VIDA NOVA COM MEU TIO


BY: betoleandro
OLÁ , SOU DANE, TENHO 20 ANOS, LOIRA 1.74 56 KG CABELOS LONGOS, SOU FILHA ÚNICA, COMESSEI A NAMORAR COM O GIL, INICIALMENTE MEUS PAIS NÃO GOSTARAM, , PORQUE EU ERA MUITO BOBINHA, POIS SEMPRE FUI MUITO LIGADA AOS ESTUDOS E QUASE NÃO SÁIA DE CASA, AS VESES MEU TIO CARLOS ME LEVAVA PARA PASSEAR NO SHOPPING COM MINHA TIA E MINHA PRIMA CARLA, COM O PASSAR DO TEMPO MEU NAMORADO GIL, PASSOU A ME CONTROLAR, NÃO ME DEIXANDO SAIR DE CASA, MESMO QUE FOSSE PARA IR A CASA DO MEU TIO SE ENCONTRAR COM MINHA PRIMA, POIS SEMPRE COMENTAVA QUE MEU TIO ME OLHAVA COM OLHAR DE SACANA, EU NÃO ENTENDIA DIREITO SEUS COMENTARIOS, POIS ADORAVA A FORMA COMO MEU TIO ME TRATAVA, SEMPRE ATENCIOSO E CARINHOSO, COM O PASSAR DO TEMPO FUI ME ENVOLVENDO COM GIL, ELE POR SER MAIS VELHO DO QUE EU,SABIA COMO ME LEVAR AO DELIRIO COM SUAS CARICIAS, CERTO DIA MINHA MÃE E MEU PAI PRECISARAM VIAJAR AO RECIFE, PARA VISITAR UM PARENTE QUE ESTAVA DOENTE, FIQUEI EM CASA SOZINHA, NÃO DEMOROU MUITO PARA GIL VIR FICAR COMIGO, PARECIA QUE TUDO ESTAVA ALINHADO EM MINHA VIDA, ESTANDO EM CASA SOZINHA, GIL AGIA COM TOTAL LIBERDADE, DOIS BAIJOS E ABRAÇOS COSTUMEIROS, ELE SE MOSTROU MAIS LIBERTINO, NÃO DEMOROU MUITO E ME LEVOU PARA MEU QUARTO, EU VESTIA UM SHORTINHO DE ALGODÃO CURTO E FOLGADO COM UMA BLUSA DIMINUTA, SUAS MÃOS BAILAVAM EM MEU CORPO, AO ME DEITAR EM MINHA CAMA, ELE JA FOI TIRANDO MINHA BLUSA, AO LIBERTAR MEUS PEITINHOS QUE JA ESTAVAM DURINHOS, ELE CAIU DE BOCA, COMO NUNCA TINHA FEITO ANTES, ME DERRETI TODA COM SUAS CHUPADAS E MORDIDAS NOS PEITINHOS,, DEIXEI ELE TOMAR CONTA DE MIM, MEU DESEJO ERA TÃO INTENSO QUE FUI DEIXANDO ELE ME TOCAR A BUCETINHA, COISA QUE EU SEMPRE NÃO PERMITIA, ELE PEDIU PARA EU TIRAR MEU SHORT, NÃO ME FIZ DE ROGADA, LEVANTEI A BUNDINHA PARA TIRAR A ROUPA,, COM O MOVIMENTO QUE FIZ A CALÇINHA VEIO JUNTA, QUANDO GIL VIU MINHA BUCETINHA CABELUDA FICOU HIPINOTIZADO, BEIJOU MINHA BARRIGA, , FOI DESCENDO, COLOCANDO A LINGUA NO MEU HUMBIGO, GEMI BAIXINHO, FOI LAMNDO MINHA BARRIGA, ATE CHEGAR A MINHA BUCETINHA, NÃO RESISTI ABRI MAIS AS COXAS, ELE ENTENDEU MINHA ATITUDE, SABIA QUE ESTAVA ME LEVANDO AO DELIRIO, PRENDEU MEUS PELOS VAGINAIS COM OS LÁVIOS, TENHO OS PENTELHOS LONGOS, POIS SO APARO NA LATERAL, PARA NÃO SAIR PELO BIQUINI, QUANDO VOU A PISCINA OU PRAIA, ELE COLOCOU O DEDO SOBRE MEU CLÍTORES, AO MOVIMENTAR O DEDO EM CIRCULO, GRITEI DE TESÃO, ISSO FOI O BASTANTE PARA ELE PERCEBER DE QUE EU ESTAVA PRONTINHA PARA SER COMIDA, O MOMENTO ERA SO NOSSO, SE INCLINOU SOBRE MEU CORPO, BEIJOU MEUS PEITOS NOVAMENTE, FICANDO UM BOM TEMPO SUCANDO-OS EU APENAS GEMIA SEM PARAR, NUNCA TINHA SENTIDO NADA PARECIDO