MEU AVÔ, MEU TESÃO


BY: betoleandro
OLA A TODOS, MEU NOME É MIRIAN, TENHO 21 ANOS, 1.58CM 56 KG, PELE BRANCA, CABELOS LONGOS QUE VAI ATE A CINTURA, NASCI NO INTERIOR DA PARAIBA, ATE OS 8 ANOS VIVI PERTO DOS MEUS AVÓS, VOVÔ RUI E VOVÒ AMELIA, SEMPRE QUE PODIA VINHA VISITAR A FAZENDA DO MEU AVÔ JUNTO MAMÃE E MINHAS TIAS, QUE SE REUNIAM NOS FINAIS DE SEMANA, TRAZENDO MINHAS PRIMAS, UMAS MAIS VELHAS DO QUE EU, MEUS PAIS RESOLVERAM IR MORAR NO ESTADO DO PARANÁ, NA CIDADE CAMBÉ, OS ANOS SE PASSARAM E AGORA ESTAMOS DE VOLTA 13 ANOS DEPOIS, A VIDA NUNCA É COMO DESEJAMOS, MINHA AVÓ AMELIA, RESOLVEU NOS DEIXAR, CUMPRIU SUA MISSÃO AQUI, INDO MORAR NO ANDAR DE CIMA, EU QUE ESTAVA CURSANDO A FACULDADE DE DIREITO, LÁ NO PARANÁ, CONSEGUI A TRANSFERENCIA PARA CAMPINA GRANDE, ACHEI OTIMO POR CONTA DE FICAR PROXIMO A MINHA FAMILIA, NO MÊS DE MARÇO, VIM PASSAR A SEMANA SANTA COM MEUS PAIS, APROVEITEI PARA IR VISITAR MEU AVÔ, NÃO VIA A HORA DE ABRAÇAR MEU AVÔ E ANDAR PELA FAZENDA, TOMAR BANHO NA CACHOEIRA, NO SABADO FUI PRA FAZENDA, CHEGANDO LÁ VOVÔ ME RECEBEU COM MUITA ALEGRIA, ÃO PARAR DE FALAR DE EU ESTAVA MUITO BONITA, EU ESTAVA FELIZ POR RETORNAR PARA JUNTO DELE, FICAMOS FALANDO SOBRE O TEMPO QUE ESTIVE FORA, ENTÃO ELE ME FALA, A CASA ESTA VAZIA MIRIAM, COM A MORTE DA SUA AVÓ, NADA É COMO ANTES, FUI PARA A CIDADE NA DOENÇA DELA, FUI MORAR NA CASA DA RITA , DEPOIS PRECISEI RETORNAR PARA A FAZENDA, POIS NÃO DESEJO VENDER MINHAS TERRAS, ISSO AQUI É MINHA VIDA. AQUI VOU FICAR ATE UM DIA, ENTÃO LHE DISSE MAIS VÔ O SR ESTA MUITO BEM, NEM PARECE QUE O TEMPO NÃO PASSOU PELO SR., FALEI QUE IA FICAR O FINAL DE SEMANA COM ELE, QUERIA APROVEITAR O TEMPO AUSENTE, ELE FALOPU QUE IA DAR OLHADA NOS BICHOS, POIS ESTAVA FAZENDO UMA ENGORDA E PRODUZINDO LEITE PARA UMA COOPERATIVA CHAMADA CARIRI, ENTÃO LHE FALEI, AGUARDA EU TROCAR DE ROUPA, QUE VOU LHE ACOMPANHAR, EU8 ESTAVA VESTINDO SAIA E BLUSA, COMO IA ANDAR PELA SERCADO PRECISAVA ME PROTEJER DOS INSETOS E ESPINHOS, FOMOS ATE O CURRAL, ONDE ELE ME MOSTROU AS VACAS LEITEIRAS MUITO BONITAS DO UMBRO GRANDE, FOI ME FALANDO QUE CADA VACA ESTAVA PRODUZINDO 30 LITROS CADA UMA,, DEPOIS ME LEVOU PARA O LOCAL DE ENGORDA, ONDE TINHA UNS 80 ANIMAIS, PRONTO PARA SEREM VENDIDOS, FIQUEI ADMIRANDO AQUELES ANIMAIS GRANDES E GORDOS, NEM PERCEBI QUE VOVÔ TINHA SAIDO EM DIREÇÃO AO ESTABULO, FUI ATRAZ DELE, AO ENTRAR NO ESTABULO, NÃO O AVISTEI SAÍ LHE PROCURANDO, ALI TINHA MUITOS CAVALOS DE RAÇA, QUE VOCE CRIAVA