MEU AMANTE INVISIVEL


BY: betoleandro
OI PESSOAL , O QUE VENHO NARRAR FICA UM POUCO FORA DA REALIDADE, DIGO ISSO PORQUE EXISTE COISAS QUE NÃO SÃO DIVULGADAS, VOU ME APRESENTAR, SOU KELLY, ESTOU HOJE COM 23 ANOS, SOU BRANCA, TENHO 1.65CM 60 KG, SEIOS MEDIOS, BUNDINHA REDONDA, COXAS TORNEADAS,POIS BEM,TUDO COMESSOU QUANDO MEU PAI RESOLVEU COMPRAR UMA FAZENDA PERTO DE NOSSA CIDADE, ARCOVERDE - PE, NA OCASIÃO EU ESTAVA COM 14 ANOS JA TINHA O CORPO DESENVOLVIDO, QUE CHAMAVA A ATENÇÃO DOS GAROTOS, FOMOS CONHECER A FAZENDA, MAMÃE NÃO ESTAVA MUITO CONTENTE, POIS ACHAVA QUE O TEMPO PAPAI IA QUERER MORAR NA FAZENDA,,CHEGOU O FINAL DE SEMANA E LÁ FOMOS NÓS, AO CHEGAR A FAZENDA FOMOS APRESENTADOS AOS EMPREGADOS QUE JA TRABALHAVAM COM O ANTIGO DONO , E QUE IAM CONTINUAR TRABALHANDO COM PAPAI, SEU CHICO FOI NOS MOSTRANDO A FAZENDA, TINHA A CASA GRANDE COM ALPENDRES EM VOLTA DAS LATERAIS, COM PRIMEIRO ANDAR, SUBIMOS A PARTE SUPERIOS PARA CONHECER AS INSTALAÇÕES, ERAM QUATRO QUARTOS COM MÓVEIS ANTIGOS MAIS BEM CONSERVADOS, UMA COISA ME CHAMOU A ATENÇÃO, TODOS OS QUARTOS TINHAM BANHEIROS, GOSTEI PELO FATO DE GOSTAR DE FICAR HORAS NO BANHO, KARLA MINHA IRMÃ MAIS VELHA 16 ANOS E ROGER 15 ANOS, JA FORAM ESCOLHENDO EM QUAL LUGAR IRIAM FICAR, SEU CHICO COMENTOU PELO VISTO OS MENINOS GOSTARAM DAQUI, ENTÃO NOS CHAMOU PARA MOSTRAR O RESTANTE DA CASA, E FOMOS PARA A COSINHA, ONDETINHA UMA MESA ENORME COM BANCOS LATERAIS, NOS SENTAMOS E A DONA CARMEM MULHER DO SEU CHICO NOS OFERECEU CAFÉ QUE TINHA FEITO NAQUELE INSTANTE, DEPOIS DO CAFEZINHO ELE NOS CHAMOU PARA MOSTRAR O RESTANTE DAS CONTRUSÇÕES, JUNTO A CASA TINHA UMA BEM MENOR, QUE FICAVA PROXIMO A SAIDA DA COSINHA,, ENTÃO LHE PERGUNTEI PORQUE ESTA CASA ERA TÃO PERTINHA DA OUTRA, ELE ME RESPONDEU QUE OS AVÓS DO DONO ANTERIOR, GOSTAVA QUE OS EMPREGADOS ESTIVESSE SEMPRE POR PERTO, MAIS NÃO PERMITIAM QUE MORASSEM SOBRE O MESMO TETO, SENTI VONTADE DE CONHECER AQUELA CASINHA, ALGO ME CHAMAVA A ATENÇÃO, PEDI A SEU CHICO PARA QUE ELE ABRISSE A CASA POIS EU QUERIA CONHECER, ELE ME OLHOU DE UMA FORMA EXTRANHA, ME FITANDO DIRETO NOS OLHOS E PERGUNTOU, PORQUE QUER ENTRAR AÍ, NÃO QUER IR CONHECER O CURRAL E OS ANIMAIS,TEM MUITOS CAVALOS, BOIS, VACAS, ACHO QUER VOCE VAI GOSTAR, ENTÃO LHE DISSE, MOSTRA AQUI DEPOIS VAMOS VER O RESTANTE, ELE PEGOU UM MONTE DE CHAVES E ABRIU A PORTA, ESTAVA TUDO LIMPO E ARRUMADO, TINHA SALA COM UMA MESA PEQUENA, UM QUARTO COM CAMA DE CASAL QUE ESTAVA FORRADA COM UM LENÇOL