DESDE QUE COMESSAMOS A NAMORAR HA UNS 8 MESES, SOTOU MEUS PETINHOS E VEIO ME BEIJAR A BOCA,DEIXEI SUA LINGUA INVADI A MINHA BOCA, FICAMOS NOS ENFREGANDO COMO SE FOSSEMOS COBRAS SE CONTORCENDO, EU SENTIA O CONTATO DO SEU PAU ROÇANDO A MINHA BUCETA, MESMO AINDA VESTIDO, EU PERCEBIA QUE SEU PAU ESTAVA MUITO QUENTE, ATE ENTÃO EU NUNCA TINHA DEIXADO ELE IR TÃO ADIANTE, SO FICAVAMOS NO RALA-RALA, EU JA TINHA SEGURADO EM SEU PAU, POR CIMA DA CALÇA, ENTÃO PEDI PARA ELE TIRAR SUA ROUPA TAMBEM, ELE TIROU A CAMISETA, DEPOIS A BERMUDA, FICANDO SOMENTE DE CUECA, SEU PAU AGORA DEMONSTRAVA SUA DIMENSSÃO, LEVEI A MÃO ATE SEU PAU PARA ALIZAR, ELE FICOU PARADO, NÃO ACREDITAVA NO QUE ESTAVA ACONTECENDO, EU ALIZANDO SEU PAU TÃO LIBERTA, SEU PAU ESTAVA INCLINADO PARA CIMA, PUXEI SUA CUECA PRA BAIXO, AI ME ASSUSTEI COM A CABEÇONA DO SEU CACETE, FUI BAIXANDO E SEU CACETE IA APARECENDO, MUITO GRANDE E GROSSO, AO FICAR TOTALMENTE LIBERADO, FIQUEI COM MEDO, NÃO SABIA COMO ELE IA ENFIAR TODO AQUELE CACETÃO EM MINHA PEQUENA BUCETINHA AINDA VIRGEM, ELE NÃO PERDEU TEMPO, VOLTOU AO MEIO DE MINHAS COXAS, ABRI AS PERNAS O MAXIMO, ELE PASSOU A LINGUA NA ENTRADA DA MINHA BUCETINHA, DEU UMA MECHIDINHAS QUASE GOZEI, PRENDI SUA CABEÇO COM AS COXAS, QUERIA QUE NÃO SAISSE MAIS DALI, APERTEI COM TANTA FORÇA QUE ELE GEMEU DE DOR, COM AS MÃOS ELE FOI ABRINDO MINHA COXAS, ENTÃO COMENTOU, VOU TE DAR ALGO MELHOR DO QUE MINHA LINGUA, ENTÃO ENTENDI QUAL ERA SUA INTENSÃO, ELE SEGUROU SEU CACETE E COMESSOU A PINCELAR MINHA BUCETA, O LIQUIDO QUE SAIA DE MINHA BUCETA, PPOIS EU ESTAVA TODA MOLHADINHA, MOLHOU A CABEÇONA DO SEU CACETE, ELE COMENTOU QUE DELICIA DANINHA SUA BUCETINHA ESTA TODA MOLHADA, VEKA COMO MOÇLHOU A CABEÇA DO MEU CACETE, LHE DEI UM SORRISO, ELE FOI SE DEITANDO SOBRE MIM, COMESSAMOS A NOS BEIJAR, SEU CACETE ESTAVA ACOPLADO A MINHA BUCETA, EU SENTIA A QUENTURA DO CARALHO NA ENTRADA DA MINHA BUCETA, CURVEI UM POUCO OS JOELHOS DEIXANDO MINHA TOTALMENTE ESPOSTA LHE CONVIDANDO PARA ENTRAR SEM PEDIR LICENÇA, ELE FOI FORÇANDO SEU CACETE CONTRA MINHA BUCETA, SENTI MEDO DELE ME MACHUCAR, PEDI TENHA CALMA AMOR, SEU CACETE E MUITO GRANDE E GORSSO, ELE ME FALA, NÃO VOU TE MACHUCAR QUERIDA, NÃO TEMOS PRESSA, VAMOS FAZER COM CARINHO, FORÇOU UM POUQUINHO MAIS, SENTI SUA CABEÇONA IR ADENTRANDO EM MINHA BUCETA, A LUBRIFICAÇÃO DA MINHA BUCETA FACILITAVA A PENETRAÇÃO, ABRI MAIS AS COXAS E SUSPENDI O TORAX, DEU PARA VER SEU CACETE QUE ESTAVA ENCAIXADO EM MINHA BUCETA, A CABEÇONA ESTAVA QUASE ENCOBERTA PELO LÁBIOS DA BUCETA, AO ME ENCOSTAR NO TRAVESEIRO O ABRAÇEI FORTE, CRUZEI MINHA COXAS EM SEU QUADRIL, ELE DEU UMA SOCADA AI ENTROU A CABEÇONA ROMPENDO MEU