Adorei a promoção da VIVO - fodi a vendedora e minha esposa


BY: PolicialSafado
Ola, venho novamente relatar mais uma aventura sexual que tive, aqui na minha cidade, a VIVO, alem da telefonia móvel, também tem TV a cabo, eu já tinha um plano de TV, internet e telefone deles, mas sempre me ligam com promoções.
Bom, eu recebi a ligação da vendedora, que me passou uma promoção realmente vantajosa para mim, onde iria aumentar a minha internet e os pacotes de TV e eu iria pagar bem mais barato, diante da oferta, resolvi aceitar a mudança, acertei todo os dados que normalmente precisa para esta mudança e a vendedora, que vou chamar de Aline, me passou o telefone do local onde poderia falar com ela e também o seu celular, para qualquer problema que desse.
Eu anotei os números e só iria fazer contato caso realmente desse algum problema, porém, alguns minutos apos o setor de qualidade fazer contato para confirmar e verificar a qualidade do atendimento que eu tive, no qual disse que estava muito satisfeito com o atendimento da Aline, fazendo mil elogios a ela, recebo uma msg via Whatsapp, no inicio estranhei pois era um numero que eu não conhecia, mas ela se identificou, dizendo que era a vendedora da vivo e estava querendo agradecer pelo que eu havia dito ao setor de qualidade, pois ela havia sido muito elogiada por eles.
Começamos a conversar, eu observei sua foto de perfil e a elogiei, dizendo que ela é muito bonita e perguntei se era normal ela passar o seu numero particular de celular para os clientes e ela disse que não, que se sentiu a vontade comigo, pela conversa que nos tivemos durante a venda e disse que havia me achado legal, por isso tinha me passado seu numero, eu agradeci e disse que também tinha achado ela muito simpática e que se possível queria poder conhecê-la pessoalmente e fazer uma amizade e, para minha surpresa, ela me passou seu Facebook, que eu acessei e solicitei amizade, e lá vi que ela é casada, disse que tinha adorado poder ver mais as fotos dela no perfil do face e que o marido era um cara de muita sorte, pois tinha uma linda mulher ao seu lado e ela disse que tinha aceitado a minha solicitação e também tinha visto as minhas fotos e que também minha esposa era uma mulher de muita sorte.
Conversamos bastante, sobre vários assuntos e depois voltamos aos nossos afazeres, nisso eu comentei com a minha esposa sobre este fato e ela pediu para ver as fotos dela, eu mostrei e até minha esposa elogiou a beleza da Aline e também pediu solicitação de amizade para ela, o que foi aceita no mesmo instante e elas começaram a conversar pelo Messenger e já trocaram os números de celular para conversar pelo Whats, a Aline mora em uma cidade próxima a minha e elas marcaram de se encontrar e de nos conhecermos pessoalmente no próximo fim de semana, mas antes a Aline me chama em uma conversa e diz que tinha adorado conversar com a minha esposa, que viu que não somente ela era uma mulher de sorte, mas eu também era um homem de sorte por ter ela ao meu lado e eu novamente a elogiei e disse que estava ansioso para lhe conhecer pessoalmente, ela e o sortudo do seu marido.
Como combinado, eu e minha esposa fomos a cidade onde eles moravam, e nos dirigimos a uma lanchonete que nos conhecemos e que era o ponto de encontro, chegamos primeiro e já pegamos uma mesa em um ponto estratégico, onde nos ficaríamos mais a vontade para conversarmos, e no horário marcado eles chegaram, a Aline estava linda, ela é loira, aproximadamente 1,65 de altura, pernas grossas, seios e bunda redondinhos e deliciosos, olhos verdes, estava de vestido branco, na altura das coxas, com um decote que ressaltava seu seios maravilhosos, seu marido Igor, moreno, 1,78 de altura aproximadamente, um pouco gordinho, moreno, aparentava ser uma pessoa mais humilde, estava de camisa social e calça jeans, ele havia crescido numa fazendo onde os pais trabalharam e só havia se mudado para a cidade depois que casou com a Aline, eu estava de calça social, camisa e blazer pretos e minha esposa estava de vestido vermelho bem justo, com um decote generoso, que a deixa muito sexy, e o vestido na altura dos joelhos, mas com uma fenda do lado direito que subia quase até a cintura e dependendo de como ela cruzava as pernas dava para ver a polpa da sua deliciosa bunda.