PARA REPRODUÇÃO E VENDER, NUM CANTO DE UMA BÁIA, PERCEBI QUE VOVÔ ESTAVA FAZENDO XIXI, ELE AO TERMINAR FOI SE VIRANDO, PARA MIM, POIS NÃO ESPERAVA A MINHA PRESENÇA, SEU PINTO ESTAVA DE FORA DA CALÇA, MESMO MOLE DEU PARA VER QUE ERA MUITO GRANDE E GROSSO, ELE BALANÇOU DE UM LADO PARA OUTRO, PARECIA UMA COBRA SE MOVENDO, ELE AO ME VER TENTOU GUARDAR SEU CACETE DENTRO DA CALÇA, FINGI NÃO TER VISTO NADA, FIQUEI ADMIRANDO UMA EGUA QUE ESTAVA PRENHA, ELE SE APROXIMOU E FOI ME FALANDO, NÃO VI VOCE CHEGAR, FALEI SEM PROBLEMA VÔ, ESTAVA OLHANDO OS ANIMAIS, SÃO BONITOS HEIM, ELE FALOU SÃO DA MELHOR RAÇA DOS CRIADORES DA REGIÃO, AQUI VENDEMOS CAVALOS PARA O ESPORTE DE VAQUEJADAS, MONTARIA E REPRODUTORES PARA OSTROS CRIADORES, FOI MOSTRAR O RESTO DOS ANIMAIS, MAIS EU ESTAVA IMPRECIONADA COM O TAMANHO DO SEU CACETE, ENTÃO VOLTI A INFANÇIA QUANDO VINHA VISITAR A VOVÓ, E DORMIA EM REDE EM SEU QUARTO, E MUITAS NOITES ERA ACORDADA COM OS GEMIDOS DELA, ENTÃO PENSEI ERA POR ISSO QUE VOVÒ GEMIA TANTO, TAMBEM NÃO ERA PARA MENOS, COMO SERÁ ESTE CACETE QUANDO FICA DURO, OLHEI PARA O MEIO DE SUA PERNAS, REALMENTE FAZIA UM VOLUME CONSIDERAVEL, MESMO ELE VESTINDO UMAS CALÇAS FOLGADAS, SAIMOS DALI PARA IR ANDAR PELA FAZENDA, FOI ENTÃO QUE LHE FALEI E CACHOEIRA VOVÔ AINDA EXISTE, SIM SO QUE AGORA COM ESTA SECA O VOLUME DAGUA É BEM MENOR, CONSTRUIRAM UMA BARRAGEM A UNS QUILOMENTROS DAQUI, QUE RETEM TODA A GUA, VIVEMOS DO QUE ELES LIBERAM PARA DAR AOS ANIMAIS E USO NOSSO, MAIS AINDA TEM UMA QUEDA DAGUA MESMO PEQUENA, QUER IR LÁ, VAMOS RESPONDI, QUANDO CHEGAMOS A CACHOEIRA, REALMENTE O VOLUME DAGUA NÃO ERA TÃO GRANDE, MAIS MESMO ASSIM FORMAVA UM POÇO QUE ERA CONVIDATIVO A UM BANHO GOSTOSO, O SOL ESTAVA QUENTE, ENTÃO FALEI PRA VOVÔ QUE VONTADE DE TOMAR UM BANHO, É UMA PENA QUE COM ESTA ROUPA NÃO VOU PODER, ENTÃO VOVÔ ME FALA, AQUI NÃO VEM NINGUEM, SE QUISER PODE TOMAR BANHO DE BLUSA E CALÇINHA, SEMPRE FIZEMOS ISSO, LEMBRA QUANDO A GENTE VINHA AQUI, LEMBRO SIM VÔ MAIS EU ERA UMA MENINA, HOJE CRESCI, BOM VOCE QUE SABE FALOU, ELE, SE ESTA COM VERGONHA DO SEU AVÔ, PODEMOS VOLTAR AMANHÃ, NÃO É ISSO VÔ, É QUE VOU VOU FICAR PRATICAMENTE NUA COM A CALÇINHA QUE ESTOU USANDO, É PEQUENA E RENDADA, PERCEBI QUE VOVÔ FICOU MEU ERRUBECIDO COM A MINHA RESPOSTA,ENTÃO DISSE VAMOS EMBORA ENTÃO, OU PODEMOS FICAR AQUI MAIS UM POUCO, O BANHO FICA PARA AMANHÃ, ELE SENTOU NUM TROCO DE MADEIRA, SENTEI-ME A SEU LADO, OUVIA O CANTO DOS PASSAROS QUE ESTAVAM EM UMA ARVORE