HIMEN, GRITEI, PARA, PARA, PARA, TA DOENDO, AIIIIIIIIII, AIIIIIIIII, NÃO FAZ ISSO, UIIIIIIIIIII, UUIIIIIIIII, A DOR DOR FOI MUITO GRANDE, AS LÁGRIMAS CAIRAM DOS MEUS OLHOS, ELE PAROU SEU MOVIMENTOS, MINHA BUCETA ARDIA E DÓIA, FICAMOS ABRAÇADOS POR UM LONGO TEMPO, ELE BEIJAVA MEU PESCOÇO, MINHA ORELHA, SEU HÁLITO QUENTE ESTAVA ME CAUSANDO ARREPIOS, ELE PERGUNTOU SE AINDA ESTAVA DOENDO, FALEI QUE AGORA MENOS, PEDI PARA ELE IR COLOCANDO DEVAGARINHO, ELE COMESSOU A SE MOVER PRA FRENTE E PRA TRAZ BEM DEVAGAR, COMESSEI A GOSTAR DO ENTRA E SAI, ATE QUE A DOR DEU PASSAGEM AO PRAZER, FUI REMECHENDO OS QUADRIS, DE FORMA QUE ELEVAVA A BUCETA DE ENCONTRO AO CACETE DELE, AGORA EU QUERIA ME SENTIR PREENCHIDA, MORDI SEU OMBRO, ELE GRITOU DE DOR, FIQUEI OS DENTES COM FORÇA E GRITEI, ENFIA QUERIDO, ACHO QUE VOU GOZAR, SENTI, MEU CORPO TREMER, COM CERTESA ERA MEU ORGASMA QUE SE APROXIMAVA, GIL FEZ FORÇA SEU PAU ENTROU TODO, GRITEI, AIIIIIIIII, AAIIIIIIIIII, HOOOOO, HOOOOO, SENTI SEUS PENTELHOS COLAR AOS MEUS, ELE FOI ACELERANDO, SEUS CULHÕES BATIA EM MEU CUZINHO, ERA UMA LOUCURA, PENSEI QUE IA SOFRER MUITO PARA RECEBER SEU CACETÃO, ACHO QUE EU ESTAVA TÃO EXCITADA QUE NEM PERCEBI QUE SEU CACETÃO ESTAVA TODO DENTRO MIM, TIVE O PRIMEIRO ORGASMO, DEPOIS OUTRO, MAIS OUTRO, ATE QUE SENTI, COMO SE MINHA VISTA ESCURECER AI SIM, GOZEI CO0MO LOUCA, MINHA VONTADE ERA DE GRITAR BEM MUITO, MAIS ME FALTOU FORÇAS, FALAVA EM SEU OUVIDO, ME FODE, ME RASGA, ME MATA, TE AMO, TE AMO, ELE SOCAVA CADA VES MAIS RAPIDO, , ENTÃO ANUNCIOU QUE IA GOZAR, DANINHA VOU GOZAR QUERIDA, TIROU O CACETE BEM RAPIDO DE DENTRO DE MIM, ME DANDO UM BANHO COM TANTO ESPERMA, PARECIA UMA TORNEIRA JORRANDO EM CIMA DA MINHA BARRIGA, EU RESPIRAVA TÃO FORTE QUE PARECIA QUE O CORAÇÃO IA SAIR PELA BOCA, GIL PUNHETAVA SEU CACETÃO DEIXANDO CAIR AS ULTIMAS GOTAS DE PORRA,TERMINADA NOSSA FODA, FICAMOS DEITADOS DE MÃOS DADAS DELIRANDO DE FELICIDADE, DEPOIS DAQUELE DIA, A GENTE TREPAVA PRATICAMENTE TODOS OS DIAS, GIL AGORA ESTAVA MAIS POCESSIVO, JA NÃO DEIXAVA EU IR MAIS NA CASA DO MEU TIO CARLOS, EM ESPECIAL TINHA PROIBIDO DE MIM IR COM ELE E MINHA PRIMA PARA A CASA DE PRAIA, DA QUAL TANTO EU GOSTAVA, PASSADO ALGUM TEMPO, CARLA ME CONVIDOU PARA IR PASSAR O FINAL DE SEMANA NA SA DE PRAIA, FIQUEI PENSANDO COMO FALAR COM GIL, SABENDO DO SEU CIÚME, MAIS EU QUERIA MUITO IR COM CARLA, ENTÃO A NOITE QUANDO ELE FOI ME BUSCAR NA ESCOLA LHE FALEI QUE IA PARA A PRAIA, ELE FICOU BRAVO, ENTÃO ME DISSE, SE VOCE FOR, NÃO CONTE MAIS COMIGO, OU ME OBDEÇE OU LHE DEIXO, ENTÃO LHE FALEI, VOCE QUE SABE, VOCE NÃO É MEU DONO, FAÇO O QUE QUERO, JA BRIGAMOS ALI MESMO, ELE FOI PARA O BAR, EU FUI PARA CASA, CHEGUEI EM