Como foder a minha cunhada safada slavou o meu casamento 2


BY: PolicialSafado
Vou aqui continuar o relato que não terminei de quando minha ex, apos saber da forma que eu fodi a irmã, veio me procurar para volta.
Então, apos eu ter fodido a Anna, conforme relatei no conto anterior, a Ellen minha ex esposa que ha dois anos estávamos separados, veio conversar comigo, dizendo que queria voltar e que já sabia das minhas experiências com outras mulheres, inclusive com a própria Irma, e me revelou que foi ela quem pediu para a Anna vir dar em cima de mim e para dizer nos detalhes o que eu tinha feito com ela, e que durante o relato da irmã, havia ficado com muito tesão e queria voltar comigo, que tudo seria diferente e ela faria toda a minha vontade.
Estava meio surpreso com tal revelação, mas mantive a cabeça de cima pensando antes da de baixo, e pedi um tempo para analisar toda aquela informação, e apos isso, a Ellen saiu de casa dizendo que iria voltar logo para receber sua resposta.
Passou-se um tempo, e para minha surpresa, veio a Ellen e a Anna em minha casa, deixei elas entrarem e ao se sentar vi que a Anna estava com a mesma saia de quando eu a fodi, a minha ex estava com um vestido mais longo, mas tinha um decote generoso, e ai esta a diferença, pois ela tem seios deliciosos, volumosos, diferente da Anna, me sentei em uma cadeira de frente para as duas e disse que era para ela falar o que queria, pois ainda estava pensando sobre o assunto de voltar.
Ela olhou bem em meus olhos e disse que não era por este motivo que ela estava ali e olhou para a Anna que estava ao seu lado e ao olhar para a mesma, de novo ela se encontrava de pernas abertas e sem calcinha, momento em que a Ellen também levantou a saia e mostrou que se encontrava do mesmo jeito.
Dei uma de desentendido e perguntei o que significava aquilo, pois a conhecia bem, mas estava louco para cair de boca nas duas e, a Ellen disse que trouxe a irmã, para que ela perca a vergonha que tem, pois seria a primeira vez dela desta forma, no claro e fazendo loucuras comigo e que a irmã era para servir de inspiração para ela pois sabia que era uma putinha safada.
Meu pau ficou duro na hora e a Ellen percebendo, disse que sabia que não iria demorar para que ele desce sinal de vida, que ela estava com muita vontade de sentar nele e me cavalgar como antes, mas eu disse que não queria mais nada como antes, se ela quisesse ela deveria mudar isso, que mesmo ela me cavalgando, nada será como antes e ela aceitou, mas resolvi testar esta mudança, e fui logo retirando meu pau para fora, a Anna veio se aproximando para chupar o que eu parei na hora e disse que quem iria começar a chupar meu pau seria a Ellen e que eu queria que ela chupasse e me olhasse nos olhos. pois queria ver aquele lindo rosto que minha ex tem cm minha pica na boca.
Ela se aproximou devagar, demonstrando vergonha ainda, mas a Anna estava ficando ansiosa com vontade de chupar meu pau e foi logo segurando a cabeça da Ellen e dizendo, vai logo e coloca a boca nesta pica deliciosa, o que ela fui fazendo, começou a lamber a cabeça e a passar a língua por ele, descendo e subindo, me olhando nos olhos, mas ai eu a segurei pelos cabelos e disse para ela abrir a boca que eu queria foder aquela boca carnuda que ela tem, ela me obedeceu e eu fui tomado de um tesão que me fez dominar a situação completamente, ela abriu a boca e eu soquei a pica dentro dela, disse que era para chupar gostoso, ela demorou um pouco mas logo me obedeceu, ai já assumindo de vez o comando das duas, mandei a Anna vir junto e ir dividindo meu pau com a irmã.
Nossa que delicia sentir as duas ali a minha disposição, a Anna era mais experiente e menos tímida, percebi que isso seria uma barreira que eu teria de romper com a Elle, mas que conseguiria ainda nesta foda.
Fiz com que ela, a Ellen tirasse toda a roupa, e viesse me beijar enquanto a puta da irmã estava me chupando, e depois do beijo dizia para ela, olha só como se chupa uma pica, vai aprendendo com sua irmã mais nova, olha como ela se delicia com o meu caralho na boca, ela olhava com uma mistura de timidez e tesão, eu aproveitei que ela estava pelada do meu lado e fui com a mão ate sua buceta, que vi que estava bem melada de tesão, fiz com que a Anna parasse de me chupar e mandei a Ellen sentar de pernas abertas pois queria ver sua deliciosa buceta, ela obedeceu e ainda muito tímida fez o que eu mandei, falei para ela se tocar pois eu queria ver e mandei a Anna ir tirando a roupa que eu queria as minhas duas putas completamente peladas ao meus dispor.