BRANCO E TRAVESSEIROS, PERGUNTEI QUEM MORAVA ALI, ELE ME FALOU QUE NINGUEM, MAIS SUA MULHER MANTINHA SEMPRE LIMPA E ARRUMADA, SENTI VONTADE DE SENTAR NAQUELA CAMA, SENTEI-ME O COLCHÃO ERA FEITO DE PALHAS, POIS DEU PARA OUVIR O CHIADO, MAIS ERA FIRME, ENTÃO SENTI UM FRIO NO CORPO, QUE ME CAUSOU ARREPIO, SEU CHICO PERCEBEU E FALOU A MENINA ESTA COM FRIO RESPONDI, UM POUCO, MAIS O SOL ESTA TÃO QUENTE LA FORA,MAMÃE ESTRANHOU MEU COMENTARIO, NOS OLHAMOS E SAIMOS, FOMOS VER OS ANIMAIS, MAMÃE SE DISTANCIOU UM POUCO DE MIM E SEU CHICO, ENTÃO ELE ME DISSE, AQUELA CASA E ASSOMBRADA, EVITE IR LÁ SOZINHA, ENTÃO LHE PERGUNTEI, PORQUE, ELE RESPONDEU QUANDO CHEGUEI AQUI AINDA ERA BEM JOVEM, CERTO DIA ENCONTREI DOIS FILHOS DO PATRÃO MORTOS, ELES SE ENVENENARAM PORQUE ESTAVAM APAIXONADOS SEUS PAIS NÃO ACEITAVAM TAL COISA ENTRE IRMÃOS, ELES TINHAM UNS 20 ANOS , QUERIAM IR EMBORA PARA VIVEREM LONGE DAQUI MAIS OS PAIS NÃO PERMITIRAM , ENTÃO PASSARAM A MORAR NESTA CASINHA VIVENDO ISOLADOS DE TODOS ATE QUE COMETERAM SUICIDIO, FIQUEI IMPRECIONDA COM A HISTORIA AI MAMÃE SE APROXIMOU E CONTEI A HISTORIA PARA ELA, VOLTAMOS PARA A CASA GRANDE, ENCONTRAMOS COM PAPAI, KARLA E ROGER, PAPAI FALOU QUE JA TINHA ACERTADO A CONTINUIDADE DOS DEMAIS EMPREGADOS E QUE AGORA IR COLOCAR EM PRATICA AS MUDANÇAS QUE DESEJAVA FAZER, VEIO NOS CHAMAR PARA ALMOÇAR, A COMIDA DELA ERA BOM BEM TEMPERADA, COMEMOS COMO SE FOSSEMOS VELHOS CONHECIDOS DA SUA COMIDA, APOS TERMINAR O ALMOÇO, FOMOS PARA O ALPENDRE NOS DEITAR EM AMPLAS REDES, NA PARTE QUE FIQUEI DAVA PARA VER A ENTRADA DA CASINHA, EU FICAVA IMAGINANDO COMO SERIA ESTES IRMÃOS QUE SE APAIXONARAM, A VONTADE DE QUE EU TINHA ERA IR FICAR NAQUELA CASINHA, EU SENTIA QUE ALGO ME CHAMAVA PARA LÁ, ANOITECEU RETORNAMOS PARA A CIDADE,NA VOLTA EU ESTAVA UM POUCO CALADA, MAMÃE ME PERGUNTOU SE ESTAVA BEM, FALEI QUE SIM, APENAS TINHA FICADO IMPRECIONADA COM A HISTORIA DE SEU CHICO, ENTÃO PAPAI ME FALOU, EU JA SABIA DESTA HISTORIA, SO NÃO CONTEI A VOCES PARA NÃO ASUSTAR, MAIS QUE ISSO FOI COISA DO PASSADO, E SE A GENTE QUISER ELE MANDA DERRUBAR A CASA PARA NÃO GUARDAR LEMBRANÇAS, ENTÃO LHE DISSE DEIXE COMO ESTA , PASSOU A SEMANA E MEU DESEJO ERA VOLTAR A FAZENDA,ESTAVA CONTANDO AS HORAS, SENTIA UM FORÇA ME CHAMANDO, PENSEI COMO PODE ISSO, NUNCA FUI MUITO DE VIVER NO CAMPO, PORQUE ESTE DESEJO REPETINO, NA QUINTA FEIRA PPAI NOS FALOU QUE IA PARA A CAPITAL VISITAR MEU TIO, E QUE ESTAVAM ESPERANDO A GENTE , ENTÃO LHE FALEI, QUERO