CASA CHORANDO MINHA MÃE QUIS SABER O QUE TINHA ACONTECIDO, ENTÃO LHE CONTEI ELA FICOU UMA FERA, FALANDO QUE ELE NUNCA MAIS ENTRAVA EM NOSSA CASA, CHEGOU O FINAL DE SEMANA FUI COM MEU TIO COM SUA FAMILIA PARA A PRAIA, CHEGANDO LA APROVEITEI O MAXIMO POSSIVEL, QUERIA ME ESQUECER DE GIL, COMO NAQUELA SEMANA IR TER FERIADO NA QUARTA FEIRA SEGUINTE QUE ERA SETE DE SEMBRO, RESOLVEMOS PROLONGAR A PERMANENCIA, NA SEGUNDA FEIRA CARLA PRECISOU VIR A CIDADE COM SUA MÃE, TITIO RESOLVEU FICAR NA PRAIA, POIS ELAS VOLTARIAM NO OUTRO DIA, PERGUNTARAM SE EU QUERIA VIR COM ELAS, ENTÃO LHES FALEI QUE APROVEITAR E FICAR NA PRAIA, ELAS CONCORDARAM QUE ASSIM EU FARIA COMPANHIA A MEU TIO, SEGUIRAM VIAGEM LOGO CEDO, EU E TITIO FOMOS A PRAIA, POIS O SOL ESTAVA BRILHANDO, MUITO CONVIDATIVA PARA SE BRONZEAR, COMO A CASA FICA PERTINHO DA PRAIA FOMOS ANDANDO, EU DE BIQUINI E TANGA, MEU TIO DE BERMUDA E CAMISETA, NUM DADO MOMENTO SEGUREI A MÃO DE MEU TIO, E FOMOS ANDANDO DE MÃOS DADAS, ME CONSIDERO BONITA, CORPO ESBELTO, PELA DOURADA DO SOL, OS CABELOS LOIROS BRILHAVA AOS RAIOS DO SOL, AS PESSOAS NOS OLHAVA COM CERTA CURIOSIDADE, ACHO QUE IMAGINAVAM QUE ERAMOS NAMORADOS, AO CHEGAR NA PRAIA NÃO TINHA MUITA GENTE, RESOLVEMOS IR FICAR PROXIMO UMA BARRACA QUE SERVIA PETISCO, MEU TIO PEDIU DOIS COCOS E PERGUNTOU O QUE TINHA PARA COMER, O MOÇO RESPONDEU QUE TINHA PEIXES, CAMARÕES, LAGOSTAS, SOMENTES FRUTOS DO MAR, , TITIO PEDIU DUAS CADEIRAS, COM GUARDO SOL, FICAMOS LA SENTADOS, PASSAMOS A CONVERSAR, FOI AÍ QUE ELE ME PERGUNTOU O QUE TINHA ACONTECIDO COMOGO E GI8L, QUE CARLA TINHA COMENTADO, FALEI QUE ELE ESTAVA QUERENDO SER MEU DONO, ME PROIBINDO DE IR AOS LUGARES E FICAR ATE COM MINHA FAMILIA MAIS PROXIMA, FOI QUE FALEI O MOTIVO DA NOSSA BRIGA, TITIO FICOU ABORRECIDO, FALANDO COMO ELE PODERIA QUERER ME MANTER LONGE DOS PARENTES, DEIXAMOS A CONVERSA PARA O LADO, E FICAMOS FALANDO DE COISAS AMENAS ATE QUE TITIO FALOU QUE IA MERGULHAR, PERGUNTOU SE EU QUERIA IR TAMBEM, ELE TIROU A CAMISETA MOSTRANDO SEU TORAX LARGO E BARRIGA SARADA, AO TIRAR SUA BERMUNDA FICANDO SOMENTE DE SHORT, NÃO PUDE DEIXAR DE OBSERVAR O VOLUME DO SEU PENIS, EU NUNCA TINHA O VISTO DE SHORT, FIQUEI IMPRECIONADA COM O VOLUME, SENTI UMA CERTA ATRAÇÃO POR ELE POIIS IMAGINEI QUAL SERIA O TAMANHO DO SEU CACETE QUANDO DURO FOMOS A AGUA, ELE MERGULHOU PRIMEIRO, DEU UMA BRAÇADAS INDO A PARTE FUNDA DA PRAIA, DE ONDE ESTAVA ME CONVIDOU PARA IR ATE ELE, TIREI A CANGA DEIXANDO NA AREIA, FUI ADENTRADO A AGUA, NADEI ATE CHEGAR JUNTO DELE, , TENTEI FICAR DE PÉ, MAIS ERA FUNDO,CHEGANDO A ME COBRIR, FIQUEI BOIANDO, JUNTO A ELE, ENTÃO RESOLVEMOS RETORNAR PARA A BEIRA MAR, QUANDO JA DAVA PARA