QUANDO MINHA MÃE COMEÇOU A VIRAR PUTA 2


BY: ElTarado
Depois daquele dia passei a prestar mais atenção em minha mãe. Ela não contou nada pro meu pai, mas vi que ela mudou bastante. Quando transava com meu pai, as coisas estavam cada vez mais quentes. Teve um dia que eu vi que eles estavam chegando na garagem e ela começou a chupar o pau dele. Ele disse que era loucura e que eu poderia ver, mas ela não se importou e chupou até ele gozar na boca dela. Ela engoliu tudo, o que eu nunca tinha visto. Pelo que eu percebi, ela não deixava nem ele gozar na boca dela. Ela constantemente fazia hora extra no serviço e isso estava me incomodando, pois eu sabia que ela estava lá dando pro chefe e eu não poderia ver. Isso foi passando até que, quando eu já estava com quase 14 anos, presenciei algo que me impressionou demais. Era final de semana e meu pai tinha viajado com amigos para jogar futebol e minha mãe não quis ir. Eu também fiquei, pois iria sair com uma gatinha. Lembro que, pela manhã, havia um vazamento na cozinha. Minha mãe ligou para o encanador. Eu saí de casa depois do almoço pois ia no cinema a tarde com a gatinha. Mas meu encontro foi frustrado e eu voltei pra casa cedo. Sempre entro em casa pela cozinha e quando eu estava chegando vi pelo vitrô um vulto negro abraçando minha mãe. Era o encanador, um negro de 1,80 m., verdadeiro armário. Eis que eles foram para a garagem. Eu tive um certo trabalho para conseguir me posicionar e ver o que estava acontecendo. Quando consegui um local perto do vitrozinho da garagem vi a puta da minha mãe mamando na pica do encanador. Ela parecia uma profissional e o pau dele era maior que o do chefe dela o que parecia que a excitava mais. Ele gozou na boca dela e ela não conseguiu engolir toda a porra dele. O pinto dele nem amoleceu e ela o chupou mais um pouco e se apoioi em uma bancada empinando a bunda. Ela disse para ele por uma camisinha. Ele disse que não tinha e não consegui ver da onde ela pegou uma(que piranha). Ele colocou a camisinha e começou a meter forte. Minha mãe não demorou pra gozar e acho que ela deve ter gozado mais de uma vez. Percebi que o negão punha o dedo no cu dela. Dito e feito, ele tirou o pau da buceta e direcionou pra entrada do anus. Ela disse que não, que o pinto dele era muito grande, mas ele a segurou e disse que gostava de cu de puta e que comeria o dela. Vi que ele passou saliva e começou a enfiar, ela gritou e pediu para ele parar, e ele continuou. Ela chorava, e ele bombava no cu da mamãe. Não demorou muito pra ele gozar. Ele tirou o pau e ficou olhando aquele cu sangrando. Disse que ela é uma puta muito gostosa. Ela não disse mais nada. Ele pegou as coisas e foi embora. Eu disfarcei um pouco e voltei pra casa e ela estava tomando banho. Vi que ela sentava meio de lado. A noite, quando meu pai voltou, rolou só uma chupetinha.




Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Minha primeira vez foi na festa do grupo de oração da igreja!