IR PRA FAZENDA, NA IDA PARA RECIFE, O SR. ME DEIXA LÁ COMBINADO, PAPAI ESTRANHOU E FALOU, NÃO DIGA QUE VAI TROCAR A PRAIA PARA FICAR NA FAZENDO, QUERO SIM FALEI, CHEGOU A SEXTA FEIRA E FOMOS EMBORA, DONA CARMEM AO NOS VER FALOU, NÃO ESPERAVA QUE VINHESSEM HOJE, ACONTECEU ALGUMA COISA, CHICO NÃO FALOU, NEM PREPAREI ALMOÇO, PAPAI LHE DISSE, SO ESTOU PARA DEIXAR A KELLY, NÃO QUER IR PARA A PRAIA, ELE SORRIU E FALOU, ACHO QUE ELA GOSTOU DA QUIM, PODE DEIXAR QUE EU CUIDO DELA, PEGUEI MINHA BOLSA COM AS ROUPAS E FUI PARA O ANDAR DE CIMA, RESOLVI FICAR NO QUARTO QUE SERIA PARA MEUS PAIS, POIS TINHA TELEVISÃO E BANHEIRA, ME ACOMODEI, TROQUEI DE ROUPA COLOCANDO UM SHORTINHO CURTO COM BLUSA ESTAPADINHA, AO CHEGAR NA COSINHA DONA CARMEM ME FALOU, VOCE É MUITO BONITA,SEU PAI NÃO SE IMPORTA DE VOCE VESTIR UMA ROUPA TÃO CURTINHA, POIS OS MEUS NUNCA DEIXARIAM EU ANDAR ASSIM, RESPONDI, NADA ESTÃO ACOSTUMADOS, ELA DISSE QUE VAI FAZER, RESPONDI , NÃO SEI ANDAR POR AÍ, QUERO CAMINHA E CONHECER A FAZENDA, ELA ME OFERECEU UM PEDAÇO DE BOLO E DISSE COMA QUE ESTOU PREPARANDO O ALMOÇO, TENHA CUIDADO, OS MATOS TEM MUITOS ESPINHOS, NÃO VÁ SE FERIR POR AI, SAÍ EM DIREÇÃO AO CURRAL, OS ANIMAIS ESTAVAM DEITADOS, , SAÍ DALI FUI VER OS CAVALOS, QUE FICAVAM PRESOS NO ESTABULO, ENTÃO ENCONTREI SEU CHICO COM OUTROS DOIS RAPAZES, QUE DEVIAM TER UNS 25 A 30 ANOS, PERCEBI QUE ME OLHAVAM SEM ME FITAR, PERCEBI QUE LHES CHAMAVA A ATENÇÃO, POR ESTA COM AS COXAS ESPOSTAS, SAI DALI, E FUI EM DIREÇÃO AO RIO QUE FICAVA PERTO, CHEGANDO LÁ FIQUEI DESLUMBRADA COM A CACHOEIRA QUE SE FORMAVA NUMA PEDRA GRANDE, , NÃO PERDI TEMPO ME JOGUEI DENTRO DAGUA QUE ESTAVA QUENTINHA, FIQUEI POR UM BOM TEMPO, ATE QUE OUVI OS GRITOS DE DOCA CARMEM, KELLY O ALMOÇO ESTA PRONTO, VENHA, SAÍ DA AGUA E FUI EM DIREÇÃO A CASA, DONA CARMEM AO PERCEBER DE EU TINHA ME MOLHADO FALOU, VÁ SE TROCAR, ENTÃO LHE DISSE, PRECISA NÃO,FIZEMOS NOSSOS PRATOS DIRETO DAS PANELAS E NOS SENTAMOS A MESA, FIQUEI DE FRENTE PARA A CASINHA, SENTIA UMA VONTADE ENORME DE IR PARA LÁ, TERMINEI O ALMOÇO E FUI PARA O ALPENDRE ME DEITAR EM UMA REDE NISSO DONA CARMEM ME FALOU, VAI DORMI, ENTÃO VOU ATE A CASA DE UMA MOÇA AQUI EMBAIXO, QUE ELE TEVE MENINO E AINDA NÃO FUI LÁ, FALEI NÃO SE PREOCUPE ESTOU BEM, ELA SAIU FIQUEI ALI OLHANDO PARA A CASINHA, ENTÃO RESOLVI ENTRAR LÁ NOVAMENTE, FUI ATE A COSINHA PEGUEI O AMARRADO DE CHAVES E FUI ABRIR A CASA, SENTI UM POUCO DE MEDO DEVIDO A HISTORIA DE SEU CHICO, ENTÃO ABRI