FICAR EM PÉ, FUI SAINDO DA AGUA, VEIO UMA ONDA FORTE E ME DERRUBOU, TITIO QUE VINHA LOGO ATRAZ ME SEGUROU PELA SINTURA TENTANDO ME LEVANTAR, AO FAZER ISSO MINHA BUNDA COLOU A SEU CACETE, SEM QUERER, ELE FICOU ME SEGURANDO POIS OUTRA ONDA SE APROXIMAVA, NISSO SENTI QUE SEU PAU ESTAVA FICANDO DURO, ELE FOI ME SOLTANDO ESEGUROU ME MÃO PARA ME EQUILIBRAR, FICAMOS LADO-A-LADO NÃO PUDE DEIXAR DE OLHAR EM DIREÇÃO A SEU CACETE, PARA CONFERIR SE REALMENTE ELE ESTAVA DE CACETE DURO, QUAL NÃO FOI MINHA SURPRESA AO CONTATAR SUA EREÇÃO, SEU PAU ESTAVA DE LADO, DEMONSTRANDO SER BEM GRANDE E GROSSO, ELE PERCEBENDO QUE EU TINHA PERCEBIDO SUA EREÇÃO, RESOLVEU RETORNAR PARA A AGUA, NADANDO PARA BEM LONGE, FIQUEI EM PÉ AGUARDANDO SEU RETORNO, O VENTO BATIA EM MEU ROSTO, EU SENTIA MEU CORAÇÃO UM POUCO ACELERADO, PELO ACONTECIMENTO, MINHA BUCETA SE CONTRAIU, EU SEI O SIGNIFICADO DE QUANDO ELA FICA SE CONTRAINDO, ME LEMBREI DO CACETÃO DE GIL, SE AQUELE DESGRAÇADO ESTIVE POR PERTO COM CERTESA A GENTE IA FODER, FIQUEI EM MEUS DEVANEIOS, ESPERANDO POR TITIO, ELE RETORNOU E FOI SAINDO DAGUA, PENSEI AGORA VOU VER DIREITINHO O QUE ELE TEM ENTRE AS PERNAS, SEU PAU TINHA DIMINUIDO DE VOLUME, MAIS AINDA ERA VISIVEL SEU CALIBRE, FOMOS PARA AS CADEIRAS, AGORA EU QUERIA TESTAR SE MEU TIO ESTAVA ME DESEJANDO, AO ME SENTAR DEIXEI AS PERNAS ABERTAS, DE PROPOSITO, ELE QUE ESTAVA SENTADO A MINHA FRENTE, TENTAVA NÃO OLHAR DIRETAMENTE PARA MIM, PEGOU A BERMUDA E COLOCOU SOBRE O COLO,, ENTÃO PERCEBI DE QUE ELE ESTAVA SE EXCITANDO, ELE PEDIU PARA O MOÇO DA BARRACA LHE TRAZER UMAS CERVEJAS, SORRI PARA ELE, IMAGINANDO COMO SERIA SE FICA EM PÉ AGORA, QUAL SERIA O TAMANHO DA BARRACA QUE IA MOSTRAR, O MOÇO TROXE UMAS CERVEJAS NUM BALDE COM GELO E FICAMOS CONVERSANDO, FOI QUE ELE ME FALOU, COMO É SUA VIDA COM GIL, , CARLA ME FALOU QUE VOCES QUASE NÃO SAEM, RESPONDI QUE NORMAL, ELE ENTÃO PERGUNTA COMO NORMAL VOCES SÃO JOVENS, E PREFEREM FICAR EM CASA AO IR PARA SHOPPING, CINEMA, BALADAS, NÃO TIVE RESPOSTA, BAIXEI A CABEÇA, ELE ENTENDEU E COMPLETOU, EU JA SA SABIA QUE VOCES ESTÃO NUM ESTAGIO ELEVADO DE NAMORO, E BOM SE CUIDAR, SE ELE E TÃO CIUMENTO, FICA COMPLICADO SE VOCE DESCUIDAR, ME ENTENDI NÃO É, SEI TIO, O SR. TEM RASÃO, ACHO QUE VOU TERMINAR COM ELE COMPLETAMENTE, DO JEITO QUE ELE É, NÃO SEI COMO ELE REAGIRIA SE EU ENGRAVIDAR, MEU TIO QUASE ENTORNA A CERVEJA, NÃO ESPERAVA QUE EU FOSSE TÃO DIRETA, FICOU UM POUCO SEM PALAVRAS, ENTÃO QUEBREI O GELO, JA ESTOU COM FOME, ELE CHAMOU O MOÇO E PEDIU PARA ELE PREPARAR UMA PEIXADA, O RAPAZ VOLTOU PARA A BARRACA PASSADO UNS MINUTOS VEIO NOS CHAMAR, REALAMNETE A COMIDA ESTAVA MUITO CHEIROSA, COMEMOS BASTANTE, TERMINAMOS