PROXIMO, ENTRE OS PASSAROS CANTAVA UM SABIÁ, ENTÃO VOVÔ, NOSSO SERESTEIRO SE DESTACA DOS DEMAIS,É ASSIM QUE ELE CHAMA O SABIÁ, NÃO PODIA SAIR DALI SEM ME DELICIAR COM UM BANHO, O TEMPO ESTAVA QUENTE ERA CONVIDATIVO, ME LEVANTEI E FALEI PRA VOVÔ, TEM CERTESA DE QUE NINGUEM VEM AQUI, ELE DISSE NÃO, ESTE LUGAR E PRIVADO NINGUEM ANDA POR AQUI SEM A MINHA PERMISSÃO, ENTÃO LHE FALEI VOU TOMAR BANHO, SOLTEI O SINTO DA CALÇA, VOVÔ FICOU OLHANDO MEU MOVIMENTO, SOLTEI O BOTÃO, ELE NÃO PISCAVA ME OBSERVANDO, PERCEBI QUE ELE ESTAVA HIPINOTIZADO POR MIM, FUI BAIXANDO O ZIPPER BEM DEVAGARINHO, ELE ME ENGOLIA COM OS OLHOS, ARRIEI A CALÇA BEM DEVAGARINHO, ELE SE MEXEU, LEVANDO A MÃO PARA SEU COLO, EU SABIA QUE ELE ESTAVA COBRINDO SUA EXCITAÇÃO QUE ERA VISIVEL, QUANDO TERMINEI DE TIRAR A CALÇA, FICANDO SO DE CALÇINHA E BLUSA, VOVÔ ESTAVA DE BOCA CAIDA, ENTÃO PERCEBI O PORQUE, MINHA CALÇINHA VERMELHA DEIXAVA VER CLARAMENTE OS MEUS PELINHOS, ENTÃO PULEI DENTRO DAGUA, POIS PERCEBIA QUE ELE ESTAVA IMPACIENTE, FUI ATE A PEDRA QUE FICA NO CENTRO DA CACHOEIRA, , SUBI MERGULHEI, A AGUA ESTAVA UMA DELICIA, ENTÃO FALEI VÔ O SR. NÃO VEM, ELE ME DISSE ESTOU DE CUECAS, NÃO SERA BOM FICAR SO COM ELA, EU LHE DISSE, VENHA, SO TEM EU E VOCE AQUI, ELE FOI TIRANDO A ROUPA, QUANDO FICOU SO DE CUECA TIPO SAMBA CANÇÃO, DAVA PARA VER QUE SEU CACETE ESTAVA SEMI ERETO, SE ESTENDIA EM DIREÇÃO A SAÍDA DA PERNA, FORMANDO UMA GRANDE EXTENÇÃO, ELE MEGULHOU, SEU CORPÃO FORMOU UMA ONDAM POIS ELE E BEM ALTO, 1.88 PESANDO UNS 90 KILOS, DE UM MEGULHO SÓ ELE CHEGOU A PEDRA, EU ESTAVA SENTADA NA PEDRA , AO EMERGI SUA MÃO SEGUROU EM MEU CALCANHAR COM A FORÇA QUE FEZ, EU ABRI MINHAS COXASMINHAS COXAS, SEUS OLHOS SE FIXARAM EM MIM, POIS DEIXAVA MINHA BUCETA TOTALMENTE EXPOSTA, ELE FICOU ALI PARADO SEM TIRAR OS OLHOS DE MINHA BUCETA, PARA SAIR DAQUELA SITUAÇÃO RESOLVI CAIR NA AGUA, AO ESCORREGAR PELA PEDRA MEU CORPO DESLIZOU ROÇANDO O DELE, SENTI QUE O CONTACTO COM SEU CACETE, QUE AGORA ESTAVA DURO, COMO UMA ROCHA, QUANDO RETORNEI A TONA, ME ABRAÇEI A ELE, POIS A PARTE QUE A GENTE ESTA FICA FUNDO, CHEGANDO A ME COBRIR, NO ABRAÇO QUE LHE DEI ABRAÇEI SUA SINTURA, DE FORMA QUE FIQUEI COM A BUCETA ENCOSTADA EM SUA GRANDE ROLA, ACHO QUE ELE PERCEBEU A SITUAÇÃO E FALOU, DESCULPA MIRIAM, FAZ TEMPO QUE NÃO TENHO UMA MULHER, O CONTATO DO SEU CORPO ME EXCITOU, NÃO DEVERIA FICAR ASSIM, MAIS NÃO TIVE COMO ME CONTROLAR, HO VÔ FICA ASSIM NÃO, ERA DISSO QUE EU NÃO QUERIA TOMAR BANHO, MAIS