Ela também obedeceu, mas a Ellen estava com dificuldade de se soltar, olhe para aquela buceta deliciosa e mandei a Anna ir chupar a buceta da irmã, a Ellen olhou assustada e eu disse em tom de ordem que era para ela ficar quieta, que a putinha da irmã dela iria chupar aquela buceta dela, ela obedeceu e nossa que visão, a Anna de quatro com aquela maravilhosa bunda arrebitada chupando a buceta deliciosa da Ellen, nossa estava ficando louco e percebi que a Ellen começou a se tocar, massageando seus seios deliciosos.
Falava pra ela, isso mesmo, se solta, quero oura puta sem vergonha a minha disposição, me aproximei e falei para ela chupar meu pau enquanto a irmã se delicia da sua buceta, e desta vez ela fez muito bem, percebi que estava gozando na boca da irmã e disse que ela estava sentindo o que eu sentia quando alguém chupava o meu pau e que eu adoro chupar uma buceta, ela não respondi, pois tentava engolir todo o meu pau, mas não conseguia, mas já estava bem melhor que a primeira vez, já estava mais solta, percebi que havia gozado muito e a Anna levantou o rosto e disse olhando para nos, que a safada estava gostando de ser chupada e que seu gosto era doce e ela estava adorando também.
Nossa fiquei louco, resolvi testar mais ainda e mandando a Anna deitar, mandei a Ellen desta vez chupar a buceta da irmã e sentir o gosto dela, pois eu já tinha provado e adorado, ela foi ainda meio sem jeito, mas logo estava chupando a buceta da Irma, desta vez não mandei a Anna me chupar, mas me aproximei por trás da Ellen que agora estava de quatro e comecei a massagear seu cú, indo com minha boca em sua buceta e sugando agora o mel que eu tanto quis durante todo o nosso casamento, percebi que ela estava com muito tesão, pois cada vês que eu chupava ela, a Anna gemia pois ela também intensificava a chupada na irmã, fiz ela gozar em minha boca e a Anna gozou na boca dela, ai eu perguntei que gosto tinha o gozo da irmã e ela olhou bem fundo nos meus olhos e disse que também era doce, e que tinha adorado.
Eu sabia de um ponto fraco da Ellen e mandando ela se deitar novamente, mandei a Anna chupar e morder os seios da Ellen, pois ela adorava e fui de boca novamente em sua buceta, ela se contorcia e a fizemos gosar varias vezes assim, aproveitando a posição e a boceta toda melada, subi meu corpo e enfiei o pau na buceta da Ellen, que gemia gostoso, mandei a Anna ficar de pé e se reclinar de costa para mim, pois iria chupar a bunda dela, fiquei ali, metendo gotoso na minha ex e chupando o cú da cunhada, mudei de posição, colocando a Anna deitada de pernas abertas, mas quando a Ellen veio por cima para eu chupar a buceta dela, dei um tapa na bunda dela e mandei ela esfregar a buceta na cara da irmã, enquanto eu a fodia, e ela obedeceu direito, e nesta posição me deu um delicioso beijo, como nunca antes tinha me dado, com muito tesão.
Eu já não estava mais agüentando segurar e mandei a Ellen ficar de joelhos e me chupar, e que eu iria gozar na boca dela, ela fez uma cara de nojo, mas logo a Anna a pegou pelos cabelos e disse que ela iria obedecer e engolir a porra do marido dela, nossa isso me deu mais tesão ainda e eu esporrei com força na boca da minha mulher, ela engasgava com tanta porra na boca mas obedeceu e engoliu td, a Anna soltou seus cabelos e disse que ela era uma puta obediente e que merecia algo mais.
Nesta até eu fiquei surpreso, mas logo a Anna se aproximou e disse, esta vendo que este delicioso pau ainda não amoleceu, continue a chupar para deixá-lo mais duro, pois iria ver o marido dela foder o cú da puta da irmã mais nova, nossa eu fiquei louco, a Ellen começou a mamar minha pica novamente com mais vontade que antes, estava delicioso, mas antes pedi para a Anna ficar de quatro e queria ver a Ellen enfiar os dedos na buceta da irmã e lamber seu cú, para minha surpresa ela obedeceu e começou a lamber aquele delicioso cú da irmã, ao mesmo tempo em que enfiava não um, mas dois dedos na buceta da irmã e com a outra mão, na dela também.