E VOLTAMOS PARA CASA, EU QUERIA TOMAR UM BOM BANHO E LAVAR O CABELO, POIS ESTAVA BEM DURO PELA AGUA DO MAR, PEDI A MEU TIO PARA TOMAR MEU BANHO PRIMEIRO, POIS NA CASA SO TEM UM BANHEIRO, ELE FOI MA GELADEIRA PEGOU UM CERVEJA E SENTOU-SE EM UMA REDE, FUI TOMAR MEU BANHO, QUANDO ESTAVA NO MEIO DO BANHO,, QUANDO IA ENCHAGUAR OS CABELOS, PERCEBI QUE TINHA ACABADO O CREME, ENTÃO GRITEI PELO MEU TIO PARA ELE IR NOMEU QUARTO PEGAR MEU CREME, ELE VEIO, EU SO NÃO ESPERAVA QUE FOSSE TÃO RAPIDO, AO ENTRAR NO BANHEIRO EU ESTAVA ME PREPARANDO PARA PEGAR A TOALHA E ME ENRROLAR, MEU TIO SE DEPARA COMIGO PELADINHA, FICOU PARADO ME OLHANDO COMO SE FOSSE A PRIMEIRA MULHER QUE ELE VIA, TENTEI COBRIR OS SEIOS E A BUCETA COM AS MÃOS, FOI AI QUE ELE FALOU, OLHA NÃO SOU TÃO ESTRANHO ASSIM, FICA CALMA, SO POSSO FALAR QUE VOCE É REALEMNTE MUITO LINDA, NÃO PRECISA TER VERGONHA DE MIM, SE ADIANTOU PARA ME ENTREGAR O CREME, ENTÃO PENSEI, É ESTA A MINHA OPORTUNIDADE QUE TENHO DE VE-LO PELADO, ENTÃO CRIEI FORÇAS E FALEI, TIO VOCE QUER TOMAR BANHO TAMBEM, ELE FICOU MUDO, SEUS OLHOS NÃO PISCAVA OLHANDO PARA MEU CORPO, REPETI, QUER TOMAR TAMBEM, ELE FALOU, AGORA, COM VOCE, FALEI SIM, VEM, ELE ENTROU NO BOX COM TODA ROUPA, ACHO QUE ELE ESTAVA COM MEDO DE MIM DESISTIR, FOI PASSANDO A MÃO EM MEUS CABELOS, COM TANTA TERNURA, ENTÃO LHE FALEI, TIRA A ROUPA, ELE TIROU A CAMISETA, A BERMADA FICANDO DE SHORT, PEDI PARA ELE PASSAR O CREME EM MEUS CABELOS, ELE QUASE DERRAMOU TODO O CREME DE TÃO ATRAPALHADO QUE ESTAVA, FICOU PRO TRAZ DE MIM, FOI MASSAGEANDO MEU CABELOS, A GRANDE QUANTIDADE DE CREME ESCORREU PELAS MINHAS COSTAS,, INDO ATE O BUMBUM , ELE FOI PASSANDO SUAS MÃO EM MIM, SENTI UM ARREPIO QUANDO SEUS DEDOS ALIZARAM MINHAS NADEGAS INDO ATE MEU CUSINHO, GEMI, HAANNNNNNN, ELE DESCEU MAIS A MÃO COLOCANDO ENTRE MINHAS COXAS, LEVANDO SEUS DEDOS ATE MINHA BUCETA, GEMI NOVAMENTE, HANNNN, HANNNNNNN, SUSPENDI UMA DAS PERNAS, PARA LIBERAR A PASSAGEM DE SUA MÃO, ELE DEIXOU SUA MÃO AVANÇAR, INDO ALIZAR MEUS PENTELHOS, SEU BRAÇO GROSSO FICOU SE MOVENTO SOBRE MINHA BUCETA, FECHEI OS OLHOS, IMAGINAVA DE QUE ERA SEU CACETE ROÇANDO EM MIM, ELE FOI TIRANDO A MÃO QUE ALIZAVA MEUS PENTELHOS, , SEUS DEDOS AO PASSAR PELA ENTRADA DA MINHA BUCETA, ELE DEDILHOU, DEI UM GRITINHO, UIIIIIIIIIIIIII, COM A OUTRA MÃO ELE SEGUROU EM MEU PEITO, COLOCANDO O BIQUINHO QUE JA ESTAVA DURINHO ENTRE OS DEDOS, APERTAVA DE LEVE, MINHAS PERNAS COMESSARAM A TREMER, ENTÃO LHE PEDI, DEIXA EU VER SEU CACETE TIO, ELE PAROU DE ACARICIAR MINHA BUCETA, FUI ME VIRANDO BEM DEVAGARINHO, AGORA EU IA VER AQUELE CACETE DE PERTO, FIQUEI DE FRENTE, ENTÃO ELE ME OFERECEU SUA BOICA, NOS BEIJAMOS, NOSSOS