SEI QUE ISSO É NATURAL, UM HOMEM SE EXCITAR COM A PRESENÇÃ DE UMA MULHER, MESMO SENDO EU SUA NETA, SEI QUE O SR. NÃO QUERIA ISSO, TUDO BEM OK, ENTÃO FUI SOLTANDO MINHAS MÃOS DE SUA SINTURA, E ME SEGURANDO EM SEU PESCOÇO, POIS MEUS PÉS NÃO ATINGIA A PEDRA PARA ME EQUILIBRAR, NISSO ELE ENVOLVE SEUS BRAÇOS EM MEU CORPO, COMO SE DESEJASSE ME SEGURAR, AO FAZER ISSO SE ENCOSTOU EM MIM NOVAMENTE, APROVEITEI PARA ENLAÇAR MINHAS PERNAS EM SEU QUADRIL, SEU ACETE DURO FICAVA PRECIONANDO MINHA BUCETA, FIQUEI SUPER EXCITADA COM O CONTATO DO SEU CACETE, APERTEI SEU CORPO MAIS AINDA, DEIXANDO MINHA CABEÇA ENCOSTAR EM SEU OMBRO, FICAMOS ASSIM ABRAÇADO ATE QUE RESOLVI MOVER MEU CORPO, PRA SENTIR A PRESSÃO DO SEU CACETE ELE PERCEBENDO MINHA INTENSÃO ENTÃO ME DISSE, VAMOS EMBORA, A TARDE ESTA INDO EMBORA, AMANHÃ A GENTE VOLTA AQUI NOVAMENTE OK, FOMOS A BEIRA DO LAGO, NOS VESTIMOS E FOMOS PARA CASA, NO CAMINHO EU SENTIA MINHA BUCETA PALPITANDO, SE CONTRAIA MUITO, POIS EU ESTAVA FRISURADA NO CACETE DE VOVÔ, ESTAVA IMAGINANDO DE COMO SERIA SEU CACETE FORA DA CUECA, EM CASA FUI PARA O MEU QUARTO TOMAR BANHO, DEPOIS DO BANHO COLOQUEI UMA SAINHA CURTA XADREZ TIPO ESCOCÊSA, COM UMA BLUSINHA BRANCA TOP SEM SUTIEN, DEIXANDO MARCADO MEUS PEITINHOS DURUNHOS, DEIXEI OS ABELOS SOLTOS , COLOQUEI UMA COLONIA SUAVE ( CAROLINA HERRERA ) EU SABIA QUE IA ACENDER O FOGO DE VOVÔ NOVAMENTE, PRECISAVA LHE SEDUZIR, POIS JA CONHECIA SUA FAMA DE BOM DE CAMA CONTADO EM CONVERSAS PELAS MINHAS PRIMAS, AO CHEGAR NA SALA ELE ESTAVA ASSISTINDO A TV, AO SE VIRAR PARA ME ENCARAR, FOI LOGO ME FALANDO, PRA ONDE VOCE VAI TÃO CHEIROSA, SORRI E LHE FALEI, PRA LUGAR NENHUM VÔ, VOCE GOSTOU DO MEU PERFUME, SIM MUITO CHEIROSO, FAZIA TEMPO QUE EU NÃO SENTIA UM CHEIRO TÃO BOM, FICAMOS ALI, CONVERSANDO, ENTÃO ME CONVIDA PARA IR JANTAR POIS A EMPREGADA, PRECISAVA DEIXAR TUDO ARRUMADO, POIS DORMIA NA DELA QUE FICA PERTO, , AO CHEGAR NA MESA, PERCEBI QUE TUDO ERA COMO ANTES, ARROZ, CARNE COZIDA, LEITE, CUSCUZ, COISAS SAUDAVEIS DO INTERIOR, JANTAMOS, VES POR OUTRA EU FLAGRAVA VOVÔ ME OBSERVANDO, COMO QUE ME ANALIZANDO, TERMINADO O JANTAR VOLTAMOS PARA A SALA, FICAMOS SENTADOS, FALANDO ASNEIRAS, POIS EU NÃO TINHA UM ASSUNTO DEFINIDO, ELE SEMPRE CONFIRMANDO O QUE IA FALANDO, DEPOIS DO JORNAL DAS 8.30, ELE ME FALOU QUE IA SE DEITAR, POIS COSTUMA ACORDAR CEDINHO, QUE EU PODERIA FICAR A VONTADE, E SE PRECISAR DE ALGUMA COISA ERA IR AO QUARTO DELE, ME BEIJOU NO ROSTO DEIXANDO SEUS LABIOS