Estava adorando ver a minha mulher que até antes da separação era recatada, estar virando uma verdadeira puta com a irmã nesta foda, mandei a Ellen se deitar pois ela iria ter uma visão privilegiada do que iria acontecer e a Anna percebendo minha intenção, ficou de quatro por cima dela, com a boca da Irma na altura da buceta, mandei a Ellen arreganhar bem a bunda da Anna e ver como ela agüentava a minha pica inteira no cu, e fui introduzindo naquela bunda deliciosa, percebi que a Anna estava também chupando a buceta da irmã, que gemei de prazer e dizia que estava tendo uma visão deliciosa da putinha da irmã sendo enrrabada por seu marido.
Nossa fodi a bunda da Anna bem forte e a Ellen vendo aquilo, gozou muito na boca da safada, olhei bem para as duas putas e ainda com muito fôlego, falei que iria foder o cú da Ellen, ela resistiu um pouco, mas quando a Anna foi por baixo dela, somente invertendo as posições, e começou a chupar a buceta da Ellen, percebi que ela deixou a resistência, e comecei a massagear seu cú com meus dedos, e peguei um lubrificante, fui introduzindo o dedo naquela bunda que sempre desejei.
Não agüentei muito tempo, e vendo que estava bem lubrificado, comecei a força o cú da minha esposa, que gemei de dor e prazer por sua irmã estar chupando sua buceta e ter meu pau no cú, tive bastante resistência, mas com a ajuda da Anna, logo meu pau estava todo na bunda da Ellen, que agora rebolava gostoso e pedia mais, a Anna começou a dar tapas na bunda dela e ela rebolava mais ainda, dizendo que se soubesse que era tão bom já teria feito isso comigo antes, e que a partir de agora seria assim sempre.
Continuei a bombar no cú virgem da minha esposa e ela pediu para mudar de posição, pois se lembrou do relato da irmã e queria sentar na minha pica sentindo ela entrar toda em seu rabo, eu satisfez o seu desejo e não percebi que a Anna tinha se ausentado um pouco, quando percebi, ela estava pedindo para tomar o lugar da irmã e lhe entregou um objeto que ainda não tinha percebido o que era, mas não me preocupei, pois agora era a Anna que sentava na minha pica, quando percebi, a Anna estava com as pernas bem abertas com minha pica no cú e a buceta bem arrombada, eu aproveitei e fui tocar uma para ela, momento em que sinto um objeto estranho tocando minha mãe e parando por um breve momento, percebi que a Ellen estava vestindo uma daquelas cintas que tem um pinto postiço e iniciava a enfiar na buceta da Irma, nossa que delicia, sentir meu pau no cú e aquele postiço esfregando por dentro da buceta no meu pau, a Anna gemia feito louca e gozou tanto que chegou a esguichar no tapete, fiquei um tempo ali observando e falei que hj seria completa a transformação da Ellen, e mandando a Anna colocar a cinta, mandei a Ellen cavalgar a irmã com aquele postiço na buceta, ela começou e mandei a Anna chupar os seios dela pois ela adorava esta posição, fiquei observando um momento e logo apos a Ellen gozar, me aproximei e enfiei com força meu pau no seu cú.
Ela se contorceu de dor, pediu para ir devagar, mas a Anna olhando para ela, disse que a cara que ela estava fazendo não era a de querer parar, mas a de que queria que fodesse com mais força, e sem falar nada, comecei a bombar com mais força, ela começou a gemer de forma que eu nunca havia visto, e não agüentando aquilo por mais tempo, gozei dentro do cú da minha mulher.
Ela e a irmã ainda continuaram a brincar com o postiço ainda, e eu fiquei ali só observando, até que elas cansaram e vieram se deitar comigo, a Ellen disse que independente da minha resposta sobre a nossa volta ou não, ela queria continuar a ser minha puta junto da irmã, e no mesmo instante a interrompi e disse que se ela continuasse deste jeito eu retornaria, mas se houvesse algum sinal de que nossa vida iria retornar a mesmo rotina de antes, voltaria a me separar dela, e recebendo um longo beijo, ela disse que eu não iria me arrepender e que a irmã iria continuar a foder pois agora que ela voltava a ser a mulher oficial, ela ainda iria pagar o que ela fez com ela nesta foda, mas isso vai ficar para outro conto.
E desta forma retornei o meu casamento, graças a foda com minha cunhada e minha esposa havia me liberado para foder com outras mulheres fora do casamento, o que deu inicio a novas aventuras,agora como militar, mas também será contado em outra ocasião.
Espero que tenham gostado, pois eu novamente digo que estou adorando revelar estas experiências a vcs, até a próxima.





Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Minha cunhada fez eu reatar com minha esposa 1