OLHOS SE FECHARAM, NÃO SEI DE TESÃO OU UM POUCO DE VERGONHA TALVES, FICAMOS NUM BEIJO DELICIOSO, POR BASTANTE TEMPO, NOSSAS LINGUAS SE MOVIAM , ELE ACARICIAVA MINHAS COSTAS E O BUMBUM, EU SENTIA A PRESSÃO DO SEU CACETE SOBRE MINHAS COXAS INDO EM DIREÇÃO DA BUCETA, NOS SOLTAMOS PERCEBI EM SEUS OLHOS O BRILHO DO SEU DESEJO, NÃO FALAVAMOS, SO NOS OLHAVAMOS, ENTÃO BAIXEI A VISTA PARA SEU SHORT, SEU CACETE PARECIA TER CRESCIDO MAIS AINDA, SOLTEI O LAÇO DO SHORT E FUI ME ABAIXANDO PARA TIRA-LO, QUASE CAÍ DE COSTAS, QUANDO SEU CACETE SAIU DO SHORT, ERA UM PAU DESCOMUNHAL, MAIS PARECIA MEU ANTE BRAÇO, SENTI MEU ESTOMAGO EMBRULHAR COMO SE EU FOSSE TER UMA DIARREIA AQUELA DOR, QUE MEXE POR DENTRO, FIQUEI ADMIRANDO TODO SEU CACETÃO, SEGUREI COM AS DUAS MÃOS, SOBRAVA CACETE NUMA EXTREMIDA E OUTRA, A CABEÇO DO SEU CACETE MAIS PARECIA UMA MAÇÃ MÉDIA DE TÃO GRANDE, SEUS CULHÕES ERAM COMO LIMÕES GRANDE, ME RECOBREI DO SUSTO, ENTÃO AS PALAVRAS QUE VIERAM FORAM, COMO TITIA AGUENTA TUDO ISSO, ELA E TÃO BAIXINHA, ELE ME FALA, NO AUGE DO DESEJO TODA MULHER AGUENTA, BALANÇEI A CABEÇA EM SINAL DE REPROVAÇÃO, NÃO É POSSIVEL, EU QUERIA VER,, ELE SEGUROU MINHAS MÃOS E FOI ME ERGENDO, TEMOS QUASE A MESTA ALTURA, ELE É MAIS ALTO DO QUE EU, SEGUROU MEU ROSTO ENTRE AS MÃOS E FOI ME BEIJANDO CARINHIOSAMENTE, , SEU PAU SE ACOMODOU ENTRE MINHA COXAS, ROÇANDO MINHA BUCETA, ME AGARREI A ELE, PRENDEDO-O POR DEBAIXO DOS SEUS BRAÇO, ELE COMESSOU A ESFREGAR SEU CACETE EM MINHA BUCETA, EU TREMIA DE TESÃO, BEIJAVA SEU TORAX, ENQUANTO ELE ME ACARICIAVA, COMESSEI A DAR PEQUENOS GEMIDOS, HAANNN, HAANN, ENTÃO LHE FALEI, TIO QUERO GOZAR NESTE SEU CACETÃO, MAIS QUERO QUE SEJA AQUI, DEBAIXO DESTA AGUA QUENTE, ELE PEDIU PARA EU ME VIRAR, FALOU QUE IA ME FUDER POR TRAZ, ME VIREI, ESTENDI A MÃO PARA ME SEGURAR NA TORNEIRA, AINDA ESCORRIA AGUA COM CREME DO MEU CABELO, DEIXANDO MEU CORPO TODO LISINHO, AO ME CURVAR A AGUA IA PASSANDO PELA MEU CUZINHO, FORMANDO UMA PEQUENA CACHOEIRA EM MINHA BUCETA, ELE PEGOU SEU CACETÃO E COMESSOU A PASSAR SOBRE MEU CÚ E BUCETA, ESTAVA DELICIOSO AQUELE CONTATO, FOI ENTÃO QUE IMPLOREI, VAI TIO, NUM JUDIA DE MIM, MEU DAR SEU CACETE, AIIIIIIII, UUIIIIIIII, ELE NÃO TINHA PRESSA, QUERIA ATIÇAR O MAXIMO EM MIM, MEU DESEJO, COMESSEI A SOLTAR GRITINHO, OOIIIIII, OOOOIIIIIII, VEM, VEM, NÃO FAZ ISSO, , VEM, VEM, ELE ENCAIXOU SUA TORA NA ENTRADA DA MINHA BUCETA, ERGUI MEU TRAZEIRO, ERA CHEGADO A HORA, ELE FOI PRECIONANDO, SUSPENDI UMA COXA, QUERIA FICAR ESCANCARADA PARA RECEBER SEU CACETÃO, A CABEÇONA, FOI ENTRANDO, SENTI UMA DORZINHA MAIS, DOEU, ENTÃO LHE PEDI, VA DEGARINHO, SEI QUE PELO MENOS A METADE DESTE MONSTRO EU VOU AGUENTAR, ELE SEGUROU