TOCAR MINHA ORELHA, O CALOR DO SEU HÁLITO ME PROVOCOU ARREPIOS, SAIU E EU FIQUEI BRIGANDO COM MEUS PENSAMENTOS, TINHA QUE ACHAR UMA MANEIRA DE CHEGAR EM VOVÔ, A PRIMEIRA TENTIVA ESTAVA INDO INDO DE AGUA ABAIXO,, ELE TINHA IDO SE DEITAR, ME DEIXANDO SOZINHA, EU ESPERAVA QUE ELE TIVESSE SIDO MAIS ATENCIOSO COMIGO, SENTIA OS PELOS DOS MEUS BRAÇOS AINDA LEVANTADOS, , ENTÃO LEVEI A MÃO AO MEIO DAS COXAS PARA ACARICIAR, MINHA BUCETINHA,FIQUEI ALIZANDO SOBRE A CALÇINHA, ATE QUE AFASTEI A CALÇINHA PARA O LADO, E FIQUEI DEDILHANDO MEU CLÍTORI, SENTI MEU SANGUE ESQUENTAR, ME CAUSANDO UM CERTO CALAFRIO, A VONTADE DE FUDER CRESCEU DENTRO EDE MIM, EU JA ESTAVA HA UNS TRES MESES SEM FUDER, AINDA NÃO ME APEGUEI A NINGUEM EM CAMPINA GRANDE, ENTÃO ESTOU SUBINDO PELAS PAREDES DE TANTO TESÃO, RESOLVI IR PARA MEU QUARTO ASSIM EU PODERIA ME MASTURBAR SEM TER NINGUEM PARA ME ATRAPALHAR, NÃO QUERIA SER PEGA POR VOVÔ, QUANDO CHEGUEI NO QUARTO COLOQUEI UM CONJUNTINHO DE ALGODÃO, SHORT E BLUSA, SEM MAIS NADA, ME DEITEI E COMESSEI AALIZAR MINHA BUCETINHA PENSANDO NO CACETÃO DE VOVÔ, DESEJAVA TE-LO DENTRO DE MIM, EU NUNCA TINHA VISTO NADA DAQUELE TAMANHO, ENTÃO ENFIEI UM DEDO NA BUCETA, FIQUEI ENFINDO E TIRANDO, MAIS EU QUERIA MAIS QUE UM DEDO, DOIS, TRES, QUWERIA ENFIAR A MÃO INTEIRA, MAIS NÃO QUERIA ME MACHUCAR COM O CONTATO DAS MINHAS UNHAS QUE SÃO GRANDE, TIVE UM ORGASMO INTENSO, PARECIA QUE ERA O VOVÔ QUE ESTAVA ME FUDENDO, TAL QUAL ERA MEU DEVANEIO, TOMEI CORAGEM, SUSPENDI UM SHORTINHO E FUI PARA O QUARTO PROCURAR VOVÔ, TINHA QUE ARRANJAR O JEITO DE FICAR JUNTO DELE, ENTÃO QUANDO ENTREI EM SEU QUARTO A LUZ DO BANHEIRO ESTAVA ACESA, DEICANDO A CLARIDADE VIR PARA O QUARTO, A CAMA GRANDE FICAVA NO MEIO DO QUARTO, VOVÔ RESONAVA, VIRADO PARA SEU LADO DIREITO, ENTÃO FUI PARA O OUTRO LADO DA CAMA, LEVANTAR O LENÇOL PERCEBI QUE VOVÔ DORMIA SEM CUECA, USAVA SO UMA CAMISETA ME DEITEI, FUI ENCOSTANDO MEU CORPO EM VOVÔ, ATE COLAR MINHA BUNDA NO CACETE DELE, FIQUEI ALI ENCOLHIDA, VOVÔ NÃO SE MEXIA, ENTÃO PENSEI PORQUE NÃO FICAR ME MEXENDO,ASSIM ACORDO ELE, FOI O QUE FIZ, COMESSEI A MOVER MEU CORPO, NUM DADO MOMENTO ELE SE MEXEU, LEVANDO SEU BRAÇO SOBRE MEU CORPO, O MOVIMENTO QUE FEZ, DEIXOU SUA MÃO ENORME, SOBRE MEU PEITO, O CONTATO ME PROVOCOU ARREPIO, SOU SENCIVEL AO TOQUE EM MEUS PEITOS, SENTI QUE SEU CACETE ESTAVA ENDURECENDO, ENTÃO PENSEI, ELE ESTA ACORDADO, ME ENCOLHI MAIS AINDA, PARA SENTIR SEU CACETÃO EM MIM, SEU PAU FOI