Conversa vai, conversa vem, alguns copos de caipirinha pra mais e minha esposa já estava bem alegre, não se continha e passava suas mãos nas pernas da Aline, que no começo, estava estranhando, mas depois se acostumou e até estava mais relaxada com esta situação, já o Igor, estava impassível, demonstrando estar um pouco incomodado com esta situação, deu um toque para minha esposa que começou a se comportar e em determinado momento chamou a Aline para irem até o banheiro, dizendo que não queria ir sozinha e a Aline a acompanhou e no meio do caminho, minha esposa já estava abraçada com a Aline e passando a mão em sua bunda, observei esta cena até a porta do banheiro e depois não pude mais ver nada pois elas haviam entrado, fiquei conversando com o Igor para tentar fazê-lo relaxar, dizendo que era uma forma carinhosa da minha esposa, mas ele disse que não gostava, e eu disse que iria pedir para minha esposa se controlar.
Elas demoraram no banheiro e eu já imaginava que estava rolando alguma coisa, quando as duas saíram do banheiro, arrumando seus vestidos, minha esposa se sentou ao meu lado e eu lhe disse o que o Igor havia falado e ela disse que iria se comportar, mas que tinha uma surpresa para mim, mas só mostraria no carro, ficamos mais um tempo conversando, quando o Igor chamou a Aline e disse que queria ir embora e se despedindo seguiram para seu carro, não antes da Aline vir até mim e se despedir com uma abraço apertado e um beijo no rosto, fazendo o mesmo com minha esposa, já o Igor se limitou a um aperto de mão.
No carro minha esposa pegou sua bolsa e me disse que a Aline tinha me deixado um presente e retirou de dentro a bolsa uma calcinha fio dental branca, ao me entregar, percebo que estava quente, como se alguém havia acabado de retirar e bem molhada onde fica a buceta, minha esposa disse, olha só, sente o cheiro da Aline, ela estava gozando gostoso quando me entregou a calcinha para lhe dar, nossa fiquei já de pau duro e pedi detalhes do que tinha acontecido naquele banheiro e minha esposa foi me relatando.
Assim que elas entraram, a Aline já a abraçou e lhe deu um beijo delicioso, nisso minha esposa já havia levantado o vestido dela e dado uns tapas naquela bunda deliciosa, disse que entraram em um box para pessoa deficiente, pois teriam mais espaço e trancaram a porta e lá se livraram dos vestidos, minha esposa disse que a Aline estava um vulcão, pois foi logo se abaixando e chupando a sua buceta, colocando apenas a calcinha da minha esposa de lado e socando a boca na buceta deliciosa da minha esposa, logo minha esposa já estava sem calcinha também, de pernas abertas com aquela linda loira entre elas chupando com vontade a sua buceta, minha esposa disse que como estava com muito tesão, logo gozou na boquinha deliciosa da Aline e apos o gozo, decidiu mudar de posição, foi onde a Aline ainda de calcinha, começou a retira-la e falar para a minha esposa me entregar, pois estava com muito tesão e com vontade de transar comigo desde a primeira vez que falou comigo no telefone, foi onde minha esposa guardou a calcinha e caiu de boca naquela buceta deliciosa, me dizendo que a Aline é totalmente depilada e tem uma tatuagem de morango um pouco acima da buceta; nossa meu pau estava latejando de tão duro que estava.
Minha esposa disse que chupou com vontade a buceta da Aline, disse que ela gemia e se contorcia de prazer e que em determinando momento, enfiou o dedo no cú da Aline, que era bem apertado e foi o momento em que a Aline gozou muito, nossa fiquei muito excitado com isso, minha esposa já percebendo a minha excitação, começou a me chupar ali mesmo no estacionamento da lanchonete, chupou deliciosamente, me fazendo gozar em sua boca deliciosa, seguimos para casa onde a noite foi pequena.
No dia seguinte, minha esposa recebe uma msg da Aline, dizendo que tinha gostado muito de nos conhecer, mas que o marido dela é muito careta, inclusive deixando-a com vontade de experimentar coisas novas e foi onde minha esposa a convidou para vir a minha casa, para podermos conversar melhor e ajudá-la nesta questão, ela logicamente aceitou, mas disse que precisava inventar uma desculpa para o Igor, pois ele nunca iria aceitar isso e para a nossa sorte, na semana seguinte, a vivo havia mandado a Aline para a nossa cidade a serviço, para ajudar a treinar algumas funcionárias aqui, já que estava sendo montada uma base de vendas aqui.