AS JANELA DEIXANDO A CASA TODA ILUMINADA PELOS RAIOS DE SOL, CORRIA UMA BRISA MORNA, ENTÃO FUI ATE O QUARTO, ESTAVA TODO ARRUMADO COMO ANTES, ME SENTEI NA CAMA, TIREI AS SANDALIAS, E ME DEITEI, A CAMA ERA GOSTOSA, ENTÃO ME VIREI PARA A DIREITA, E FIQUEI IMAGINANDO COMO SERIA AS PESSOAS QUE ALI MORRERAM, SENTI UM CERTO CANÇASSO E ADORMECI, , COMESSEI A SONHAR UM CASAL DE JOVENS BRANCOS E ALTOS ,CHEGAVA JUNTO A MIM E FALAVAM, DE QUE AQUELA CASA ERA DELES, E QUE EU PRECISAVA SAIR DE SUA CAMA, EU FALAVA PARA ELES DE QUE ESTAVA DE PASSAGEM TINHA ME DEITADO PARA DESCANÇAR, ENTÃO ELES SE OLHARAM E VIERAM SE DEITAR COMIGO,, QUIS ME LEVANTAR MAIS A MOÇA FALOU, FICA AI, A GENTE SO QUER SE DEITAR TAMBEM, ACEITEI MAIS ACHAVA ESTRANHO, POIS EU NÃO CONHECIA AQUELAS PESSOAS, ELES AO SE DEITAREM FICARAM BEM JUNTINHO DE MEU CORPO, ELA NA MINHA FRENTE ELE PRO TRAZ, DE REPENTE ELA ALIZOU MEUS CABELOS, SUA MÃO ERA SUAVE, PASSOU A MÃO EM MEU ROSTO COM CARINHO, GOSTEI DAQUELA CARICIA, ELA SORRIA, TINHA DENTES ALVOS, SO ENTÃO EU SENTI QUE O RAPAZ, COLOCAVA A MÃO SOBRE MINHA COXA, QUIS RECLAMAR MAIS A MOÇA COLOCOU O DEDO SOBRE MEUS LABIOS, FAZENDO SINAL DE QUE EU FICASSE CALADA, AOS MÃOS DO RAPAZ ALIZAVA MEU CORPO, ERA UMA SENÇASÃO DE PRAZER QUE EU NÃO CONHECIA, ENTÃO ELE ENCOSTOU SUA BOCA EM MEU PESCOÇO, ME DEIXANDO SENTIR SEU HALITO QUENTE, FUI RELAXANDO ENQUANTO ELES ME ACARICIAVAM, EU SENTIA MEU CORPO FLUTUAR NAQUELA CAMA, PARECIA IA VOAR, O QUE ME SEGURAVA AQUELA CAMA ERA AS MÃOS DELES QUE NÃO ME SOLTAVA, , DE REPENTE SENTI AOS MÃOS DO RAPAZ ME ACARICIANDO ENTRE AS COXAS, SUA MÃO ERA QUENTE E MACIA, EU JA NÃO RESISTIA MAIS AS CARICIAS DELES, ENTÃO A MOÇA FALOU, AMOR ELA QUER NOSSOS CARINHOS, VAMOS LHE ENSINAR COMO SE FAZ AMOR, ELE RESPONDEU, É ELA REALMENTE QUER, ATENDEU NOSSO CHAMADO, SENTI QUE MINHA ROUPA IA SENDO RETIRADA, VIA PERFEITAMENTE MEU CORPO SENDO DESNUDADO, NISSO ELA VAI VIRANDO MEU CORPO,ME DEIXADO DE PERNAS ABERTAS, ELE PASSOU A MÃO SOBRE MINHA BUCETA, ELA AGORA ME BEIJAVA EU ESTAVA PRESA, COM ELA ME BEIJANDO E ELE ALIZAVA MINHA BUCETA, DE REPENTE, SENTI ELE IR SUBINDO EM MEU CORPO, , ME SOLTEI DA MOÇA, ELA ENTÃO ME FALA, VEJA MEU HOMEM COMO É BELO, REALMENTE O CORPO DELE PARECIA TER LUZ PROPRIA, OSTENTAVA UM PENIS GIGANTESCO, SENTI MEDO DAQUELE PENIS ENORME, EU SABIA QUE NÃO IA CONSEGUIR DEIXAR ELE ENFIAR TUDO AQUILO EM MIM, MAIS ELE TENTOU ME PENETRAR, SEGURAVA EM SEU PAU, E ALIZAVA MINHA BUCETINHA, RELAXEI, ENQUANTO