CRESCENDO, CRESCENDO, CRESCENDO, ENTÃO ELE FALA EM MEU OUVIDO, QUE FAZ AQUI MINHA LINDA, EU NÃO ESPERA AQUELA PERGUNTA, TUDO QUE CONSEGUI FALAR, FOI, ESTOU COM MEDO DE FICAR SOZINHA LÁ NO QUARTO, AI ELE COLOCOU UMA COXA SOBRE A MINHA E FALOU, FICA AQUI, QUE EU VOU CUIDAR DE VOCE, COLOCOU UMA MÃO POR BAIXO DO MEU CORPO E ME BRAÇOU FORTE, NESTE MOVIMENTO SEU CACETE QUE ESTAVA ENTRE MINHAS NÁDEGAS, ENCAIXOU-SE ENTRE AS COXAS INDO TERMINAR QUASE NA DOBRA DOS JOELHOS, FIQOU ALI ABRAÇADO A MIM, EU SENTIA SEU ÁLITO QUENTE DA ORELHA AO PESCOÇO, TINHA CHEGADO MINHA HORA, NÃO PODIA DESPERDIÇAR O MOMENTO, ESTIQUEI MINHA MEU BRAÇO PARA TRAZ, ATE TOCAR EM SEU CACETE, COMO ERA GROSSO, SENTI UM CERTO TEMOR AO DESLIZAR MINHA MÃO SOBRE SEU CACETE, NÃO ALCANÇEI SEU FINAL, ENTÃO MEU CORAÇÃO ACELEROU, ERA UM CACETE DESCOMUNHAL QUE MULHER CONSEGUIRIA ENFIAR ELE TODO NA BUCETA PENSEI,FUI ME VIRANDO PARA FICAR FRENTE A FRENTE COM ELE, ELE SOLTOU OS BRAÇOS PARA FACILITAR MEU MOVIMENTO, CRUZEI MINHA COXA SOBRE ELE, SEU PAU SE ALOJOU ENTRE MINHA COXAS, FICANDO COLADO A MINHA BUCETA, ELE FOI TIRANDO O LENÇOL QUE NOS COBRIA, DEIXANDO SEU CACETE PRESO ENTRE MINHA COXAS, PERCEBIA QUE SEU PAU ATRAVESSAVA TODO MEU CORPO COMO SE FOSSE UMA LANÇA, LEVEI A MÃO EM DIREÇÃO A BUNDA E SO AÍ CONSTATEI O TAMANHO DO SEU CACETE, FIRMEI MINHA MÃO NA CABEÇA DO SEU PAU, QUE ENCHEU A MÃO INTEIRO, NAÕ CONSEGUINDO FECHAR O DEDO INDICADOR COM O POLEGAR, UMA SUPER CABEÇONA REALEMENTE, APALPEI,BASTANTE ENQUANTO ELE ALIZAVA MEUS CABELOS E MINHAS COSTAS, ENTÃO FALEI, VÔ QUERO VER SEU CACETE DE PERTO, NUNCA VI NADA PARECIDO NEM EM FILMES , FUI TIRANDO A COXA DE CIMA DELE, PARA PODER ADMIRAR SUA FERRAMENTA, MINHA NOSSA COMO UM HOMEM PODE VTER UM CACETÃO DESTE EU8 SEGURAVA COM AS DUAS MÃOS E SOBRAVA CACETE EM CIMA E EM BAIXO, ELE NOTANDO MINHA ADMIRAÇÃO PERGUNTA, VOCE GOSTA QUERIDA, VÔ GOSTEI MUITO, SO NÃO SEI SE AGUENTO TAMANHA FERRAMENTA, OS NAMORADOS QUE TIVE NÃO TINHA CACETE TÃO GRANDE ASSIM, ELE DISSE FICA CALMA, NÃO PRECISA SE ASSUSTAR, SO LHE DOU O QUE VOCE QUISER, VEM CÁ SENTA SOBRE MEU CACETE, DEIXA EU SENTIR O CALOR DA SUA BUCETINHAS, FUI SENTANDO DEIXANDO O CACETE ENTRE OS LABIOS DA VAGINA, O CONTATO FEZ A VAGINA SE CONTRAIR, COMESSEI A ME MOVER INDO E VINDO, EU DESLIZAVA NAQUELA ESTENÇÃO, COM SE ESTIVESSE SOBRE UMA MORTANDELA FINA, NO MOVIMENTO QUE EU FAZIA, DAVA PARA SENTIR A CABEÇONA DO CACETE TOCANDO EM MEUS PEITINHOS, ENTÃO DEI UMA PARADINHA E FALEI, VÔ FICA POR CIMA DE