Quando ela chegou aqui, já fez contato telefônico com minha esposa, marcando uma visita para o outro dia, mas teria de ser no horário do almoço, pois seria o horário disponível para isso e marcamos, inclusive a convidando para almoçar conosco, no dia seguinte, já de manhã, comecei a fazer um belo almoço, pois iríamos receber uma visita especial, a Ellen tomou um banho demorado, e colocou uma saia curta, deixando a mostra suas deliciosas coxas, e uma camisa que praticamente cobria a saia de tão curta que ela era, e ao se aproximar de mim, alem de estar muito cheirosa, percebi que estava sem nada por baixo, eu aproveitei para dar aquela chupada na minha deliciosa esposa, ela saiu para buscar a Aline, enquanto eu terminava o almoço.
Apos terminado o almoço, como elas ainda não tinham chegado, fui tomar um banho e durante meu banho, elas chegaram e minha esposa já foi se anunciando, eu acabei de tomar meu banho e me enrolei na toalha, mas antes de ir para o meu quarto me vestir, decidi dar uma olhada na sala, minha esposa me viu e me chamou para ir cumprimentar a Aline, que estava maravilhosa, ela estava com uma saia na altura dos joelhos, e uma camisa branca, que estava com os botões abertos, deixando aparecer um pouco do sutiã, ela se aproximou e já foi me perguntando se eu tinha gostado do presente, e eu disse que havia adorado, nisso a Ellen se aproximou por traz dela e começou a acariciar seu corpo, dizendo para parar-mos de enrolação e começarmos logo, nisso a Aline, começou a me beijar, deliciosamente, nossa que boca ela tem, sua língua parecia uma cobra tentando devorar a minha língua.
Minha esposa já tinha desabotoado todos os botões da camisa dela deixando-a somente de sutiã, e logo tirou esta peça, deixando aqueles deliciosos seios a mostra, eu comecei a acariciá-los e encontrava com as mãos da minha esposa, e ainda estava dando aquele delicioso beijo na Aline, que me abraçava e arranhava as minhas costas de tanto tesão, e logo desceu suas, mão e fez a minha toalha cair, deixando o meu pau a mostra e começou a punhetar deliciosamente.
Logo ela parou de me beijar e se ajoelhando começou a chupar meu pau, nossa que delicia, que habilidades com a boca que ela tem, nisso minha esposa já havia retirado sua camisa e sua saia, e ainda com a Aline entre a gente, agora abaixada me chupando, me deu um beijo, nunca vi a minha esposa com aquele fogo todo, estava me deliciando, logo estava as duas ajoelhadas aos meus pés me chupando, que delicia ver aquela loira e minha deliciosa esposa me chupando e me olhando nos olhos, eu que sempre demoro para gozar, estava quase gozando, pois estava muito bom, eu pedi para elas pararem pois iria logo gozar e minha esposa, disse que não iriam parar que era para eu gozar que a Aline queria muito beber meu leite, nossa não resisti muito e logo gozei dividindo a minha porra entre minha esposa e a Aline, que sugava e engolia todo o meu leite inclusive indo lamber o pouco que tinha espirrado nos seios da minha esposa e já começaram a se acariciar e se beijar, trocando o pouco de porra que ainda restava em suas bocas, eu me afastei um pouco e fiquei ali me deliciando com aquela visão.
A Aline abriu bem as pernas da minha esposa e começou a chupar sua buceta, nossa minha esposa gemia e se contorcia de prazer, eu me aproximei e com a Aline de quatro chupando minha esposa, me deitei entrando em baixo dela e comecei a chupar a sua deliciosa buceta, que já estava deixando seu mel escorrer de tanto tesão que estava, eu enfiava minha língua naquela deliciosa buceta, dava mordidas em seu grelho e ela gemia e chupava cada vez com mais vontade a buceta da minha esposa, nossa o mel que escorria daquela linda mulher era delicioso, nossa eu estava me deliciando daquele jeito, minha esposa não demorou muito e estava gozando na boca da Aline, que logo gozou na minha.