ELE PASSAVA O PENIS EM MINHA BUCETA, A MOÇA AGORA BEIJAVA MEUS SEIOS, EU LHE ACARICIAVA SEUS CABELOS, QUE LONGOS E LISOS, DE REPENTE ELE FALA QUE VAI ENFIAR PAU EM MIM SENTI UMA PRESSÃO NA BUCETA, QUANDO ELE REALMENTE IA ENFIANDO, DEI UM GRITO, E ACORDEI, ESTAVA COM A RESPIRAÇÃO FORTE, MINHA MÃO ESTAVA POR DENTRO DO DO MEU SHORT, ACARICIANDO A VAGINA, FIQUEI UM TANTO CONFUSA COM O ACONTECIDO, NUNCA TINHA SENTIDO NADA PARECIADO, AINDA NEM TINHA DESPERTADO AINDA PARA A MASTURBAÇÃO, POUCAS VESES ME ACARICIEI, MEU CORPO ESTAVA TREMULO E SUADO, AO TIRAR A MÃO DE DENTRO DO SHORT, PERVEBI QUE MEU DEDOS ESTAVA MOLHADOS DE UM LIQUIDO VISCOSO, SENTI DE QUE TINHA ALGUEM ALI COMIGO, SENTIA A PRESENÇA, ME LEVANTEI O CORAÇÃO AINDA BATIA FORME, NEM PARECIA QUE EU TINHA SONHADO, POIS SENTIA AINDA O CONTATO DAQUELAS MÃOS EM MEU CORPO, ENTÃO RESOLVI SAIR DALI, QUANDO ME LEVANTEI, SENTI UM SOPRO
QUENTE EM MEU OUVIDO,COM UM COXIXO, NÃO VA, TE QUEREMOS AQUI, ME ARREPIEI TODINHA QUE OS PELOS DO BRAÇO E COXAS SE ERGUERAM, FUI FECHANDO AS JANELAS, NÃO SEI POR QUANTO TEMPO FIQUEI ADORMECIDA, TRAQUEI A PORTA AO CHEGAR NA COSINHA E COLOCAR AS CHAVES NO LUGAR DELAS, DONA CARMEM CHEGOU, ENTÃO ME DISSE JA SE LEVANTOU PENSEI QUE IA TE ENCONTRAR DORMINDO, LHE DEI UM SORRISO, E FUI PARA MEU QUARTO TOMAR BANHO, POIS SENTIA A BUCETA TODA MELADA, TEREI A ROUPA E LIGUEI O CHUVEIRO A AGUA QUENTE ESCORRIA EM MEU CORPO, SENTI VONTADE DE ACARICIAR A BUCETA, QUE SENTIR AQUELE MESMO PRAZER DO SONHO, FIQUEI UM TEMPÃO ALE ME ACARICIANDO, ATE QUE SENTI UMA TREMEDEIRA NAS PERNAS, AO PONTO DE ME SENTAR NO BANHEIRO, DEIXANDO A AGUA QUENTE ME ACALENTAR, TERMINEI O BANHO, COLOQUEI UM CONJUNTINHO DE SEDA VERMELHO, COM UMA CALÇINHA PEQUENA E DESCI PARA COMER ALGUMA COISA, POIS ESTAVA COM FOME E MINHA VONTADE ERA V9OLTAR A DORMI, MEU CORPO ESTAVA MOLE, DONA CARMEM NOVAMENTE ME ELOGIOU DESTA VES FALANDO , NUNCA VESTI UMA ROUPA DESSES, E BEM MACIO NÉ DEIXA EU PEGAR, VEIO JUNTO DE MIM, ALISOU PELAS MINHAS COSTAS, DEPOIS SOBRE MINHA BARRIGUINHA,FOI SUBINDO SEUS DEDOS TOCARAM EM MEU PEITO, ME ENCOLHI TODA, ELA PERCEBEU E FALOU DESCULPA NÃO ERAISSO QUE EU QUERIA FAZER, LHE FALEI TEM NADA NÃO, JANTEI DEPOIS DE ALGUM TEMPO FUI ME DEITAR. FIQUEI VENDO TV , DEPOIS ADORMECI, VOLTEI A SONHAR COM O CASAL TIRANDO MINHA ROUPA, ERA UM SONHOQUASE REAL,........................CONTINUA




Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

O dia que dei mole para o meu sobrinho