MIM, SAÍ DE CIMA DELE ME DEITANDO DE COSTAS, ELE SE COLOCOU ENTRE MINHA COXAS, COMESSOU A BEIXAR MINHA BUCETA, QUE FALAVA SER CHEIROSA, PASSOU DOS BEIJOS AS CHUPADAS, FAZIA COM TANTA FORÇA QUE DOÍA OS LABIOS DA VAGINA, NUN DANDO MOMENTO SENTI QUE ELE ESTAVA ENFIANDO SUA LINGUA, ERA GRANDE GRANDE E QUENTE, COMESSEI A GEMER, HAANNNN, HAANNNN, HO VÔ QUE GOSTOSO, CONTINUA, VAI, VAI, ELE CONTINUAVA SOCANDO A LINGUA, QUE AGORA PARECIA MAIOR, PAROU DE ENFIAR A LINGUA, COM O DEDO DEDILHOU MEU CLÍTORI, MASSAGEANDO EM SIRCULO , GRITEI AAIIIIIIIII, AAIIIIIIIIIIII, VOZINHO QUE DELICIA, SENTI ELE ENFIAR O DEDO NA MINHA BUCETA, LEVANTEI A BUNDA PARA SENTIR SEU DEDO INTEIRO, ELE ENTENDEU MEU APELO, ENTÃO FOI ENFIANDO MAIS UM DEDO, ME SENTI PREENCHIDA, PARECIA QUE TINHA UM CACETE DENTRO DA BUCETA, DE TÃO LONGOS E GROSSOS QUE SÃO SEUS DEDOS, NÃO SATISFEITO, ELE TIROU OS DOIS DEDOS, E COLOCOU TRES DEDOS, ME SENTI ARROMBADA, GRITEI AI VOZINHO TA DOENDO, PARA, PARA, ELE NÃO ME DEU OUVIDO, RODOU OS DEDOS DENTRO DE MIM,QUE TORTURA, COMO DÓIA, PORQUE ELE QUERIA ME RASGAR, ELE ENFIOU ATE EU SENTIR SUA MÃO ENCOSTAR, SO ENTÃO PERCEBI QUAL ERA SUA INTENÇÃO, ELE QUERIA ME ABRIR O MAXIMO POSSIVEL PARA RECEBER SEU CACETÃO, ELE PAROU OS MOVIMENTOS, E FOI SE LEVANTANDO, PEDI PARA ELE CONTINUAR, SO ENTÃO ELE FALOU, VOU PEGAR ALGO AQUI PARA TE AJUDAR, FOI ATE A COMODA PEGOU UMA BISNAGA DE VASELINA ESPREMEU UMA BOA QUANTIDADE NOS DEDOS LEVANDO A SEU ACETE QUE AGORA PARECIA MAIOR, LAMBUSOU DE CIMA ABAIXO, DEIXANDO ELE BRILHANTE, PEGOU MAIS UMA PORÇÃO E PASSOU SOBRE A ENTRADA DA MINHA BUCETA, COM O CALOR DA MINHA BUCETA, SENTI QUE ALGO ESTAVA SE DERRETENDO ERA A VASILINA PASSANDO SEU ESTADA PASTOSO PARA LIQUIDO, ELE ALIZOU O CACETÃO DA CABEÇA ATE OS CULHOES, DEIXANDO TODO UMEDECIDO, AI GUIOU SEU CACETE PARA MINHA BUCETA, PINCELANDO DA ENTRADA DA BUCETA ATE O COZINHO, PINCELOU ALGUMAS VESES, EU PEDIA, VAI VOZINHO COLOCA SEU CACETÃO EM MIM, VAI VAI, AAIIIIIII, AAIIIIIII, SEU CARALHO ENCAIXOU NA MINHA BUCETA, FEZ UMA FORÇAZINHA, A CABEÇONA COMESSAVA A SE ENCAIXAR, FOI FORÇANDO, FORÇANDO ATE ADENTROU A GLANDE, GRITEI, DEVAGAR, DEVAGAR, AAIIIIII, AAAIIIIIIIII,, ELE DEU UMA PARADINHA, NÃO SENTI DOR, MAIS MEDO DE SER MACHUCADA SEU AQUELE PAUZÃO ENTRAR TODO DENTRO DE MIM, A LUBRIFICAÇÃO ERA GRANDE, ELE COLOCADO MUITA VASELINA NO SEU CACETE E NA BUCETA, PEDI PARA ELE ENFIAR MAIS UM POUQUINHO , ELE FOI BAIXANDO O CORPO, PUDESENTIR QUE SEU PAU ESTA ENTRANDO, ERA