, VEM, VEM, GOZA COMIGO, GOZA SO ME SEGURA, ESTOU SEM FORÇAS, VEM, VEM, ELE ESTAVA TODINHO DENTRO DE MIM, SEUS CULHÕES, SE ENCONTRAVA COM MINHA BUCETA, AAAIIIIIIIIIIIIIIIIII, AAAIIIIIIIIIIIIII, VEM,VEM, VEM, MAIS, MAIS, MAIS, ATE QUE SENTI MINHAS PERNAS AMOLESCER, NESTA HORA ELE, ME PUCHOU FORTE, DEU UMA PARADINHA, SO ENTÃO RETIROU SEU CACETÃO, E GOZOU EM MINHAS COSTAS, ME VIREI PARA LHE ABRAÇAR, SEU CACETE NEGRO, ESTAVA CHEIO DE ESPUMA, MEU CORAÇÃO BATIA ACELERADO, ME ABRAÇEI A ELE, PARA ME SUSTENTAR, ELE ABRIU O CHUVEIRO, A GUA ESCORRIA SOBRE NOSSOS CORPOS, A ESPUMA ESCORRIA, SOBRE MINHA BUCETA, SEU CACETÃO AGORA ESTAVA BRILANDO, PARECIA QUE MINHA BUCETA TINHA LHE ENVERNIZADO, NOS ENCHUGAMOS, FOMOS NOS VESTIR PARA IR EMBORA, SO QUE NÃO USEI A CALÇINHA POIS ESTAVA TODA MOLHADA DO MEU MEU MEL, ELE ENTÃO ME FALOU, DEIXA ELA COMIGO, QUERO GUARDAR COMO LEMBRANÇA, LHE ENTREGUEI E O BEIJEI, LHE DISSE, EU NÃO SABIA QUE VOCE ERA TÃO GOSTOSO, PODIA VENDER MELHOR SEUS SERVIÇOS, ELE ENTÃO RESPONDEU, COMO PODERIA EU ME ATRAVER A TANTO, É PROIBIDO ADVINHAR, DE QUE A FILHA DO PATRÃO TEM UM VULCÃO ENTRE AS PERNAS, DISSE ISSO ME ABRAÇANDO, SORRIMOS, POIS ESTAVAMOS FELIZES, ESPERO QUE TENHAM GOSTADO, ATE BREVE, BEIJOS A TODOS E TODA.
TCHAU





Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

FUI CORNO NUM JOGO DE TRUCO