Minha esposa viu que meu pau já estava duro novamente e mostrou para a Aline, que comentou que era uma bela pica e que estava doida para ter meu pau dentro dela, e aproveitando que eu estava deitado, foi em direção a ele e direcionando ela para a entrada daquela deliciosa buceta, começou a me cavalgar, descendo lentamente seu corpo sobre o meu pau, nisso minha esposa vem e se senta em meu rosto, me deliciando com sua buceta que logo comecei a chupar e lamber como sei que ela adora.
A Aline, estava indo devagar, eu sentia sua buceta se abrir vagarosamente a grossura do meu pau e ela dizia entre os gemidos:
- Aiiiiiiii, que delicia, nossaaaaaaaaaaaaaaa, nunca senti um pau tão grosso e grande assim na minha buceta, aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, vai seu cachorro e fode a buceta da sua putinha, vaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, me fode seu FDP, mostra para a minha buceta como um pinto de verdade fode gostosooooooooooooooooooooooooooooooooo, nossa que delicia!
- Isso mesmo, putinha - disse a Ellen - goza no pau do meu macho, goza como vc nunca gozou com o seu marido, vai putinha!
- Meu marido - disse a Aline - aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, meu marido nunca me fudeu de verdade, aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, que delicia, hoje sim eu estou sendo fudida do jeito que eu gosto, que deliciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.
Ela rebolava e fazia meu pau entrar cada vez mais em sua buceta,até que ele estava todo dentro daquela delicia que gemia alto, minha esposa também gemia com minha chupada em sua buceta, com uma de minha mãos eu acariciava a bunda da minha esposa e com a outra a bunda da Aline, que rebolava muito, minha esposa se levantou e a Aline se inclinou para me beijar, nossa que delicia, minha esposa aproveitando a posição da Aline, começou a lamber seu cuzinho e me dizia:
- Nossa amor, que delicia a visão que eu estou tendo aqui, vendo seu pinto foder esta deliciosa buceta e este cuzinho rosadinho, a minha disposição - dando um tapa na bunda da Aline ela perguntou - e ai, sua puta, vai agüentar este pau delicioso do meu macho neste seu cú apertado, pois sei que este safado quer muito foder sua bunda deliciosa.
- Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, nossa Ellen, que delicia sentir sua língua no meu cú, ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh, nossa será que eu vou agüentar este pau delicioso do Antonio no meu cú, nossa que deliciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.
- Vai agüentar sim, afinal vc é a nossa puta e vai fazer tudo o que nos mandarmos - e deu mais um tapa na bunda da Aline.
- Sim, senhora, aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiii, que delicia, vou fazer tudo o que vcs mandarem eu fazeeeeeeeeeeeeeeerrr, nossa que deliiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa- ela neste momento explodiu em um gozo delicioso, que ficou com seu corpo mole sobre o meu.
Minha esposa a ajudou a sair de cima de mim, retirando lentamente meu pau daquela buceta deliciosa, ela ficou deitada do meu lado e minha esposa ficando de quatro começou a chupar a buceta dela, que começou a gemer novamente, eu aproveitei a posição da minha deliciosa esposa e meti o pau em sua buceta, nossa minha esposa rebola deliciosamente, que bunda deliciosa a minha esposa tem, ja deu uns tapas que eu sei que ela adora, ela chupava a buceta da Aline com vontade e eu socava cada vez mais forte.
- Vai meu macho, mata logo a minha vontade enquanto eu preparo a nossa putinha, vai soca forte no meu rabo, fode gostoso o meu cú que vc já arrombou- disse a Ellen.
Ela não precisou pedir duas vezes, tirei meu pau da sua buceta e mirando para a porta de seu cú, forcei fazendo que meu pau entrasse toso de uma só vez naquele delicioso rabo, a Ellen rebolava cada vez mais e gemia, uma gemido abafado, devido a estar chupando a buceta da Aline e, esta já recuperado da gozada que deu, se acertou por baixo da Ellen, fazendo um meia nove com ela e chupando sua buceta enquanto eu fodo o cú, o mel da Ellen escorria de sua buceta, sendo sugado todo pela Aline, que se deliciava e depois de mais alguns tapas naquela bunda deliciosa, minha esposa também explodiu em um gozo que eu nunca vi igual.