EM MEU QUADRIL, DEU UM SOCADA MAIS FORTE, MINHA BUCETA SE ENLARGUEÇEU, GRITEI AAIIIIIIIIIIIIIIII, AAIIIIIIIIIIIII, PARA UM POUQUINHO, PARA, PARA, DEIXA EU ME ACOSTUMAR, QUE PAU GROSSÃO, ELE PAROU, SOLTOU MEU QUADRIL E ME SEGUROU PELOS, SE CURVOU E BEIJOU MINHA ORELHA, COLOCOU A LINGUA DENTRO DO OUVIDO, ISSO FOI O BASTANTE PARA EMPURRAR A BUNDA PRA TRAZ, FIZ EXATAMENTE NÃ HORA QUE ELE ENFIAR UM POUCO MAIS DO SEU CACETÃO, VI ESTRELAS, SEU PAU ENTROU QUASE TODO, AGORA EU ESTAVA COMO QUE ENTALADA EM SEU CACETE, QUE DE TÃO DURO ESTAVA ME SUSPENDENDO, GRITEI AI MEU DEUS, VOU ME ARROMBAR, NUNCA ACHO OUTRO HOMEM QUE ME PREENCHA, QUE CACETÃO, AIIIIIII, AAIIIIIIIII, AGORA ELE COMESSOU A SOCAR COM MAIS FORÇA, A GUA DO CHUVEIRO, BORBULHAVA ENTRE NOSSOS CORPOS, QUANDO SUA BARRIGA ENCOSTAVA EM MINHA BUNDA FAZIA, PLOF, PLOF, PLOF SENTI MEU CORAÇÃO ACELERAR, PARECIA QUE ESTAVA TENDO UMA RITIMIA CARDIACA. ABRI MAIS AS PERNAS, QUERIA DEIXAR ESPAÇO LIVRE PARA ELE SE MOVIMENTAR LIVRE ENTRE ELAS, , NISSO SENTI QUE IA GOZAR, COMESSEI GRITAR, ENFIA, ENFIA, MAIS, MAIS, BOTA TUDO, TUDOOOOOOOO HHANNNNNNNNNNNNNNN HAANNNNNNNNNNNNNNNN, UIIIIIIIII, UIIIIIIIII, MAIS TIO, BOTA MAIS, SEU CACETE AGORA ESTA QUASE TODO DENTRO DE MIM, COLOQUEI A MÃO SOBRE A BARRIGA, SENTIA A CABEÇA DO CACETE ME TOCANDO POR DENTRO, GRITEIIIIIIIIIIIIIII QUERO GOZAR, ME ESFOLA, AAIIIIIIIIIIIIII, AAAIIIIIIIIIIII , UUIIIIIIIIIIII, ELE DEU UMA SOCADA TÃO FORTE QUE SUSPENDEU, SO NA CAI, PORQUE ESTAVA ME SEGURANDO NA TORNEIRA, ELE FOI TIRANDO O CACETÃO DA MINHA BUCETA, PARECIA QUE NÃO TERMINAR DE SAIR, MINHA BUCETA SE CONTRAIA DANDO MORDIDAS EM SEU CACETE, ATE QUE SEU PAU SAIU, POR INTEIRO, JORRANDO ESPERMAS E, MINHAS COSTAS, MISTURANDO COM A AGUA QUE ESCORRIA DO CHEVEIRO, FICAMOS ABRAÇADOS, COM ELE BEIJANDO MINHAS COSTAS, A VONTADE QUE EU TINHA ERA COMESSAR TUDO DE NOVO, QUANDO FICAMOS DE FRENTE PARA TERMINAR NOSSOS BANHOS, FIQUEI ADIMIRANDO O TAMANHO DO SEU CACETÃO E EXCLAMEI, COMO CONSEGUI ENGOLIR ESTA COBRA INTEIRA, ELE RESPONDEU AINDA FALTOU UM BOM PEDAÇO QUERIDA, NÃO ESQUEÇA QUE A GENTE ESTAVA EM PÉ,, MAIS QUERO LHE DIZER ESTOU IMPRECIONADO COM VOCE, NÃO ESPERAVA QUE ME DEIXASSE TE FUDER, VOCE ESTAVA COM OS OLHOS DEMONSTRANDO MEDO, ENTÃO LHE DISSE, LHE FALEI QUE PELO MENOS A MATADE EU IA AGUENTAR, LEMBRA, ELE SORRIU E ME BEIJOS, TERMINAMOS NOSSO BANHO, FOMO PARA O QUARTO EU ESTAVA EXAUSTA, A FODA EM PÉ ME DEIXOU CANÇADA, NOS DEITAMOS, ELE SEGURANDO MINHA MÃO, ESPERO QUE TENHAM GOSTADO, .......................ATE BREVE,,,,, BEIJOS
                                





Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Marcelo & Sonia 28 – Noel - O Macho do Casal I