DELECIOSO, ESTA COM A BUCETA TOTALMENTE PREENCHIDA PELO SEU CACETÃO, ELE COMESSOU A SE MOVER LENTAMENTE, SENTIA QUE JA TINHA ENFIADO UMA BOA QUANTIDADE, MAIS ELE NÃO CHEGAVA SE DEITAR TOTALMENTE SOBRE MIM,, DE REPENTE COMESSEI A SENTIR QUE IA GOZAR, COMESSSEI A LEVANTAR MINHA BUNDA DO COLCHÃO, MEUS GRITOS FORAM ALMENTANDO, AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII VOZINHO, QUERO GOZAR EM SEU CACETÃO, EMPURRRRRRRRRRRRRRA MAAIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSS, MAIISSSSSSSSSSSSSSS,   MAISSSSSSSSSSSS AAIIIIIIIIIIIIIIIII, UUUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, ELE ACELETOU, MAIS CACETE NÃO ENTRAVA TODO, LEVANTEI PARA CRUZAR EM SEUS QUADRIS, ELE APROVEITOU E SOCOU COM FORÇA, AI SENTI SUA BARRIGA ENCOSTAR EM MINHAS COXAS,, GRITTEEIIIIIIIIIIII AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, ME MATA, ME ARROMBA, UUIIIIIIIIIII, UUUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, ME ABRAÇEI FORTE A ELE, ENQUANTO ELE ME PRENDIA PELAS COXAS, DAVA SOCADAS FORTES QUE EU SENTIA ALGOM ME MACHUCANDO POR DENTRO, VEM, VEM, VOZINHO, VAMOS GOZAR JUNTOS, HOOOOOOOOOOOM HHOOOOOOOOO. ELE FOI PARANDO OS MOVIMENTOS EU TINHA ESPARMOS, MINHA BUCETA FAZIA CONTRAÇÕES, MORDENDO SEU CACETE, FUI ME ACALMANDO PELA INTENSIDADE DO MEU GOZO, ELE TAMBEM DIMINUIU SEUS MOVIMENTOS, ATE QUE PAROU POR COMPLETO, FICOU ME ADMIRANDO, SEU OLHAR ERA SERENO, SUA RESPIRAÇÃO ESTAVA ACELERADA, DEPOIS FOI RETIRANDO SEU ACETE AINDA DURO DE DENTRO DE MIM, AO SAIR POR COMPLETO INDAGUEI, ENTROU TUDO VOZINHO, ME FALA, ELE SORRI E FALA, ENTROU QUERIDA, SUA GRUTO E PROFUNDO, NÃO ESPERAVA, MAIS QUE ENTROU NÃO TENHO DUVIDA, DEITOU - SE A MEU LADO SEGURANDO EM MINHA MÃO, PEGOU O LENÇOL PASSOU NO CACETE, LIMPANDO A PORRA E A VASILINA,ENTÃO ME DISSE AMANHÃ EU TOMO BANHO, , ENCOSTEI MINHA CABEÇA A SEU PEITOM FICANDO ALI AGARRADINHA, ADORMECEMOS, NO OUTRO DIA QUANDO ACORDEI ELE JA TINHA SAÍDA, TOMEI BANHO, ME TROQUEI E FUI TOMAR MEU CAFÉ, A EMPREGADA NÃO TINHA CHEGADO AINDA, SAÍ PARA O CURRAL ONDE ELE ESTAVA, AO ME VER DEU UM BELO SORRISO E PERGUNTOU, DORMIU BEM QUERIDA, SIM VÔ DORMI, ACHO QUE ELE QUERIA DESPISTAR OS EMPREGADOS, FEI-LHE UM BEIJO NO ROSTO E FICAMOS ALI DE MÃOS DADAS OBSERVANDO O PESSOAL DESLEITAR AS VACAS, BEIJOSSS, ATE BREVE.........................CONTINUA




Comentarios
Muito bom, este conto Comentado por:dicod05 em 01/05/2016 08:24
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Sintonia