Olhei bem nos olhos da Aline e dando um tapa em sua bunda, disse:
- Vem aqui sua puta, agora é a sua vez de sentir meu pau no seu rabo.
- Nossa seu safado, vc vai arrobar o meu cú com esta pica grande e grossa.
- Para de frescura, minha putinha, vem aqui que estou querendo foder sua bunda desde a vez que vi sua foto no Whats.
- É safado, vc ficou vendo minhas fotos eh, então vem aqui e me fode gostoso, me satisfaz pois o corno do meu marido não esta fazendo o serviço direito e fica me deixando na vontade.
Dito isso a Aline se deitou com a barriga para cima, arreganhou bem a pernas e as segurou com suas mãos, deixando a buceta e o cú bem abertos, mas antes eu desci e deu aquela chupada e lambida naquele cú rosadinho, delicioso, enfiei um dedo e percebi que era bem apertado mesmo, e comecei a lamber com mais intensidade até sentir ele relaxar em meu dedo, quando sentir que estava bem relaxado, coloquei a cabeça do meu pau na entrada e comecei a forçar, a Aline gemia e chorava de dor, mas não pedia para parar, eu forçava mais um pouco, até que a cabeça entrou, parei um momento, minha esposa se aproximou e começou a chupar a buceta da Aline, sentir ela relaxar um pouco mais e forcei mais meu pau que entrou mais um pouco, já estava na metade do meu pau, a Aline ainda chorava, mas não pedia para parar, eu lhe perguntei se queria que parasse, foi onde tive a surpresa, ela abriu os olhos com lágrimas de dor e disse:
- Vai seu FDP, acaba de arrombar o meu cú, não para não, eu vou agüentar esta sua pica deliciosa todinha no meu cú, vaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, delicia, fode o cú da sua putaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.
Quando ela disse isso, eu não resisti e forcei fazendo que meu pau entrasse todo de uma vez naquele cú delicioso e apertado, parei um instante para ela acostumar, mas logo percebi que ela estava começando a rebolar e comecei a movimentar meu pau, tirando e entrando naquela deliciosa bunda, quando as lagrimas de dor, cederam a vez para os gemidos de prazer, eu comecei a tirar o pau até quase a cabeça sair e logo forçar ele todo de novo dentro dela, ela gemia muito e se contorcia de prazer.
Ela pediu para mudar de posição e colocou minha esposa deitada e ficou por cima dela fazendo um meia nove e me olhou com uma cara de safada, pedindo para foder o cú dela agora de quatro, nossa que delicia, me aproximei e antes de colocar no cú da Aline, minha esposa deu uma bela chupada e em seguida direcionou meu pau para o cú da Aline, meu pau entro todo de uma vez, os gemidos da Aline agora estavam abafados pois a cada estocada ela enfiava o rosto nas buceta da minha esposa, lambendo e chupando a buceta dela, em pouco tempo ela gozou novamente, ainda com mais intensidade que da outra vez, eu continuei a bombar naquela bunda e também não resistindo mais, gozei dentro do cú dela, ao retirar meu pau, que veio trazendo um pouco da porra que escorreu pela buceta dela e seguiu para a boca da minha esposa, que depois se levantou e começou a chupar o cú da Aline, para sugar a porra que escorresse daquele delicioso cú.
Apos esta transa maravilhosa, fomos tomar um banho os três juntos, onde novamente eu fodi a buceta e o cú da Aline e depois de gozar novamente, agora na boca dela, saímos e fomos almoçar, durante o almoço nos estávamos conversando e eu disse que esta foi a melhor promoção que a vivo poderia ter me dado, alem de um bom pacote de TV, internet e telefone, me deu uma deliciosa puta para foder gostoso, a Aline disse que estaria sempre a nossa disposição, pois queria muito satisfazer estes clientes especiais que nos tornamos.
Depois do almoço, minha esposa a levou de volta ao serviço e já combinou o almoço do outro dia, sei que nesta semana eu fodi muito a deliciosa vendedora da vivo, que havia se tornado a minha putinha, mas já vou encerrar este conto, no próximo, vou revelar mais das transas desta semana maravilhosa, inclusive que minha cunhada ficou com ciúmes da minha esposa com a Aline, mas isso fica para o próximo.






Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Minha primeira do